Informações da Disciplina

Júpiter - Sistema de Gestão Acadêmica da Pró-Reitoria de Graduação


Escola de Comunicações e Artes
 
Artes Cênicas
 
Disciplina: CAC0574 - Poéticas do Corpo e da Voz III
Body and Voice Poetics III

Créditos Aula: 4
Créditos Trabalho: 0
Carga Horária Total: 60 h
Tipo: Semestral
Ativação: 01/01/2011 Desativação:

Objetivos
1. Desenvolver um processo que envolve a composição e o desempenho da palavra cênica, buscando-se uma síntese entre clareza e fluência.
2. Estimular os potenciais criativos do corpo, da voz e da palavra.
3. Pesquisar e provocar poéticas com o corpo criativo e a voz criativa, nos campos do sujeito lírico e dramático.
 
 
 
Docente(s) Responsável(eis)
2559060 - Yedda Carvalho Ribéra
 
Programa Resumido
Fatores corpóreo-vocais. Potenciais da voz e do corpo
cênicos. Imagens e Ações. Sujeitos da voz. Improviso corporal e vocal.
 
 
 
Programa
1. Fatores corpóreo-vocais : fisiológicos, energéticos e imagéticos.
2. Preparação, ação e sustentação: criação de rotina coletiva.
3. Potenciais da voz cênica: respiração, intensidade, flexibilidade tonal, ressonância,articulação, dicção, volume, projeção, duração, pausas, velocidade e ritmo.
4. Potenciais do corpo cênico: dinâmicas e poéticas especificas.
5. Sonoridade das palavras e sua relação com os significados, as imagens e as ações da fala poética.
6. O sujeito lírico. O tempo em suspensão. Atmosfera e imagens.
7. Improviso vocal dentro do universo lírico, utilizando-se os potenciais da voz.
8. Sonoridade das palavras e sua relação com os significados, as imagens e as ações da fala dramática.
9. Improviso corporal e vocal dentro do universo dramático, utilizando-se os potenciais do corpo e da voz.
10. O sujeito dramático. O ator como síntese das polaridades lírica e dramática.
11. Estratégias de escuta e apropriação do texto dramático.
12. Ação do corpo-voz no campo do jogo dramático.
13. Encenação da voz.
 
 
 
Avaliação
     
Método
A disciplina é prática e teórica, buscando-se constantemente as conexões destes dois campos. Deseja-se um equilíbrio entre os enfoques de pesquisa e criação - exploração do treinamento físico-vocal (“ficção pedagógica”) e composição pessoal - unificados pelo princípio “preparação, ação e sustentação”. Além disso, os alunos são estimulados a preparar seminários e a realizar pesquisas de campo.
Critério
1. Desempenho cotidiano do aluno
2. Realização de tarefas
3. Atuação em seminários
4. Relatórios
5. Exercício prático final
Norma de Recuperação
Não há.
 
Bibliografia
     
BANU, G. De la Parole aux Chants. Paris: Actes Sud, Papiers, 1995.
BENJAMIN, W. Textos Escolhidos. Que é o Teatro Épico? São Paulo: Editora Abril Cultural, 1975.
BERRY, C. Voice and the Actor. Londres: Harrap London, 1973.
BONFITTO, M. O ator compositor. François Delsarte: da representação à expressão. São Paulo: Editora Perspectiva, 2002, pp. 1-9.
GAYOTTO, L. H. Voz: Partitura da Ação. São Paulo: Summus Editorial, 1997.
GROTOWSKI, J. Ordem Externo, Intimidad Interna. In MÁSCARA. Cuadernos Latinoamericanos de Reflexión sobre Escenologia. Páginas 189 a 201. Ano 2. Nº 4/5. México, abril de 1991.
LINKLATER, K. Freeing the Natural Voice. New York: Drama Book Publishers, 1976.
PAVIS, Patrice. Análise dos Espetáculos. Voz, Música e Ritmo. São Paulo: Perspectiva, 2003, pp. 121-129.
PEREIRA, Sayonara. Rastros do Tanztheater no processo criativo de ES-BOÇO. São Paulo: Anablume, 2010.
ROSENFELD, A. O Teatro Épico. São Paulo: Editora Perspectiva, 1985.
SALLES, Cecília Almeida. Gesto Inacabado – Processo de Criação Artística. São Paulo: Annablume/FAPESP: 2002.
 

Clique para consultar os requisitos para CAC0574

Clique para consultar o oferecimento para CAC0574

Créditos | Fale conosco
© 1999 - 2020 - Superintendência de Tecnologia da Informação/USP