Informações da Disciplina

 Preparar para impressão 
Júpiter - Sistema de Graduação

Instituto de Biociências
 
Genética e Biologia Evolutiva
 
Disciplina: BIO0442 - História da Biologia e Ensino
History of Biology and Teaching

Créditos Aula: 4
Créditos Trabalho: 1
Carga Horária Total: 90 h
Tipo: Semestral
Ativação: 01/01/2013 Desativação:

Objetivos
Analisar e discutir diacronicamente as diferentes teorias sobre os mecanismos de herança dos seres vivos, da Antiguidade à teoria cromossômica, formulada no início do século XX. Fazer uso da metodologia de pesquisa em história da ciência, mediante análise de fontes primárias e secundárias. Identificar e discutir o papel da História da Ciência na formação dos cientistas e dos professores de biologia. Propor abordagens inclusivas de episódios de História da Biologia no ensino.
 
 
 
Docente(s) Responsável(eis)
1452726 - Maria Elice de Brzezinski Prestes
 
Programa Resumido
História das ideias de reprodução e herança, da Antiguidade ao início do século XX. Aplicações contextuais da História da Ciência no Ensino de Biologia.
 
 
 
Programa
Ideias de reprodução e herança na Antiguidade greco-romana e no Renascimento (Hipócrates, Aristóteles, Galeno, Harvey). Teorias sobre geração de organismos nos séculos XVII e XVIII: pré-formação e epigênese (Descartes, Buffon, Needham, Maupertuis, Reaumur, Spallanzani, Bonnet,). Estudos do século XIX sobre os processos de herança (Kölreuter, Gartner, Mendel, Darwin, Galton, Brown-Séquard). Teoria cromossômica (Morgan). Abordagens, tendências e fontes da pesquisa em História da Ciência. Discussões teóricas e estudos de caso do uso da História da Biologia no ensino de Biologia.
 
 
 
Avaliação
     
Método
Participação nas aulas, seminários (duplas) e monografia (individual).
Critério
Média ponderada dos três instrumentos de avaliação.
Norma de Recuperação
Não tem.
 
Bibliografia
     
Allchin, D (2004) Pseudohistory and pseudoscience. Science & Education 13: 179-195.
Castañeda, L A (1992) As idéias pré-mendelianas de herança e sua influência na teoria de evolução de Darwin. Tese (Doutorado) – Instituto de Biologia da Universidade Estadual de Campinas.
Darwin, C (1871) Pangenesis. Nature 3: 502.
Forato, T C M; Moura, B A; Prestes, M E B (2008) Bibliografia sobre a utilização da História e Filosofia da Ciência no Ensino de Ciências e Biologia. Boletim de Filosofia e História da Biologia 2 (3): 4-11. Disponível em http://www.abfhib.org/Boletim/Boletim-HFB-02-n3-Set-2008.pdf.
Martins, L A-C P (1990) Aristóteles e a geração espontânea. Cadernos de História e Filosofia da Ciência [série 2] 2 (2): 213-37, 1990.
_____ (1997) A teoria cromossômica da herança: proposta, fundamentação, crítica e aceitação. Tese (Doutorado em Genética) – Instituto de Biologia da Unicamp.
Martins, R A (1990) Sobre o papel da História da Ciência no ensino. Boletim da Sociedade Brasileira de História da Ciência 9: 3-7.
Matthews, M (1994) Science teaching: the role of history and philosophy of science. New York: Routledge.
Mayr, E (1982) The growth of biological thought: diversity, evolution and inheritance. Cambridge, MA: Belknap.
Olby, R [1966] (1985) Origins of Mendelism. 2ª ed. Chicago: The University of Chicago Press.
Prestes, M E B; Caldeira, A M A (2009) Introdução: a importância da História da Ciência na educação científica. Filosofia e História da Biologia 4: 1-16.
Ramos, M C (2003) Origem da vida e origem das espécies no século XVIII. Scientiae & Studia 1 (1): 43-62.
Silva, C C (org.) (2006) Estudos de história e filosofia das ciências: subsidies para aplicação no ensino. São Paulo: Editora Livraria da Física.
Stubbe, H (1972) History of genetics from prehistoric times to the rediscovery of Mendel’s laws. Cambridge, MA: MIT Press.
 

Clique para consultar os requisitos para BIO0442

Clique para consultar o oferecimento para BIO0442

Créditos | Fale conosco
© 1999 - 2017 - Superintendência de Tecnologia da Informação/USP