Informações da Disciplina

 Preparar para impressão 
Júpiter - Sistema de Graduação

Instituto de Relações Internacionais
 
Bacharelado em Relações Internacionais
 
Disciplina: BRI0048 - Economia Política Internacional
International Political Economy

Créditos Aula: 4
Créditos Trabalho: 0
Carga Horária Total: 60 h
Tipo: Semestral
Ativação: 01/01/2015 Desativação:

Objetivos
A disciplina destina-se a dar aos estudantes, simultaneamente, uma visão ampla e profunda das relações econômicas internacionais. O curso busca desenvolver uma compreensão da política internacional a partir da literatura em relações internacionais, política comparada e economia.São apresentados alguns entre os principais temas de Economia Política Internacional (EPI), onde variáveis políticas e econômicas são utilizadas para explicar os fenômenos internacionais. Para o estudo da EPI, é necessário retomar conceitos e teorias relacionados com as questões fundamentais da economia política internacional, como o comércio internacional, as finanças, a política monetária e fiscal, o investimento estrangeiro, a globalização, o desenvolvimento, a ajuda externa e cooperação internacional.
A disciplina tem também como objetivo apresentar e discutir a metodologia aplicada nestas áreas através da leitura de artigos que exemplifiquem estudos que combinam variáveis políticas e econômicas, o que será feito na segunda parte das aulas semanais.
 
 
 
Docente(s) Responsável(eis)
598407 - Adriana Schor
2121493 - Maria Antonieta Del Tedesco Lins
 
Programa Resumido
Tendo em conta que os estudantes já terão conhecimentos de Economia e Ciência Política, o curso de Economia Política Internacional apresenta visões mais aprofundadas e enfoque multidisciplinar acerca de temas como o comércio internacional, as finanças, a política monetária e fiscal, o investimento estrangeiro, a globalização, o desenvolvimento, a ajuda externa e cooperação internacional.
O programa está centrado em dois grandes blocos: o comércio internacional e as relações monetárias e financeiras internacionais. O programa básico tem uma estrutura generalista, de forma a permitir ao docente moldar o curso em função de diferentes interesses e temas que venham a ser pertinentes ao longo do tempo.
 
 
 
Programa
1. Introdução: O que é Economia Política Internacional?
2. Economia política do comércio internacional
3. Teoria de comércio e coalizões
4. Instituições internacionais e comércio: o GATT / OMC e os acordos regionais de comércio
5. Taxas de câmbio, mobilidade de capital e política macroeconômica
6. Instrumentos de política monetária e fontes de pressão: dilema doméstico x externo
7. Crises financeiras e cambiais e políticas de ajustamento em países emergentes
8. Desenvolvimentos monetários internacionais e o poder dos estados
9. A economia política das organizações internacionais
 
 
 
Avaliação
     
Método
Aulas expositivas, seminários, exercícios práticos e leituras orientadas. Compatíveis com as atividades exigidas dos alunos, conforme inciso 1º do artigo 65 do Regimento Geral da USP.
Critério
Conforme artigos 81 a 84 do Regimento Geral da USP, as notas variarão de zero a dez e para ser aprovado o aluno deverá obter nota final igual ou superior a cinco e ter, no mínimo, setenta por cento de frequência na disciplina.
Norma de Recuperação
Poderão participar da recuperação os alunos que alcançarem média final mínima 3,0 e frequência mínima de 70%, em conformidade com a Resolução CoG nº 3583.
 
Bibliografia
     
Alt, James, Jeffrey Frieden, Michael Gilligan, DaniRodrik e Ronald Rogowski (1996).“The Political Economy of International Trade.” Comparative Political Studies 29 (6): 689-717

Barton, J.; Goldstein, J.; Josling, T. & Steinberg, R. (2006) The Evolution of the Trade Regime: politics, law, and economics of the GATT and the WTO. Princeton University Press. Capítulos 1 e 2.

Broz, J. Lawrence and Frieden, Jeffry, "The Political Economy of International Monetary Relations," Annual Review of Political Science 4 (2001): 317-343

Bueno de Mesquita, B. (2010). Principles of International Politics 4ª edição CQ Press, Washington.

Calvo, Guillermo, Mishkin, Frederic S. (2003) The Mirage of Exchange Rate Regimes for Emerging Market Countries.NBER Working Paper 9808, June 2003. (http://www.nber.org/papers/w9808)

Cohen, Benjamin J. (2008) The international monetary system: diffusion and ambiguity. International Affairs 84:3, p.455-470

Cohen, Benjamin J. (2008) International Political Economy: An Intellectual History Princeton University Press.

Dailami, Mansoor e Paul Masson (2009).The Multi-polar International Monetary System.World Bank. Policy Research Working Paper 5147, December 2009

Dooley, Michael P.; Folkerts-Landau, David; Garber, Peter (2009) Bretton Woods II Still Defines The International Monetary System; NBER Working Paper 14.731, Cambridge MA, February

Eichengreen, Barry. Globalizing Capital.A history of the international monetary system.2nd edition. Princeton University Press, 2008, Chapter 6: Brave New Monetary World.

Eichengreen, Barry (2011) Exorbitant Privilege: The Rise and Fall of the Dollar and the Future of the International Monetary System. Oxford University Press

Frieden, Jeffry A., Global Capitalism. Disponível também em português: Frieden, J. A. Capitalismo Global. História econômica e política do século XX. Rio de Janeiro: Zahar, 2008

Frieden, Jeffry A. e David A. Lake (2000) International political economy: perspectives on global power and wealth.

Gilpin, Robert (2001). Global Political Economy: understanding the international economic order. Princeton University Press.

Hausmann, R. and Velasco, A. (2004) The causes of financial crises: moral failure versus market failure. Kennedy School of Government, Harvard University.

Hoekman, B. e Kostecki, M. (2001) The Political Economy of the World Trade System: The WTO and Beyond. 2nd Edition. Oxford University Press.

Martinez-Diaz, Leonardo (2007) The G-20 after eight years. How effective a vehicle for developing country influence? The Brookings Institution. Global Economy and Development Working Paper N 12. October.

Moravcsik, A. (1993). “Introduction: integrating international and domestic theories of international bargaining” in Evans, P. B., H. K. Jacobson e R. D. Putnam (eds) Double-edged diplomacy: international bargaining and domestic politics. University of California Press, California.

Reinhart, Carmen M. & Kenneth S. Rogoff. (2009) This Time Is Different: Eight Centuries of Financial Folly. Princeton University Press.

Schumkler, Sergio L. (2010) Financial Globalization: Gain and Pain for Developing Countries, Cap 18 de Frieden, Jeffry A. e David A. Lake International political economy: perspectives on global power and wealth. 5th edition, W.W. Norton and Company
 

Clique para consultar os requisitos para BRI0048

Clique para consultar o oferecimento para BRI0048

Créditos | Fale conosco
© 1999 - 2017 - Superintendência de Tecnologia da Informação/USP