Informações da Disciplina

 Preparar para impressão 
Júpiter - Sistema de Graduação

Instituto de Biociências
 
Botânica
 
Disciplina: BIB0313 - Morfologia e Anatomia Comparada de Plantas Vasculares
Compared morphology and anatomy of vascular plants

Créditos Aula: 4
Créditos Trabalho: 2
Carga Horária Total: 120 h ( Práticas como Componentes Curriculares = 20 h )
Tipo: Semestral
Ativação: 01/01/2019 Desativação:

Objetivos
Capacitar o aluno para análises morfo-anatômicas das plantas vasculares sob uma perspectiva filogenética atual, mostrando a diversidade estrutural e os principais eventos evolutivos associados.
 
 
 
Docente(s) Responsável(eis)
902292 - Gladys Flávia de Albuquerque Melo de Pinna
798626 - Gregório Cardoso Tápias Ceccantini
2734941 - Veronica Angyalossy
 
Programa Resumido
Diversidade e características básicas principalmente dos órgãos vegetativos. Sistema radicular e caulinar (caule e folha). Adaptações a diferentes ambientes.
 
 
 
Programa
1) Diversidade e características básicas dos órgãos vegetativos 2) Sistema radicular: meristema; desenvolvimento; variações morfológicas; diversidade e especializações em contexto filogenético. 3) Sistema caulinar (folha): meristema; desenvolvimento; morfologia externa e interna; diversidade e especializações em contexto adaptativo. 4) Sistema caulinar (caule): meristema; desenvolvimento; morfologia externa e interna; diversidade e especializações em contexto filogenético; teoria Estelar. 5) Sistema caulinar: estruturas reprodutivas. 6) Síntese: Desenvolvimento; adaptações a diferentes ambientes. 7) Discussão sobre a abordagem dos temas conceituais da disciplina na Educação Básica. Obrigatoriedade excursão didática: A excursão realizada durante o curso é OBRIGATÓRIA, visto que a atividade em campo corresponde à 40% da disciplina.
 
 
 
Avaliação
     
Método
Execução de trabalhos práticos extra-classe em grupo, com material coletado nas excursões.
Leitura dirigida de artigos científicos pertinentes.
Debate e discussão de temas de interesse.
Desenvolvimento de trabalho prático e teórico escrito.
Critério
A nota final será calculada por meio da média das notas de todas as atividades pontuadas em escala de 0 a 10. Pesos diferentes à cada atividade serão divulgados, se necessário, no início da disciplina. O aluno será aprovado quando a nota final for igual ou superior a 5,0 (cinco).
Norma de Recuperação
A disciplina não comporta recuperação, visto que suas atividades são predominantemente práticas de laboratório e campo.
 
Bibliografia
     
BELL AD. 1991. Plant form: an ilustrated guide to flowering plant morphology. Oxford University Press, Oxford.
BOLD HC. 1967. Morphology of Plants. Harper & Row. New York.
DICKISON WC. 2000. Integrative plant anatomy. Academic Press, San Diego.
ESAU, K. 1977. Anatomy of Seed Plants. 2a. ed. John Willey & Sons, New York.
EVERT RF. 2006. Esau’s Plant Anatomy. Meristems, Cells, and Tissues of the Plant Body. 3rd. ed. John Wiley & Sons, Inc. New Jersey.
FRIEDMAN WE, MOORE RC, PURUGGANAN MD. 2004. The evolution of plant development. American Journal of Botany 91 (10): 1726-1741.
GARWOOD NC. 1996. Functional morphology of tropical tree seedlings. In. The ecology of tropical forest seedlings (M.D. Swaine, ed) Man and Biosphere Series. The Parthenon Publishing Group, New York, p59-129
GIFFORD EM, FOSTER AS. 1989. Morphology and evolution of vascular plants. W.H. Freeman, New York.
MAUSETH JD. 1988. Plant Anatomy. Benjamin & Cummings, Menlo Park.
MAUSETH JD. 1991. Botany. An introduction to the plant biology. Ed. 2. Saunders College Publishing, Philadelphia.
RAVEN PH, EVERT RF, EICHHORN SE. 2007. Biologia vegetal. 7a ed. Guanabara Koogan, Rio de Janeiro
SOUZA LA. 2003. Morfologia e anatomia vegetal (célula, tecidos, órgãos e plântula). 1. ed. Ponta Grossa, Paraná: Editora da Universidade Estadual de Ponta Grossa.

BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR
APPEZZATO-DA-GLÓRIA B. 2002. Morfologia de sistema subterrâneos: histórico e evolução do conhecimento no Brasil.
ENDRESS PR. 1996. Diversity and evolutionary biology of tropical flowers. Cambridge University Press, Cambridge.
FERRI MG, MENEZES NL, MONTEIRO WR. 1981. Glossário ilustrado de Botânica. Nobel. São Paulo.
FONT QUER, P. 1965. Diccionario de Botánica. Editorial Labor, Barcelona.
GONÇALVES GE, & LORENZI H. 2007. Morfologia Vegetal. Instituto Plantarum de Estudos da Flora. São Paulo.
KRAUS J, ARDUIN M. 1997. Manual básico de métodos Rio de Janeiro.
RADFORD EM. 1974. Vascular Plant Systematics. Harper & Row, New York.
SIMPSON MG. 2006. Plant systematics. Elsevier, Amsterdam.
SOUZA LA, ROSA SM, MOSCHETA IS, MOURÃO KSM, RODELLA RA, ROCHA DC, LOLIS MIGA. 2005. Técnicas e práticas em morfologia e anatomia vegetal. 1. ed. Ponta Grossa: Editora da Universidade Estadual de Ponta Grossa.
STUESSY TF, MAYER V, HÖRANDL E. 2003. Deep Morphology: toward a renaissance of morphology in plant systematic. Gantner Verlag. Liechtenstein.
WEBERLING, F. 1989. Morphology of flowers and inflorescences, Cambridge University Press, Cambridge.
 

Clique para consultar os requisitos para BIB0313

Clique para consultar o oferecimento para BIB0313

Créditos | Fale conosco
© 1999 - 2019 - Superintendência de Tecnologia da Informação/USP