Informações da Disciplina

Júpiter - Sistema de Graduação

Escola de Comunicações e Artes
 
Artes Plásticas
 
Disciplina: CAP0168 - Metodologias do Ensino das Artes Visuais I com Estágios Supervisionados
Visual Arts Teaching Methodology with Supervised Traineeship I

Créditos Aula: 4
Créditos Trabalho: 3
Carga Horária Total: 150 h ( Estágio: 65 h , Práticas como Componentes Curriculares = 15 h )
Tipo: Semestral
Ativação: 01/01/2019 Desativação:

Objetivos
A disciplina tem como objetivos o reconhecimento e a assunção, por parte do futuro professor, do seu projeto poético-pedagógico, o paulatino ingresso no ofício docente e o desenvolvimento de competências necessárias à profissionalização e à prática educativa criadora. O estudante analisa as diretrizes curriculares nacionais, estaduais e municipais para o ensino da arte; desenvolve estudos teóricos e práticos voltados à gestão do ensino e da aprendizagem; realiza estágios de observação em Educação Infantil e anos iniciais do Ensino Fundamental; analisa os dados coletados e levanta hipóteses de trabalho que levem em consideração os sujeitos e os contextos observados.
 
 
 
Docente(s) Responsável(eis)
1662495 - Sumaya Mattar
 
Programa Resumido
Espaço teórico-­prático de formação de educadores para a docência da arte, tendo como eixo central o exercício do pensamento crítico, reflexivo e criador alimentado por estudos teóricos, exercícios poéticos, pesquisa-­ação, experimentação didática e trabalho colaborativo.
 
 
 
Programa
a. O projeto poético-­pedagógico do professor de arte. b. Fundamentos teórico-­poéticos da aprendizagem artística. c. O professor de arte como artista e pesquisador. d. A aula de arte como espaço de encontro e construção humana. e. A cultura e o contexto social dos educandos e a construção do currículo.. f. A profissionalização do professor de arte e os desafios da profissão. g. Diretrizes curriculares nacionais, estaduais e municipais para o ensino da arte. h. Gestão pedagógica. i. Projeto politico-pedagógico. J. Análise e estudo aprofundados sobre os processos de aprendizagem artística nas artes visuais, para que os futuros professores possam desenvolver métodos para ensiná-la a crianças e adolescentes da Educação Básica
 
 
 
Avaliação
     
Método
Aulas dialogadas, discussões em grupos, trabalhos práticos e teóricos individuais e coletivos, pesquisa-ação..
Critério
A avaliação dar-se-á durante todo o processo de forma contínua e cumulativa. Serão considerados os seguintes aspectos: assiduidade, pontualidade; participação nas discussões, experiências e atividades desenvolvidas; realização de exercícios, leituras e trabalhos propostos e cumprimento do estágio de observação.
Norma de Recuperação
Dada a natureza prático-reflexiva da disciplina, não há possibilidade de recuperação..
 
Bibliografia
     
BARBOSA, Ana Mae. A Imagem no Ensino da Arte: anos oitenta e novos tempos. São Paulo: Perspectiva, 2005. BONDÍA, Jorge Larrosa. “Notas sobre a experiência e o saber de experiência”. Revista Brasileira de Educação nº 19, Rio de Janeiro: ANPED, 2002, pp. 20-­28. _______, Jorge. ¿Para qué nos serven los extranjeros?. Educação & Sociedade, Ago 2002, ano XXIII, n. 79, p. 67-84. Disponível em: . 1/2 29/04/2018 https://uspdigital.usp.br/jupiterweb/obterDisciplina?sgldis=CAP0168&verdis=11&print=true BRASIL. Ministério da Educação. Secretaria de Ensino Fundamental. Parâmetros curriculares nacionais: arte para o ensino fundamental (1o. e 2o. ciclos). Brasília: MEC, 2000. _______. Ministério da Educação. Secretaria de Ensino Fundamental. Parâmetros curriculares nacionais: terceiro e quarto ciclos do ensino fundamental: arte. Brasília: Ministério da Educação e do Desporto, 1998. _______. Lei 9394, de 20 de dezembro de 1996. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/L9394.htm. _______. Ministério da Educação. Base Nacional Comum Curricular. Disponível em: http://basenacionalcomum.mec.gov.br/images/BNCC_20dez_site.pdf DEWEY, John. Experiência e educação. São Paulo: Vozes, 2010. DEWEY, John. A arte como experiência. São Paulo: Martins Fontes, 2010. FREIRE, Paulo. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1999. PIMENTA, Selma G. (Org.). Didática e formação de professores. 7. ed. São Paulo: Cortez, 2010. SÃO PAULO (Estado). Secretaria da Educação. Currículo do Estado de São Paulo: Linguagens, códigos e suas tecnologias/Secretaria da Educação. São Paulo, SE, 2012. Disponível em: http://www.educacao.sp.gov.br/a2sitebox/arquivos/documentos/782.pdf SÃO PAULO. (Município). Secretaria Municipal de Educação. Coordenadoria Pedagógica. Orientações didáticas do currículo da cidade: Arte. São Paulo : SME / COPED, 2018. Disponível em; http://portal.sme.prefeitura.sp.gov.br/Portals/1/Files/45062.pdf SNYDERS, Georges. 1996. Alunos felizes: reflexão sobre a alegria na escola a partir de textos literários. Rio de Janeiro: Paz e Terra. WOODS, Peter. Investigar a arte de ensinar. Porto: Porto Editora, 1999. ZABALA, Antoni. A Prática Educativa: como ensinar. Porto Alegre, Artmed, 1998. 2/2
 

Clique para consultar os requisitos para CAP0168

Clique para consultar o oferecimento para CAP0168

Créditos | Fale conosco
© 1999 - 2019 - Superintendência de Tecnologia da Informação/USP