Informações da Disciplina

 Preparar para impressão 
Júpiter - Sistema de Graduação

Instituto de Biociências
 
Botânica
 
Disciplina: BIB0311 - Sistemática e Evolução de Espermatófitas
Sistematics and evolution of Spermatophytes

Créditos Aula: 4
Créditos Trabalho: 1
Carga Horária Total: 90 h ( Práticas como Componentes Curriculares = 10 h )
Tipo: Semestral
Ativação: 15/07/2018 Desativação:

Objetivos
Analisar a diversidade nos grupos de plantas com sementes (espermatófitas). Explorar aspectos da evolução de caracteres morfológicos, químicos e biológicos. Consolidar a compreensão da sistemática de espermatófitas em um contexto filogenético, usando várias fontes de evidências (dos atributos morfológicos aos macro e micromoleculares). Fornecer meios para reconhecimento dos grupos desde os níveis hierárquicos mais inclusivos (e.g. Lygnophyta, Spermatophyta, Cycadophyta, Pinophyta, Magnoliophyta) até família em alguns clados (ênfase nas angiospermas).
 
 
 
Docente(s) Responsável(eis)
83104 - Jose Rubens Pirani
727988 - Lucia Garcez Lohmann
 
Programa Resumido
Conquista do ambiente terrestre. Sistemática filogenética dos principais dados de espermatófitas. Importância dos grupos fósseis. Principais famílias viventes. Sistema APG e classificação ordinal das angiospermas.
 
 
 
Programa
A. Parte teórica: 1. Significado das novidades evolutivas vegetativas e reprodutivas das lignófitas na conquista do ambiente terrestre. 2. Sistemática filogenética (baseada em dados morfológicos e moleculares), taxonomia e principais passos na evolução dos principais clados de espermatófitas: cicadófitas, ginkgófitas, pinófitas (coníferas), gnetófitas, magnoliófitas (angiospermas). 3. Importância dos grupos fósseis na história evolutiva das traqueófitas. 4. Principais famílias de importância biológica e econômica dentre as espermatófitas: caracterização e subsídios para seu reconhecimento prático. 5. O sistema APG de classificação ordinal das angiospermas: fundamentos e principais clados. 6. Padrões evolutivos de atributos adaptativos e de importância biológica das espermatófitas à luz das filogenias. 7. Discussão sobre formar de abordar o conteúdo conceitual da disciplina na Educação Básica. B. Parte prática: Análise de materiais dos grupos estudados em laboratório e no Fitotério (jardim). Protocolos de aulas práticas discutidos quanto a adaptações e aplicações na educação básica.
 
 
 
Avaliação
     
Método
Provas teóricas, relatórios de aulas práticas e trabalho em grupo.
Critério
A nota final será calculada através da média das notas de todas as atividades pontuadas em escala de 0 a 10. Pesos diferentes à cada atividade serão divulgados no início da disciplina. O aluno será aprovado quando a nota final for igual ou superior a 5,0 (cinco).
Norma de Recuperação
Recuperação como resultado de média ponderada entre a nota da primeira avaliação (peso 2) e avaliação de recuperação (peso 1) abrangendo todo o conteúdo estudado.
 
Bibliografia
     
APG (Angiosperm Phylogeny Group) IV. 2016. An update of the Angiosperm Phylogeny Group classification for the orders and families of flowering plants: APG IV. Bot. J. Linn. Soc. 181: 1-20. BRESINSKY, A., KÖRNER, C., KADEREIT, J.W., NEUHAUS, G. & SONNEWALD, U. 2012. Tratado de Botânica de Strasburger. Ed. 36. Artmed, Porto Alegre. GIFFORD, E.M. & FOSTER, A. S. 1989. Morphology and evolution of vascular plants. W. H. Freeman. New York. GONÇALVES, E.G. & LORENZI, H. 2007. Morfologia vegetal. Instituto Plantarum de Estudos da Flora, Nova Odessa, SP. JUDD, W.S., CAMPBELL, C.S., KELLOGG, E.A., STEVENS, P.F. & DONOGHUE, M.J. 2009. Sistemática Vegetal. Um enfoque filogenético. Ed. 3. Artmed. Porto Alegre. KUBITZKI, K. (ed.) 1990-2012. The families and genera of vascular plants. 10 vols. Springer-Verlag. Berlin. SIMPSON, M.G. 2010. Plant Systematics. Ed. 2. Elsevier Academic Press, Amsterdam. SOLTIS, D.E., SOLTIS, P.S., ENDRESS, P.K. & CHASE, M.W. 2005. Phylogeny and evolution of Angiosperms. Sinauer Associates, Sunderland. SOUZA, V.C. & LORENZI, H. 2012. Botânica Sistemática. Guia ilustrado para identificação das famílias de angiospermas da flora brasileira, baseado em APGIII. Ed. 3. Instituto Plantarum de Estudos da Flora, Nova Odessa, SP. URSI, S. & TONIDANDEL, S.M.R. 2013. Uma proposta de atividade prática para abordar a filogenia de plantas no Ensino Fundamental. Departamento de Botânica, IB-USP. Disponível em: http://www.botanicaonline.com.br/geral/arquivos/Filogenetica Plantas EB - Ursi e Tonidandel 2013.pdf
 

Clique para consultar os requisitos para BIB0311

Clique para consultar o oferecimento para BIB0311

Créditos | Fale conosco
© 1999 - 2019 - Superintendência de Tecnologia da Informação/USP