Informações da Disciplina

 Preparar para impressão 
Júpiter - Sistema de Graduação

Instituto de Relações Internacionais
 
Bacharelado em Relações Internacionais
 
Disciplina: BRI0043 - Temas de Análise da Política Externa Brasileira
Issues of Brazilian Foreign Policy Analysis

Créditos Aula: 4
Créditos Trabalho: 0
Carga Horária Total: 60 h
Tipo: Semestral
Ativação: 01/01/2015 Desativação:

Objetivos
O objetivo do curso é estudar a Política Externa Brasileira do ponto de vista dos conceitos e da sua estrutura decisória, discutindo temas que marcam a evolução da política externa e a construção de identidade do Brasil no cenário internacional.
O curso está dividido em duas grandes seções. As quatro primeiras aulas passam em revista a evolução da política externa, do ponto de vista da construção do campo de estudo no Brasil e das interpretações gerais sobre a Política Externa Brasileira. Haverá uma introdução sobre a formulação e implementação da política externa, do ponto de vista conceitual e específico.
A segunda parte do curso trata de discutir as principais arenas de inserção do Brasil, desde o multilateralismo a iniciativas de cooperação bilateral.
 
 
 
Docente(s) Responsável(eis)
2795189 - Janina Onuki
 
Programa Resumido
O campo de estudos da Política Externa Brasileira (PEB). Repensando formulação e implementação da Política Externa. Identidade e Política Externa Brasileira. Política Externa e Instituições Democráticas. Política Externa e Multilateralismo. Política Externa e Cooperação Internacional. Política Externa e Integração Regional. Política Externa e Políticas Públicas.
 
 
 
Programa
Aula 1 – Análise de Política Externa – instrumentos e níveis de análise
Aula 2 – A construção do campo de estudos sobre a Política Externa Brasileira (PEB)
Aula 3 – Repensando formulação e implementação da Política Externa.
Aula 4 – A construção de uma Identidade da Política Externa Brasileira.
Aula 5 – Política Externa e Instituições Democráticas.
Aula 6 – Primeira prova (escrita).
Aula 7 – Política Externa e ações no campo multilateral.
Aula 8 – Política Externa e os desafios da Cooperação Internacional Sul-Sul.
Aula 9 – Política Externa e os projetos de Integração Regional.
Aula 10 – Política Externa e Políticas Públicas.
Aula 11 – A influência das elites e da opinião pública na PEB.
Aula 12 – A difusão de novas tecnologias sociais na PEB.
Aula 13 – Discussão dos trabalhos
Aula 14 – Discussão dos trabalhos
Aula 15 – Segunda prova (escrita)
 
 
 
Avaliação
     
Método
Prova escrita, trabalho e participação em seminários de discussão, conforme atividades previstas no parágrafo 1º do artigo 65 do Regimento Geral da USP.
Critério
Conforme artigos 81 a 84 do Regimento Geral da USP, as notas variarão de zero a dez e para ser aprovado o aluno deverá obter nota final igual ou superior a cinco e ter, no mínimo, setenta por cento de frequência na disciplina.
Norma de Recuperação
Poderão participar da recuperação os alunos que alcançarem média final mínima 3,0 e frequência mínima de 70%, em conformidade com a Resolução CoG nº 3583.
 
Bibliografia
     
ARBILLA, José María, 2000. Arranjos Institucionais e Mudança Conceitual nas Políticas Externas Argentina e Brasileira (1989-1994). Contexto Internacional, vol. 22, n. 02, julho-dezembro.

CASON, Jeffrey & POWER, Timothy, 2009. Presidentialization, Pluralization, and Rollback of Itamaraty: explaining foreign policy making in the Cardoso-Lula Era. International Political Science Review, vol. 30, nº 2, pp. 117-140.

HIRST, Monica; LIMA, Maria Regina Soares de & PINHEIRO, Leticia, 2010. A política externa brasileira em tempos de novos horizontes e desafios. Nueva Sociedad, dezembro, pp. 22-41.

HURRELL, Andrew, 2004. Working with Diplomatic Culture: Some Latin American and Brazilian Questions. Paper prepared for ISA Meeting, Montreal, March.

LIMA, Maria Regina Soares de, 2000. Instituições democráticas e política exterior. Contexto Internacional, vol. 22, nº 2, pp. 365-303.

LIMA, Maria Regina Soares de, 2005. A política externa brasileira e os desafios da cooperação Sul-Sul. Revista Brasileira de Política Internacional, vol. 48, nº 1, pp. 24-59.

ONUKI, Janina & OLIVEIRA, Amâncio, 2006. Eleições, política externa e integração regional. Revista de Sociologia e Política, nº 27, pp. 3-29.

PIMENTADE FARIA, Carlos Aurélio, 2008. Opinião pública e política externa: insulamento, politização e reforma na produção da política exterior do Brasil. Revista Brasileira de Política Internacional, vol. 51, nº 2, julho-dezembro, pp. 80-97.

PINHEIRO, Leticia, 2000. Traídos pelo Desejo: um ensaio sobre a teoria e a prática da política externa brasileira contemporânea, Contexto Internacional, vol.22, nº 2, Julho/Dezembro, pp.305-335.

VIGEVANI, Tullo & CEPALUNI, Gabriel, 2007. A Política Externa de Lula da Silva: a estratégia da autonomia pela diversificação. Contexto Internacional, vol. 29, nº 2, julho/dezembro, pp. 273-335.
 

Clique para consultar os requisitos para BRI0043

Clique para consultar o oferecimento para BRI0043

Créditos | Fale conosco
© 1999 - 2017 - Superintendência de Tecnologia da Informação/USP