Informa??es da Disciplina

Júpiter - Sistema de Graduação

Escola de Comunicações e Artes
 
Artes Cênicas
 
Disciplina: CAC0547 - Poéticas do Corpo e da Voz II
Body and Voice Poetics II

Créditos Aula: 8
Créditos Trabalho: 0
Carga Horária Total: 120 h ( Práticas como Componentes Curriculares = 30 h )
Tipo: Semestral
Ativação: 01/01/2010 Desativação:

Objetivos
1. Levar o aluno a descobrir, reconhecer e construir seus potenciais do corpo - sua anatomia, estrutura, forma e volume - e da voz - nos campos do silêncio e do ruído, do som e do sentido.
2. Levar o aluno a compreender o corpo e a voz como fontes de linguagem.
3. Estimular a flexibilização do tônus corporal e vocal, para a aquisição de elasticidade.
4. Levar o aluno ao domínio das relações entre peso e leveza, para o equilíbrio corporal e sua conexão com a voz.
5. Proporcionar experiências cênicas do corpo e da voz.
 
 
 
Docente(s) Responsável(eis)
1141413 - José Batista Dal Farra Martins
 
Programa Resumido
Domínio e flexibilização do tônus corporal e vocal. Direcionamentos pelos apoios e linhas de força. O corpo e a voz no espaço. Articulação do corpo e da voz.
 
 
 
Programa
1. Roteiros de Afinação do Corpo e da Voz.
2. Noção de transporte: direcionamentos pelos apoios e linhas de força.
3. Domínio e flexibilização do tônus corporal e vocal.
4. Sustentação das salas de ar: superior, média e inferior.
5. Impulso respiratório: costo-diafragmático-abdominal.
6. Ações da respiração: elástica, frenagem e impulso.
7. Corpo e Voz no espaço: níveis, direções e sentidos; intensidade, volume e projeção.
8. Relações entre articulação, ressonância e dicção: forma e forma da voz. Clareza e fluência.
9. A pausa como impulso da ação do corpo e da voz.
10. Criatividade e improviso do corpo e da voz: silêncio, ruído, som e palavra.
11. Aspectos Pedagógicos das Poéticas do Corpo e da Voz.

 
 
 
Avaliação
     
Método
A disciplina é prática e teórica, buscando-se constantemente as conexões destes dois campos. O aspecto técnico se articula ao poético, em abordagem dirigida do coletivo para o individual, que elege o jogo e a improvisação como estratégias. Os alunos são estimulados a preparar seminários e a realizar pesquisas de campo.
Critério
1. Frequência.
2. Presença.
3. Desempenho.
4. Cooperação.
5. Realização de tarefas.
Norma de Recuperação
Não há.
 
Bibliografia
     
ALEXANDER, Gerda. Eutonia. São Paulo: Martins Fontes, 1979.
AZEVEDO, Sônia Machado de. O Papel do Corpo no Corpo do Ator. São Paulo: Editora Perspectiva S.A., 2002.
CAMPIGNION, P. Respir-Ações. São Paulo: Summus Editorial Ltda., 1998.
GAINZA, V. Hemsy de. Conversas com Gerda Alexander. São Paulo: Summus, 1997.
GOLDSTEIN, N. Versos, Sons, Ritmos. São Paulo: Editora Ática, 1985.
GROTOWSKI, J. Em Busca de um Teatro Pobre. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1987.
LUGO, M. R. e BAUTISTA, F. M. Guía Ilustrada para el Entrenamiento Vocal de Actores. In: Máscara.
Cuadernos Latinoamericanos de Reflexión sobre Escenologia. Ano 2. Nº 4/5. México, abril de 1991.
MÄRTZ, M. L. W. Preparação Vocal do Ator. In: FERREIRA, L. P. e SILVA, M. A. A. Saúde Vocal.
São Paulo: Editora ROCA, 2002.
PINHO, S. M. P. Fundamentos em Fonoaudiologia. São Paulo: Guanabara Koogan, 1998.
SOBOTTA, J. E BECHER, H. Atlas de Anatomia Humana. Rio de Janeiro: Editora Guanabara Koogan S.A., 1977.
 

Clique para consultar os requisitos para CAC0547

Clique para consultar o oferecimento para CAC0547

Créditos | Fale conosco
© 1999 - 2019 - Superintendência de Tecnologia da Informação/USP