Informações da Disciplina

Júpiter - Sistema de Gestão Acadêmica da Pró-Reitoria de Graduação


Escola de Comunicações e Artes
 
Artes Plásticas
 
Disciplina: CAP0309 - "Arte dos anos 1960 à atualidade: explorando fronteiras de linguagem"
Art From the 1960s to the present day: exploring langvage bordes

Créditos Aula: 4
Créditos Trabalho: 2
Carga Horária Total: 120 h
Tipo: Semestral
Ativação: 15/07/2015 Desativação:

Objetivos
1. Oferecer aos estudantes um quadro geral das principais questões que passam a marcar a produção artística desde os anos 1960 – entre elas, a noção da arte como participação e experiência intersubjetiva; a retomada de uma reivindicação central às vanguardas modernas, de “dissolver a arte na vida”; o trânsito provocativo ente a "arte" e a não-"arte"; o recurso a procedimentos de citação e apropriação, a tematização radical do corpo; 2. Interrogar centralmente o interesse dessa produção em franquear os gêneros estabelecidos pela tradição e em experimentar para além dos limites históricos e institucionais da arte; 3. Discutir as transformações de ordem filosófica e teórica que tais experimentações aportam para o debate da arte contemporânea, mormente a aspiração da arte a uma condição interdisciplinar (entre tais experimentações, cabe mencionar o happening, a performance, o vídeo, a instalação, tecnologias audiovisuais, a aquisição de uma nova escala para o trabalho de arte, para muito além do espaço físico de galerias e museus, com o surgimento, por exemplo, de trabalhos de escala geográfica e produzidos em regiões distantes do contexto urbano); 4. Sondar novas perspectivas de abordagem crítica do trabalho de arte, com atenção especial a autores que renovaram o debate da arte da década da década de 1960 à atualidade (entre eles: Clement Greenberg, Arthur Danto, Hal Foster, Rosalind Krauss, Thierry de Duve, Michael Fried).
 
 
 
Docente(s) Responsável(eis)
2096680 - Sonia Salzstein Goldberg
 
Programa Resumido
Discussão de temas previamente propostos em seminários e textos referenciais; prática da escrita, mediante a elaboração de resenhas críticas de obras e de textos teóricos ou filosóficos, visita a eventos culturais na cidade de São Paulo, leitura de textos propostos em sala de aula, elaboração de prova de avaliação final, de caráter dissertativo.
 
 
 
Programa
1. A tradição humanista europeia posta em xeque no segundo pós-guerra. Abstração informal, tachismo, expressionismo abstrato, abstração construtiva.
2. A crise da utopia moderna nos anos 50 – Jasper Johns, Robert Rauschenberg.
3. A emergência da arte para a esfera da cultura: Andy Warhol.
4. A dissolução da forma: Pop Art, Nouveau Realisme, Arte povera, Minimalismo, Lygia Clark, Gego, Helio Oiticica, Mira Schendel.
5. Transformações na noção clássica de espaço público. Cultura como imagem; o advento de um espaço normativo da cultura.
6. A questão da morte da arte. A questão da participação na arte. A revisão do modernismo – a emergência de "culturas locais" e múltiplos pleitos identitários.
7. A presença do corpo na arte contemporânea. Iole de Freitas, Cindy Sherman.
8. A contribuição do feminismo à crítica da arte e da cultura; crise no campo disciplinar tradicional.
9. Arte, sistema da cultura e novas formas de organização do espaço público na atualidade.
 
 
 
Avaliação
     
Método
aulas expositivas, seminários coletivos organizados para a análise e discussão de textos referenciais para a compreensão do período, análise em sala de aula de obras de arte, visita a eventos culturais na cidade de São Paulo, seguidas da discussão coletiva desses eventos em sala de aula.
Critério
. Critérios de Avaliação da aprendizagem:
Participação em seminários coletivos, apresentação das resenhas críticas solicitadas, visita aos eventos culturais propostos ao longo do curso, realização da prova de avaliação final.
Norma de Recuperação
(critérios de aprovação e épocas de realização das provas ou trabalhos):
Apresentação de resenha crítica sobre texto e/ou obra pertinente ao escopo do curso.
 
Bibliografia
     
AMARAL, Aracy, org. Projeto construtivo na arte brasileira. São Paulo: Pinacoteca do Estado; Rio de Janeiro: Museu de Arte Moderna, 1977.
ARANTES, Otília B. Fiori. Urbanismo em fim de linha: e outros estudos sobre o colapso da
modernização arquitetônica. São Paulo, EDUSP, 1998.
ARGAN, Giulio Carlo. Arte e Crítica da Arte. Lisboa: Editorial Estampa, 1988.
BELTING, Hans. O fim da história da arte.Uma revisão dez anos depois. São Paulo: Cosac Naify,
2006.
BENJAMIN, Walter. Poesía y capitalismo. Madri: Taurus Ediciones, 1988.
BISHOP, Claire. Antagonismo y estética relacional. Otra parte, n. 5, outubro de 2005.
BOIS, Yve-Alain. A pintura como modelo. São Paulo: WMF Martins Fontes, 2009.
BOURRIAUD, Nicolas. Forma relacional. Otra parte, n. 5, outubro de 2005.
BRITO, Ronaldo. Experiência crítica. São Paulo: Cosac Naify, 2005.
_______________. Concretismo/ Vértice e ruptura do projeto construtivo brasileiro. Rio de Janeiro: Funarte/Instituto Nacional de Artes Plásticas, 1985.
BUCHLOH, Benjamin H. D. Neo-Avantgarde and Culture Industry. Essays on European and
American Art from 1955 to 1975. Cambridge, Massachusetts: The MIT Press, 2000.
_______________. 'Conceptual art 1962-1969: from the aesthetic of administration to the critique of institutions', October, Winter,. 1990, p 105- 143.
BUREN, Daniel. Function of the Museum. In: Artforum, setembro de 1973.
BÜRGER, Peter. Theory of the Avant-Garde. Minneapolis: University of Minnesota Press,
1984.
CLARK, Lygia; OITICICA, Hélio. Cartas, 1964-1974. Organização Luciano Figueiredo. Rio de
Janeiro: Universidade Federal do Rio de Janeiro, 1996.
CLARK, T.J. Modernismo, pós-modernismo e vapor. In: ARS, n. 8, São Paulo, 2006, p. 128-144.
_______________. Modernismos. [org. Sônia Salzstein] São Paulo: Cosac Naify, 2007.
_______________. Farwell to an Idea: Episodes From a History of Modernism. Londres/New Haven:
Yale University Press, 1999 [ed. Rev. 2001].
CRIMP, Douglas. Sobre as ruínas do museu. São Paulo, Martins Fontes, 2005.
DANTO, Arthur C. After the End of Art. Princeton, New Jersey: Princeton University Press, 1997.
_______________. A transfiguração do lugar-comum: uma filosofia da arte. São Paulo: Cosac
Naify 2005.
_______________. Unnatural wonders : essays from the gap between art and life. New
York: Farrar, Straus, Giroux, 2005.
DICKIE, George. Art and the Aesthetic, An Institutional Analysis. Ithaca: Cornell University Press, 1974.
DUARTE, Paulo Sérgio. Anos 60/Transformações da arte no Brasil. Rio De janeiro: Campos
Gerais, 1998.
FERREIRA, Glória; COTRIM, Cecília. Clement Greenberg e o Debate Crítico. Rio de Janeiro:
Funarte-Jorge Zahar, 1997.
FOSTER, Hal. O retorno do real. São Paulo: Cosac Naify, 2012.
FOSTER, Hal; Krauss, Rosalind; Bois, Yve-Alain; Buchloh, Benjamin H. D. Art since 1900.
Modernism/Antimodernism/Postmodernism. Nova York: Thames & Hudson, 2004.
FRIED, Michael. Why Photography matters as Art as never before. New Haven: Yale. University Press, 2008.
FREUD, Sigmund. Luto e melancolia. São Paulo: Cosac Naify, 2011.
GARELS, Gary, ed. The work of Andy Warhol. Nova York: Dia Art Foundation, 1989.
GULLAR, Ferreira. Etapas da Arte Contemporânea. Rio de Janeiro: Editora Revan, 1998.
GREENBERG, Clement. The Collected Essays.Edited by John O'Brian. Chicago: The University of
Chicago Press, 1995, vols. I-IV.
HABERMAS, J. Mudança estrutural da esfera pública. Rio de Janeiro: Tempo Brasileiro, 2003.
_______________. Pensamento pós-metafísico. Rio de Janeiro: Tempo Brasileiro, 1990.
HARRISON, Charles & Wood, Paul Art in Theory 1900-2000: An Anthology of Changing Ideas.
London: Blackwell Publishing, 2003.
JAPPE, Anselm. O "fim da arte" segundo Theodor W. Adorno e Guy Debord. In: Sic Transit Gloria Artis. Editora Centelha Viva, s/d.
JAMESON, Fredric. A singular modernity. Essay on the Ontology of the Present. Londres: Verso,
2002.
JUDD, Donald. Complete writings/ 1975-1986. Eindhovem: van Abbemuseum, 1987.
KOSUTH, Joseph. Arte depois da filosofia. Malasartes , Rio de Janeiro, n.1, p. 10-13, set/out/nov, 1975.
KRAUSS, Rosalind. A Voyage on the North Sea: Art in the Age of the. Post-Medium Condition. London: Thames & Hudson, 2000.
_______________. Passages in Modern Sculpture. Cambridge/Londres: The Mit Press, 1989.
_______________. The Originality of the Avant-gard and Other Modernist Myths. Cambridge:
MIT Press, 1985.
KUDIELKA, Robert. Arte do mundo ou arte de todo o mundo? Do sentido e do sem-sentido da globalização nas artes plásticas. Novos estudos, n. 67, novembro de 2003.
_______________. O Olho Ictérico. Crítica de arte e as falácias do historicismo. Concinnitas, n. 7, Rio de Janeiro, dezembro de 2004.
MARK, Francis; FOSTER, Hal. Pop. London: Phaidon, 2004.
MORRIS, Robert. Continuous Project Altered Daily/The Writings of Robert Morris. Cambridge,
Massachusetts: The MIT Press, 1995.
NAVES, Rodrigo. A forma difícil: ensaios sobre arte brasileira. São Paulo, Ática, 1997.
_______________. O vento e o moinho. Ensaios sobre arte moderna e contemporânea. São Paulo: Companhia das Letras, 2006.
NOCHLIN, Linda. "'Why Have There Been No Great Women Artists?' Thirty Years After" in Women Artists at the Millennium, edited by Carol Armstrong e Catherine de Zegher. Cambridge: MIT Press, 2006.
_______________. Representing Women. London: Londres, Thames & Hudson, 1999.
_______________. Andy Warhol Nudes. Nova York: Overlook Harcover, 1996.
_______________. The Body in Pieces: The Fragment as a Metaphor of Modernity. Londres: Thames & Hudson, 2001.
PEDROSA, Mário. Modernidade cá e lá: textos escolhidos. [Org. Otília Beatriz Fiori Arantes]. São Paulo: Editora da Universidade de São Paulo, 2000, vol. 4.
OITICICA, Hélio. Aspiro ao grande labirinto. Rio de Janeiro, Rocco, 1986.
RESENDE, José et al. [eds.], Malasartes, Rio de Janeiro, números 1, 2 e 3, set. 1975 a jun. 1976.
ROSENBERG, Harold. Objeto ansioso. São Paulo: Cosac & Naify, 2004.
SMITHSON, Robert. The Writings of Robert Smithson. Edited by Nancy Holt. Nova York: New
York University Press, 1979.
STEINBERG, Leo. Outros critérios. São Paulo: Cosac Naify, 2008.
SZONDI, Peter. Teoria do drama moderno (1880-1950). São Paulo: Cosac Naify, 2001.
XAVIER, Ismail. Alegorias do subdesenvolvimento: cinema novo, tropicalismo, cinema marginal.
São Paulo, Brasiliense, 1993.
WARHOL, Andy. The Philosophy of Andy Warhol (From A to B and Back Again). Nova York, San Diego e Londres: A Harvest Book, 1977.
 

Clique para consultar os requisitos para CAP0309

Clique para consultar o oferecimento para CAP0309

Créditos | Fale conosco
© 1999 - 2020 - Superintendência de Tecnologia da Informação/USP