Informações da Disciplina

 Preparar para impressão 

Júpiter - Sistema de Gestão Acadêmica da Pró-Reitoria de Graduação


Instituto de Biociências
 
Zoologia
 
Disciplina: BIZ0427 - Introdução ao Estudo dos Cnidários
Introduction to the study of cnidarians

Créditos Aula: 4
Créditos Trabalho: 0
Carga Horária Total: 60 h ( Práticas como Componentes Curriculares = 10 h )
Tipo: Semestral
Ativação: 01/01/2019 Desativação:

Objetivos
Complementar a formação em Zoologia dos alunos, com ênfase no estudo de aspectos da biologia dos Cnidaria e de sua diversidade.
 
 
 
Docente(s) Responsável(eis)
348505 - André Carrara Morandini
 
Programa Resumido
Diversidade dos cnidários com generalidades sobre a sistemática e considerações evolutivas. Ciclos de vida e estratégias para sobrevivência. Cnidaria de interesse aplicado para o homem. Estado do conhecimento sobre o grupo no Brasil. Formação de comunidades recifais de e com corais no litoral do Brasil: águas rasas e mar profundo. Trabalho de campo no litoral para coleta e observação de cnidários vivos. Estudo prático das cnidas.
 
 
 
Programa
A disciplina é dividida em atividades no IBUSP e CEBIMar-USP (1 semana em cada local, durante o mês de JULHO). As atividades no CEBIMar-USP correspondem à uma Atividade didática de campo. 1. Apresentação do curso; Generalidades sobre Cnidaria; Diagnóstico do conhecimento no Brasil. 2. Classificação atual; Ciclos de Vida. 3. Diversidade de Medusozoa. 4. Diversidade de Anthozoa. 5. Estudo dos Nematocistos; Acidentes com cnidários; Novas abordagens nos estudos de Cnidaria. 6. Coleta de plâncton, observação e identificação de cnidários planctônicos. 7. Coleta no ambiente Costão Rochoso, observação e identificação de cnidários coletados. 8. Coleta no ambiente Praia Arenosa, observação e identificação de cnidários coletados. 9. Técnicas de coleta, observação e organização. 10. Apresentação dos seminários, PCC (preparação de textos ou outros materiais de divulgação que tenham aplicação no Ensino de Zoologia), Avaliação do curso.
 
 
 
Avaliação
     
Método
A disciplina é ministrada através de aulas expositivas e práticas. As aulas expositivas são complementadas com atividades de campo. Atividades discentes: Além de participar das aulas teóricas os estudantes devem participar das aulas práticas, o que diz respeito também aos trabalhos de campo no litoral norte do Estado de São Paulo.
Critério
Participação nos trabalhos práticos da disciplina (seminário e PCC) e prova final com consulta.
Norma de Recuperação
Não há recuperação
 
Bibliografia
     
Para: ARAI, M. N. (1997). A Functional Biology of Scyphozoa. Chapman & Hall, London,. xvi, 316 pp. DALY, M.; BRUGLER, M.C.; CARTWRIGHT, P.; COLLINS, A.G.; DAWSON, M.N.; FAUTIN, D.G.; FRANCE, S.C.; MCFADDEN, C.S.; OPRESKO, RODRIGUEZ, E.; ROMANO, S.L.; STAKE, J.L. (2007) The phylum Cnidaria: A review of phylogenetic patterns and diversity 300 years after Linnaeus. Zootaxa, 1668: 127–182. HADDAD JR., V.; SILVEIRA, F.L.; Migotto, A. E. (2010) Skin lesions in envenoming by cnidarians (portuguese man-of-war and jellyfish), etiology and severity of accidents on the Brazilian coast. Revista do Instituto de Medicina Tropical de São Paulo, 52(1): 47-50. HETZEL, B. & BARREIRA e CASTRO, C. (1994) Corais do sul da Bahia. Editora Nova Fronteira, Rio de Janeiro.189 p.HICKMAN, C.P.; ROBERTS, L.S. & LARSON, A. (2003) Capítulo 13. Animais Radiais: Filo Cnidaria, Filo Ctenophora. In: Princípios integrados de zoologia. p. 239-264. Editora Guanabara Koogan S.A., Rio de Janeiro. HUGHES, R.N. (1989) A functional Biology of Clonal Animals. Chapman & Hall, London pp. 1-329. MIGOTTO, A.E.; MARQUES, A.C.; MORANDINI, A.C. & SILVEIRA, F.L. da (2002) Checklist of the Cnidaria Medusozoa of Brazil. Biota Neotropica, 2(1): 1-35. MMA/MBF (2003). Atlas dos recifes de corais nas unidades de conservação brasileiras. Brasilia, MMA/MBF. 117 p.. MORANDINI, A.C.; ASCHER, D.; STAMPAR, S.; FERREIRA, J.F. (2005) Cubozoa e Scyphozoa (Cnidaria: Medusozoa) de águas costeiras do Brasil. Iheringia, Série Zoologia, 95(3):281-294. MORANDINI, A. C. & STAMPAR, S. N. (2016) Cnidaria. Seção A. Aspectos gerais. In: A. FRANSOZO & M. L. NEGREIROS-FRANSOZO (Eds), Zoologia dos Invertebrados. Guanabara Koogan, Rio de Janeiro, pp. 118-136. OLIVEIRA, O. M. P., et. al. (2016) Census of Cnidaria (Medusozoa) and Ctenophora from South American marine waters. Zootaxa, 4194: 1-256. SILVEIRA, F.L. DA & SCHLENZ, E. (1999) Capítulo 2. Cnidários.In: ISMAEL, D.;VALENTI, W.C.; MATSUMURA-TUNDISI, T & ROCHA, O. (eds.) Biodiversidade do Estado de São Paulo. Síntese do conhecimento ao final do século XX. 4: invertebrados de água doce. São Paulo, FAPESP. p. 11-15. WOOD, E. (1983) Reef corals of the world. T.H.F. Publications, Neptune page 251p.
 

Clique para consultar os requisitos para BIZ0427

Clique para consultar o oferecimento para BIZ0427

Créditos | Fale conosco
© 1999 - 2021 - Superintendência de Tecnologia da Informação/USP