Informa??es da Disciplina

 Preparar para impressão 
Júpiter - Sistema de Graduação

Instituto de Relações Internacionais
 
Bacharelado em Relações Internacionais
 
Disciplina: BRI0016 - Análise de Política Externa
Foreign Policy Analysis

Créditos Aula: 4
Créditos Trabalho: 0
Carga Horária Total: 60 h
Tipo: Semestral
Ativação: 01/01/2010 Desativação:

Objetivos
O curso tem como objetivo apresentar o campo de estudo de Análise de Política Externa, as principais abordagens e recursos analíticos. A proposta é fornecer instrumental teórico e metodológico para que os alunos possam analisar a política externa, a partir da discussão das teorias de Relações Internacionais.
 
 
 
Docente(s) Responsável(eis)
102122 - Amâncio Jorge Silva Nunes de Oliveira
2795189 - Janina Onuki
3495374 - Pedro Feliú Ribeiro
 
Programa Resumido
Análise de Política Externa: abordagens teóricas. Conceitos fundamentais. Teorias de Relações Internacionais e APE. Primeira e Segunda Geração de APE. Processo decisório. Atores e instituições na política externa. Abordagens teóricas (político-burocrática, cognitiva, alternativas).
 
 
 
Programa
1. O surgimento do campo de estudo da Análise de Política Externa (APE)
2. O debate entre Teorias de RI e APE
3. Análise de Política Externa: balanço da literatura
4. Debate metodológico: a Primeira e Segunda Geração de APE
5. Conceitos fundamentais da APE
6. O processo decisório em política externa
7. Abordagem político-burocrática
8. Abordagem cognitiva
9. Desenho institucional e política externa
10. Grupos de Interesse e política externa
11. Atores sociais, opinião pública e política externa.
12. Abordagens alternativas da Análise de Política Externa
 
 
 
Avaliação
     
Método
Aulas expositivas, seminários e leituras orientadas.
Critério
De acordo com o artigo 81 do Regimento Geral da USP.
Norma de Recuperação
De acordo com o Regimento Geral da USP.
 
Bibliografia
     
HUDSON, Valerie (2004). Foreign Policy Analysis: actor-specific theory and the ground of International Relations: a comprehensive survey. Addison Werley Publishing Company.
STEIN, Rynning & GUZZINI, Stefano (2002). Realism and Foreign Policy Analysis. Mimeo.
HERMANN, Charles (1990). “Changing course: when government choose to redirect foreign policy?” International Studies Quarterly, nº 34, pp. 3-21.
NEACK, Laura; HEY, Jeanne & HANEY, Patrick (eds.) (1999). Foreign Policy Analysis: continuity and changes in its seconds generation. Miami: Miami University Press.
HERMANN, Margareth (2001). “How decision units shape foreign policy: a theoretical framework”. International Studies Review. Special Issue.
ROSENAU, James (ed.). (1969). International Politics and Foreign Policy. NY: The Free Press.
LIGHT, Margot & GROOM, A. J. R. (1985). International Relations: a Handbook of Current Theory. London: Frances Pinter and Boulder.
HILL, Christopher. The Changing Politics of Foreign Policy. London: Palgrave Macmillan, 2003.
NEACK, Laura (2003). The New Foreign Policy – US and Comparative Foreign Policy in the 21st Century. Oxford: Rowman & Littlefield Publ.
SNYDER, R. C.; BRUCK, H. W. & SAPIN, B. (eds.) (1962). Foreign Policy Decision Making – An approach to the Study of International Politics. New York: Free Press.
 

Clique para consultar os requisitos para BRI0016

Clique para consultar o oferecimento para BRI0016

Créditos | Fale conosco
© 1999 - 2020 - Superintendência de Tecnologia da Informação/USP