Informações da Disciplina

 Preparar para impressão 

Júpiter - Sistema de Gestão Acadêmica da Pró-Reitoria de Graduação


Instituto de Biociências
 
Zoologia
 
Disciplina: BIZ0411 - Peixes: diversidade, taxonomia e identificação
Fishes: diversity, taxonomy and identification

Créditos Aula: 4
Créditos Trabalho: 1
Carga Horária Total: 90 h
Tipo: Semestral
Ativação: 01/01/2020 Desativação:

Objetivos
Fornecer treinamento básico de identificação de espécies de peixes, com ênfase na fauna Neotropical. Apresentar noções gerais, abordagens metodológicas, literatura específica e principais plataformas digitais úteis ao conhecimento da diversidade de espécies de peixes Actinopterygii.
 
 
 
Docente(s) Responsável(eis)
5073710 - Marcelo Roberto Souto de Melo
2103544 - Mônica de Toledo Piza Ragazzo
 
Programa Resumido
Os grandes grupos de peixes atuais: diversidade, características e relações filogenéticas. Os peixes Teleostei: classificação e identificação. Princípios básicos de estudos taxonômicos em peixes: coleções zoológicas; técnicas de coleta, fixação, preservação e manutenção de exemplares; caracteres morfológicos; taxonomia integrativa; pesquisa bibliográfica.
 
 
 
Programa
Os grandes grupos de peixes atuais - Myxiniformes, Petromyzontiformes, Chondrichthyes, Actinopterygii, Dipnoi, Actinistia: diversidade, características e relações filogenéticas. Os peixes Teleostei: classificação e identificação de espécies brasileiras. Diversidade de peixes neotropicais de água doce e marinhos. Princípios básicos de estudos taxonômicos em peixes: trabalhos de revisão taxonômica; pesquisa bibliográfica; lista sinonímica; chaves de identificação; a importância de coleções ictiológicas. Caracteres morfológicos como base de estudos taxonômicos; novas fontes de caracteres: taxonomia integrativa. Prática de campo: noções de coleta, fixação e preservação de exemplares e tecidos para análises moleculares. As aulas serão ministradas principalmente em laboratório e têm como objetivo principal a identificação de peixes pertencentes à diversas categorias taxonômicas, e serão precedidas(os) ou seguidas(os) por introdução expositiva curta e dialogada visando fornecer os elementos teóricos essenciais para a realização das atividades, bem como os princípios básicos envolvidos em estudos taxonômicos em peixes. A disciplina inclui ainda uma viagem de campo para a Base de Pesquisa “Clarimundo de Jesus”, do Instituto Oceanográfico – IOUSP, em Cananéia, SP. O objetivo da viagem é a imersão do aluno nas atividades de identificação de peixes. Durante a viagem de campo, serão realizadas atividades de coletas no estuário de Cananeia e áreas adjacentes utilizando diferentes técnicas de amostragem, visitas às comunidades tradicionais de pescadores e acompanhamento de desembarque pesqueiro, sempre que possível. Os alunos devem ter disponibilidade para dedicação integral ao curso durante o período de duas semanas.
 
 
 
Avaliação
     
Método
Avaliações no início de cada aula referentes ao conteúdo visto no dia anterior. Uma apresentação oral em grupo ao longo do curso. Uma prova final.
Critério
A nota final (0 a 10) será calculada pela média obtida nas diferentes atividades e na prova final. O aluno deverá obter uma nota igual ou superior a cinco (5,0) para obter aprovação na disciplina.
Norma de Recuperação
Não há recuperação
 
Bibliografia
     
Betancur-R. R, Broughton RE, Wiley EO, Carpenter K, López JA, Li C, Holcroft NI, Arcila D, Sanciangco M, Cureton II JC, Zhang F, Buser T, Campbell MA, Ballesteros JA, Roa-Varon A, Willis S, Borden WC, Rowley T, Reneau PC, Hough DJ, Lu G, Grande T, Arratia G, Ortí G. 2013. The Tree of Life and a New Classification of Bony Fishes. PLOS Currents Tree of Life. Edition 1. doi:10.1371/currents.tol.53ba26640df0ccaee75bb165c8c26288. Betancur-R. R, Wiley E. O, Arratia, G, Acero, A, Bailly, N, Miya, M, Lecointre, G, and Ortí, G. 2017. Phylogenetic classification of bony fishes. Evolutionary Biology (2017) 17:162. DOI 10.1186/s12862-017-0958-3 Buckup, P. A., Menezes, N. A. & Ghazzi, M. S. 2007. Catálogo das espécies de peixes de água doce do Brasil. Museu Nacional – Universidade Federal Do Rio de Janeiro, Série Livros no. 23, 195 pp Carpenter, K. E. (ed). 2002. The living marine resources of the Western Central Atlantic. Vols. 1-3. FAO species identification guide for fishery purposes. American Society of Ichthyologists and Herpetologists, Special Publication no. 5. Figueiredo, J. L. & Menezes, N. A. 1978. Manual de peixes marinhos do sudeste do Brasil II. Teleostei (1). Museu de Zoologia da Universidade de São Paulo, São Paulo. 110p. Figueiredo, J. L. & Menezes, N. A. 1980. Manual de peixes marinhos do sudeste do Brasil III. Teleostei (2). Museu de Zoologia da Universidade de São Paulo, São Paulo. Figueiredo, J. L. & Menezes, N. A. 1980. Manual de peixes marinhos do sudeste do Brasil IV. Teleostei (3). Museu de Zoologia da Universidade de São Paulo, São Paulo. Figueiredo, J. L. & Menezes, N. A. 2000. Manual de peixes marinhos do sudeste do Brasil VI. Teleostei (5). Museu de Zoologia da Universidade de São Paulo, São Paulo. 116p. Lévêque, C., T. Oberdorff, D. Paugy, M. L. J. Stiassny, P. A. Tedesco. 2008. Global diversity of fish (Pisces) in freshwater. Hydrobiologia 595: 545-567. Menezes, N. A. & Figueiredo, J. L. 1985. Manual de peixes marinhos do sudeste do Brasil V. Teleostei (4). Museu de Zoologia da Universidade de São Paulo, São Paulo. 105p. Menezes, N. A.; Buckup, P. A.; Figueiredo, J. L & Moura, R. L. 2003. Catálogo das espécies de peixes marinhos do Brasil. Museu de Zoologia da Universidade de São Paulo. Conservation International. 160p. Nelson, J. S. 2006. Fishes of the World. 4ª ed. John Wiley & Sons Inc. Nelson, J. S. ; T. C. Grande & M. V. H. Wilson 2016. Fishes of the World. 5ª ed. John Wiley & Sons Inc. Reis, R. E.; Kullander, S. O. & Ferraris Jr., C. J. 2003. Check list of the freshwater fishes of South and Central America. Edipucrs, Porto Alegre. 729p. Reis, R. E., J. S. Albert, F. Di Dario, M. M. Mincarone, P. Petry and L. A.Rocha. 2016. Fish biodiversity and conservation in South America. Journal of Fish Biology, 89:12–47 Van der Sleen, P & J. S. Albert. 2018. Field Guide to the fishes of the Amazon, Orinoco & Guianas. Princeton University Press, Princeton. 469 pp. Wiley. E. O & G. D. Johnson. 2010. A Teleost classification based on monophyletic groups. In. J. S. Nelson, H.-P. Schultze & M. V. H. Wilson (eds.): pp. 123-182. Origin and Phylogenetic Interrelationships of Teleosts. Verlag Dr. Friedrich Pfeil, München, Germany. Páginas eletrônicas: Eschmeyer, W. N. (ed). Catalog of fishes: genera, species, references. (http://www.calacademy.org/scientists/projects/catalog-of-fishes) Catálogo taxonômico da fauna do Brasil – lista de espécies animais válidas do território brasileiro. (http://fauna.jbrj.gov.br/fauna/listaBrasil/ConsultaPublicaUC/ConsultaPublicaUC.do) Food and Agriculture Organization of the United States – Diversas publicações sobre peixes marinhos do mundo com diagnoses, chaves de identificação, e informações gerais. Clicar em “Publications” e depois “FAO Document Repository” à direita da página. (Como exemplo veja os 3 volumes da publicação (THE LIVING MARINE RESOURCES OF THE WESTERN CENTRAL ATLANTIC FAO 2002-2003) cujos arquivos PDF foram inseridos na pasta da disciplina (FAO – Western Central Atlantic). (http://www.fao.org/home/en/) International Code of Zoological Nomenclature: http://iczn.org/ Biodiversity Heritage Library – (http://www.biodiversitylibrary.org/) Queiroz, LJ, Torrente-Vilara, G, Ohara, WM, Pires, THS, Zuanon, J Doria, CRC (org.) 2013. Peixes do Rio Madeira. Vols. I-III. Dialeto. São Paulo. http://www.santoantonioenergia.com.br/peixesdoriomadeira/
 

Clique para consultar os requisitos para BIZ0411

Clique para consultar o oferecimento para BIZ0411

Créditos | Fale conosco
© 1999 - 2022 - Superintendência de Tecnologia da Informação/USP