Informa??es da Disciplina

 Preparar para impressão 
Júpiter - Sistema de Graduação

Instituto de Ciências Biomédicas
 
Parasitologia
 
Disciplina: BMP0219 - Parasitologia Básica
Basic Parasitology Applied to Midwifery

Créditos Aula: 3
Créditos Trabalho: 0
Carga Horária Total: 45 h
Tipo: Semestral
Ativação: 01/01/2020 Desativação:

Objetivos
A disciplina deve instrumentalizar o aluno no âmbito da atenção básica para os protozoários e helmintos causadores das principais endemias parasitárias no Brasil, em especial atenção a prevenção, diagnóstico e tratamento. Parasitologia Médica: tem por objetivo discutir conhecimentos fundamentais sobre morfologia, biologia e, em especial, ciclo evolutivo dos parasitos de importância médica no Brasil, para que os estudantes compreendam os mecanismos de transmissão e fisiopatogenia, interação parasito/hospedeiro e métodos de diagnóstico e controle. Conhecer programas e protocolos assistenciais voltados à promoção da saúde de mulheres grávidas, desenvolvidos pelos profissionais de saúde na atenção básica no contexto da saúde pública de prevenção e controle. Desenvolver a capacidade de análise crítica, a criatividade e espontaneidade no planejamento de propostas de intervenção a curto, médio e longo prazo às mulheres e famílias no âmbito da Saúde Pública.
 
 
 
Docente(s) Responsável(eis)
3214870 - Gerhard Wunderlich
1381540 - Margareth de Lara Capurro Guimaraes
 
Programa Resumido
A trajetória das doenças parasitárias e os desafios na prevenção e controle. Estratégias diagnosticas e desenvolvimento de novos produtos. Pró-atividade na busca do conhecimento independente baseado em evidências. Raciocínio clínico baseado em casos reais.
 
 
 
Programa
Aspectos biológicos, patológicos e epidemiológicos da Parasitologia. Conhecimentos básicos sobre as principais endemias parasitárias do Brasil. Mecanismos de transmissão e profilaxia das parasitoses. Tratamento e programas de controle integrado das grandes endemias parasitárias. 1. Doenças causadas por protozoários: Doença de Chagas, Leishmanioses cutânea e visceral, Malária, Toxoplasmose, Parasitoses oportunistas e emergentes, parasitoses intestinais, parasitoses transmitidas sexualmente (Tricomoníase). 2. Doenças causadas por helmintos: Parasitoses Intestinais (Enterobiose, Ascaridíase, Tricuríase, Ancilostomose e Teníase), parasitoses linfáticas e teciduais (Filarioses, Esquistossomose e Cisticercose) e parasitoses acidentais e emergentes. Conteúdo abordado a. Parasitos causadores de doenças importantes no ser humano. b. Aspectos estruturais, nutrição e metabolismo c. Ciclos de vida. d. Estabelecimento da infecção e sobrevivência nos hospedeiros e. Relação parasito-hospedeiro. f. Respostas do hospedeiro à presença do parasito g. Mecanismos de escape do parasito às defesas do hospedeiro h. Mecanismos de patogenicidade i. Vetores, transmissão e controle integrado j. Tratamento (alvos e mecanismos de ação) e resistência a drogas usadas na terapia de parasitoses k. Diagnóstico: métodos parasitológicos, moleculares e imunológicos l. Controle integrado de parasitoses
 
 
 
Avaliação
     
Método
Será utilizada metodologia participativa e problematizadora no processo de ensino-aprendizagem. A nota final da disciplina será o resultado de avaliações teóricas, bem como de participação ativa nas aulas teóricas, nas atividades teórico-práticas, nos estudos de caso e elaboração de propostas envolvendo diferentes aspectos do estudo de parasitas.
Critério
Média ponderada dos itens de avaliação. O aluno será aprovado se a média final for maior ou igual a 5 (cinco) e tiver frequência maior ou igual a 70%. A Avaliação 1 se constitui de notas de diversas categorias. - Provas escritas (P1 e P2 – conteúdo acumulativo) = 70% (35% cada prova). O aluno que perder uma das provas escritas, terá o direito a Prova Substitutiva. - Estudo de Casos = 10% - Gincana = 10% - Atividade de conclusão de disciplina - Parasitas, Gravidez e Bebes = 10% Serão considerados aprovados os estudantes que obtiverem média final igual ou superior a cinco (5,0). Serão considerados reprovados na Disciplina, sem direito à Recuperação, os estudantes que obtiverem média final inferior a três (3,0).
Norma de Recuperação
Após a Avaliação 1, os estudantes reprovados com média entre três (3,0) e quatro e nove (4,9) serão submetidos à Prova de Recuperação, a ser realizada no mesmo semestre letivo. A Prova de Recuperação (Avaliação 2), será constituída de obtenção de 75% dos certificados da atividades-aula de recuperação (Curso on-line) e a Prova teórica presencial. Após a prova de recuperação, os estudantes serão considerados reprovados se obtiverem média abaixo de ou igual a quatro e nove (4,9) e aprovados se a média for igual ou superior a cinco (5,0). A nota da prova de recuperação é a nota final.
 
Bibliografia
     
1) Parasitologia- Luís REY - Ed. Guanabara Koogan - 3ª Edição. 2) Bases da Parasitologia Médica - Luís REY - Ed. Guanabara Koogan - 2ª Edição. 3) Foundations of Parasitology - S. SCHMIDT & L. ROBERTS - 6ª. Edição. 4) Parasitologia Médica - Samuel PESSOA - Ed. Guanabara Koogan - 11ª. Edição. 5) Fundamentos Biológicos da Parasitologia Humana - Marcelo U. FERREIRA, Annete S. FORONDA, Teresinha T. S. SCHUMAKER - 1ª. Edição. Artigos científicos diversos
 

Clique para consultar os requisitos para BMP0219

Clique para consultar o oferecimento para BMP0219

Créditos | Fale conosco
© 1999 - 2020 - Superintendência de Tecnologia da Informação/USP