Informações da Disciplina

 Preparar para impressão 

Júpiter - Sistema de Gestão Acadêmica da Pró-Reitoria de Graduação


Faculdade de Odontologia de Bauru
 
Odontopediatria, Ortodontia e Saúde Coletiva
 
Disciplina: BAO0531 - Eixo Tutorial VI
Tutorial Axis VI

Créditos Aula: 6
Créditos Trabalho: 1
Carga Horária Total: 120 h
Tipo: Semestral
Ativação: 15/07/2020 Desativação:

Objetivos
1) Compreender os aspectos fisiopatológicos, clínicos e terapêuticos das principais síndromes torácicas incluindo doenças cardíacas, pulmonares e mediastinais. 2) Compreender os aspectos fisiopatológicos, clínicos e terapêuticos das principais síndromes Síndromes consumptivas incluindo as doenças hematológicas, as doenças linfoproliferativas, as doenças metabólicas, o câncer e imunodeficiências/SIDA. 3) Compreender os aspectos fisiopatológicos, clínicos e terapêuticos das principais doenças infecciosas incluindo arboviroses, doenças respiratórias infecciosas virais e bacterianas, hepatites. Noções de ambiente de trabalho e saúde, patologia ambiental e ocupacional.
 
 
 
Docente(s) Responsável(eis)
380502 - Adriano Yacubian Fernandes
5355221 - Sergio Henrique Kiemle Trindade
 
Programa Resumido
1) Estudo do Segmento torácico e dos fatores de risco de doenças cardíacas (prevenção, controle e tratamento do diabetes, hipertensão, obesidade, sedentarismo e dislipidemias) com abordagem das doenças cardíacas, pulmonares e mediastinais (Aterosclerose, Síndromes coronarianas, hipertensão arterial, insuficiência cardíaca congestiva, arritmias cardíacas, pneumonias, asma, doença pulmonar obstrutiva crônica: enfisema e bronquites, tumores pulmonares, derrames pleurais, tumores da pleura e massas mediastinais e fundamentos radiológicos dos órgãos intratorácicos). 2) Fatores de risco, sinais e sintomas, diagnóstico clínico/laboratorial e tratamento das Síndromes consumptivas abordando as doenças psiquiátricas, as doenças hematológicas, as doenças linfoproliferativas, as doenças metabólicas, o câncer e imunodeficiências/SIDA; Fatores de risco, Sinais e sintomas, Diagnóstico Clínico/Laboratorial e tratamento, acompanhamento terapêutico e seguimento ambulatorial das doenças granulomatosas (Tuberculose, Hanseníase); A epidemiologia, quadro clínico, diagnóstico diferencial, diagnóstico laboratorial e opções terapêuticas das anemias, leucemias e doenças linfoproliferativas. 3) Conhecer as principais arboviroses de importância epidemiológica no Brasil (Dengue, Zika e Chikungunya), Doenças respiratórias infecciosas virais e bacterianas (Pneumonias, Influenza, COVID-19) abordando as características gerais, epidemiológicas e as técnicas de diagnóstico preconizadas pelo Ministério da Saúde. Hepatites agudas e crônicas virais. Diagnóstico e terapêutica das infecções sexualmente transmissíveis, das infecções fúngicas endêmicas e resultantes da interação com o meio ambiente – paracoccidioidomicose, blastomicose, histoplasmoses, cromomicose, criptococose e aspergilose. Noções de ambiente de trabalho e saúde (acidentes de trabalho; anamnese ocupacional; Toxicologia ambiental e ocupacional; monitoramento clínico e epidemiológico das substâncias químicas e noções de biossegurança). 4) Conhecer os principais aspectos farmacológicos incluindo princípios gerais, estratégias de prescrição, e principais classes de drogas relacionadas a doenças cardiovasculares, pulmonares, infectocontagiosas (incluindo antibióticos e antivirais).
 
 
 
Programa
1) Estudo do Segmento torácico e dos fatores de risco de doenças cardíacas (prevenção, controle e tratamento do diabetes, hipertensão, obesidade, sedentarismo e dislipidemias) com abordagem das doenças cardíacas, pulmonares e mediastinais (Aterosclerose, Síndromes coronarianas, hipertensão arterial, insuficiência cardíaca congestiva, arritmias cardíacas, pneumonias, asma, doença pulmonar obstrutiva crônica: enfisema e bronquites, tumores pulmonares, derrames pleurais, tumores da pleura e massas mediastinais e fundamentos radiológicos dos órgãos intratorácicos). 2) Fatores de risco, sinais e sintomas, diagnóstico clínico/laboratorial e tratamento das Síndromes consumptivas abordando as doenças psiquiátricas, as doenças hematológicas, as doenças linfoproliferativas, as doenças metabólicas, o câncer e imunodeficiências/SIDA; Fatores de risco, Sinais e sintomas, Diagnóstico Clínico/Laboratorial e tratamento, acompanhamento terapêutico e seguimento ambulatorial das doenças granulomatosas (Tuberculose, Hanseníase); A epidemiologia, quadro clínico, diagnóstico diferencial, diagnóstico laboratorial e opções terapêuticas das anemias, leucemias e doenças linfoproliferativas. 3) Conhecer as principais arboviroses de importância epidemiológica no Brasil (Dengue, Zika e Chikungunya), Doenças respiratórias infecciosas virais e bacterianas (Pneumonias, Influenza, COVID-19) abordando as características gerais, epidemiológicas e as técnicas de diagnóstico preconizadas pelo Ministério da Saúde. Hepatites agudas e crônicas virais. Diagnóstico e terapêutica das infecções sexualmente transmissíveis, das infecções fúngicas endêmicas e resultantes da interação com o meio ambiente – paracoccidioidomicose, blastomicose, histoplasmoses, cromomicose, criptococose e aspergilose. Noções de ambiente de trabalho e saúde (acidentes de trabalho; anamnese ocupacional; Toxicologia ambiental e ocupacional; monitoramento clínico e epidemiológico das substâncias químicas e noções de biossegurança). Conhecer os principais aspectos farmacológicos incluindo princípios gerais, estratégias de prescrição, e principais classes de drogas relacionadas a doenças cardiovasculares, pulmonares, infectocontagiosas (incluindo antibióticos e antivirais). Observações do Programa: 1 – No início do semestre letivo será disponibilizado para todos os estudantes, um manual com as regras específicas da disciplina, incluindo potenciais adaptações e ajustes imediatos em elementos da presente ementa, bem como detalhamento das estratégias de avaliação quando aplicável. 2 – A carga horária trabalho está vinculada às atividades de preparação do aluno para as estratégias e metodologias ativas, a serem desenvolvidas com flexibilidade nas áreas apropriadas da grade horária (janelas / períodos de estudo/trabalho). 3 – A carga horária efetiva compreende as atividades presenciais e tempo protegido para a preparação de atividades extra-classe e pode variar discretamente em função de feriados e outros eventos. As datas das provas contam como carga horária da disciplina.
 
 
 
Avaliação
     
Método
A disciplina é composta por três módulos sequenciais. Ao fim de cada módulo será realizada uma avaliação somativa com componentes teóricos e/ou práticos e avaliações formativas pelo docente e interpares. A nota de cada módulo será composta da seguinte forma: NOTA MODULO: Nota Avaliação Somativa X (0,8) + Nota Avaliação Formativa pelo Docente X (0,1) + Nota Avaliação Formativa Interpares X (0,1) Ao fim do semestre será realizada uma avaliação de habilidades no modelo OSCE (Objective Structured Clinical Examination) A nota final levará em conta a média das avaliações dos módulos e o OSCE na seguinte proporção NOTA FINAL = Média da Avaliação Módulos X (0,85) + Nota OSCE X (0,15)
Critério
Serão aprovados os estudantes que obtiverem NOTA FINAL igual ou superior a 5,0 E no mínimo 70% de frequência nas atividades da disciplina. Estudantes que obtiverem nota entre 3,0 e 4,9 deverão fazer a segunda avaliação (recuperação). Os estudantes com nota inferior a 3,0 serão considerados reprovados, sem direito a nova avaliação.
Norma de Recuperação
Terão direito à segunda avaliação (recuperação) os estudantes que obtiverem nota entre 3,0 e 4,9 e que tiverem obtido frequência mínima de 70% às atividades da disciplina. Observação: Em caso de aplicação de Avaliação Independente – como teste do progresso ou outras estratégias interinstitucionais ou supra-disciplinares, a nota obtida (em escala ajustada) comporá a NOTA FINAL da disciplina com peso 0,1, passando a Média dos Módulos a ter peso 0,75. Neste caso esta informação deverá estar presente no manual da disciplina no INÍCIO do semestre letivo.
 
Bibliografia
     
Bibliografia Básica BENNETT, J. E.; DOLIN, R.; BLASER, M. J. Mandell, Douglas, and Bennett’s principles and practice of infectious diseases. 9. ed. Amsterdan: Elsevier, 2019. 2 v. BONOW, R. O. et al. Braunwald - tratado de doenças cardiovasculares. 10. ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2017. 2200 p. BRUNTON, L. L. et al. (Org.). As bases farmacológicas da terapêutica de Goodman & Gilman. 13. ed. Porto Alegre: AMGH, 2019. 1738 p. FOCACCIA, R. (Ed.). Tratado de infectologia. 5. ed. rev. atual. São Paulo: Atheneu, 2015. 2 v. GOLDMAN, L.; SCHAFER, A. I. Goldman-Cecil medicina. 25. ed. Rio de Janeiro: Elsevier, 2018. 2 v. HALL, J. E. Tratado de fisiologia médica. 13. ed. Rio de Janeiro: Elsevier, 2017. 1145 p. KASPER, D. L. et al. (Org.). Medicina interna de Harrison. 19. ed. Porto Alegre: AMGH, 2017. 2 v. KUMAR, V.; ABBAS, A. K.; ASTER, J. C. Robbins e Cotran patologia: bases patológicas das doenças. 9. ed. Rio de Janeiro: Elsevier, 2016. 1421 p. MARTINS, M. A. et al. Clínica médica. 2. ed. São Paulo: Manole, 2016. 7 v. REY, L. Bases da parasitologia médica. 3. ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2014. 391 p. Bibliografia Complementar FERREIRA, C.; PÓVOA, R. M. dos S. Cardiologia clínica. São Paulo: Atheneu, 2009. 944 p. HAMPTON, J. ECG essencial. 8. ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2014. 208 p. JUNQUEIRA, L. C. U.; CARNEIRO, J. Histologia básica: texto e atlas. 13 ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2018. 554 p. JUNQUEIRA, P. C.; HAMERSCHLAK, N.; ROSENBLIT, J. Hemoterapia clínica. São Paulo: Roca, 2009. 274 p. KAPLAN, N. M.; VICTOR, R. G. Kaplan’s clinical hypertension. 11. ed. Philadelphia: Wolters Kluwer, 2014. 461 p. SILVERTHORN, D. U. Fisiologia humana: uma abordagem integrada. 7. ed. Porto Alegre: Artmed, 2017. 930 p. STOLLER, J. K.; MICHOTA, F. A.; MANDELL, B. F. Revisão intensiva de medicina interna. 4. ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2007. 1008 p.
 

Clique para consultar os requisitos para BAO0531

Clique para consultar o oferecimento para BAO0531

Créditos | Fale conosco
© 1999 - 2022 - Superintendência de Tecnologia da Informação/USP