Informações da Disciplina

 Preparar para impressão 

Júpiter - Sistema de Gestão Acadêmica da Pró-Reitoria de Graduação


Escola de Comunicações e Artes
 
Informação e Cultura
 
Disciplina: CBD0129 - Serviços ao Usuário
User Services

Créditos Aula: 4
Créditos Trabalho: 0
Carga Horária Total: 60 h
Tipo: Semestral
Ativação: 01/01/2022 Desativação:

Objetivos
Objetivo geral: Apresentar e discutir conceitos relacionados ao tema “Serviços ao Usuário” no âmbito dos Dispositivos de Informação presenciais e virtuais, visando propiciar condições objetivas para os alunos refletirem sobre os desafios atuais e perspectivas para gestão e atuação dos Serviços de Referência. Objetivos específicos: Refletir sobre o perfil atual do Usuário em Dispositivos de Informação. Contextualizar o Serviço de Referência enquanto espaço de mediação entre fontes e usuários. Contextualizar o Serviço de Referência nos ambientes tradicionais e nos virtuais, considerando princípios do desenho universal. Refletir sobre ética, transparência, acessibilidade e inclusão nos produtos desenvolvidos e serviços de informação prestados por bibliotecários
 
 
 
Docente(s) Responsável(eis)
2090263 - Asa Fujino
 
Programa Resumido
Aulas teóricas, baseadas em discussão de tópicos da bibliografia; seminários de discussão temática; apresentação e discussão de trabalho final
 
 
 
Programa
Serviço de Referência e Serviços aos usuários: fundamentos; origem; atividades e evolução; práticas e questões contemporâneas nos estudos de usuários. Novos canais de comunicação com o usuário. A prática do Serviço de Referência - Interação bibliotecário e usuário; bibliotecas de pesquisa no contexto dos recursos digitais. Formação de Usuários e Serviços aos Usuários. Ética e Sociedade da Informação. Ética nas redes sociais. Ética Intercultural da Informação.Transparência e acesso à informação. SRI em bibliotecas de pesquisa e a internet. Mediação em Serviços de Informação. Curadoria digital e novos usuários. Competências e papéis do profissional da informação/Função educativa dos bibliotecários. Serviço de Referência e as relações com Ensino e Pesquisa. Mensuração da informação. Avaliação da produção científica. Edição certificada. Temas dos seminários: Lei de acesso à informação Da produção ao uso: a mediação do Serviço de Referência e o acesso à informação. Serviços ao Usuário: ética profissional, autoria intelectual e direitos autorais em midias digitais, fake news. Acessibilidade e Inclusão em Serviços de Informação. Bibliotecas Virtuais e os desafios do Serviço de Referência. Bibliotecas e Infraestrutura para estudos métricos.
 
 
 
Avaliação
     
Método
Aulas expositivas, exercícios individuais ou em grupos em sala. Leituras programadas.
Critério
Participação em classe, cumprimento das atividades propostas e trabalho final.
Norma de Recuperação
Critérios de avaliação da disciplina: - participação em sala de aula (3,0 pontos); apresentação e discussão dos seminários temáticos (3,5 pontos) e apresentação do trabalho final (3,5 pontos). Considerando que a disciplina será oferecida on line via Moodle, a participação dos alunos será avaliada pelas interações via postagens relativas aos temas de aula e dos seminários. A recuperação terá como base a elaboração de no trabalho em tema a ser definido para cada aluno(a)
 
Bibliografia
     
1) MACEDO, Neusa Dias. Princípios e reflexões sobre o SRI. Rev. Bras. de Bibl.e Doc., São Paulo, v.23, n.1/4, p. 9-37, jan./dez.1990. GROGAN, Denis Joseph. A prática do serviço de referência. Brasília: Briquet de Lemos, 2001. Capítulo 2. O’CONNOR, Steve. Leaderhip for future libraries. Library Management. v. 35 no.1/2, 2014. pp.78- 87. 2) MACEVICIUTE, Elena. Research libraries in a modern enviroment. Journal of Documentation. Vol. 70 No.2, 2014. pp. 282-302. 3 ARAUJO, Carlos Alberto Avila. Imaginação e sociabilidade: novos conceitos para o estudo de usuários da informação, In: ENCONTRO NACIONAL DE PESQUISA EM CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO, 16., 2015, João Pessoa. Anais... João Pessoa: UFPB, 2015. Disponível em Acesso em : 16 jan. 2016. MARTA, M.L.da; ALCARA, A. R. Análise das práticas educacionais das bibliotecas universitárias com enfoque na educação de usuários e na competência em informação. In: ENCONTRO NACIONAL DE PESQUISA EM CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO, 17., 2016, João Pessoa. Anais... Salvador: UFBA, 2016. DAMIAN,I.P.M.; CASTRO FILHO, C.M. de. Dimensões do serviço de referência virtual: uma análise do ponto de vista dos usuários. Revista Brasileira de Biblioteconomia e Documentação, v.14, n.1, 2018. Disponível em < https://rbbd.febab.org.br/rbbd/article/view/487> 3) ARAÚJO, Eliany Alvarenga de. Informação pública: paradoxos e desafios. Informação & Informação, [S.l.], v. 8, n. 2, p. 79-87, dez. 2003. ISSN 1981-8920. Disponível em ttp://www.uel.br/revistas/uel/index.php/informacao/article/view/1714>. Acesso em: 12 dez. 2017. CAPURRO, R. Ética intercultural de la información. In: GOMES, Henriette F.; BOTTENTUIT, Aldinar M.; OLIVEIRA, Maria O. E. de (Org.). A ética na sociedade, na área da informação e da atuação profissional: o olhar da Filosofia, da Sociologia, da Ciência da Informação e da Formação e do Exercício Profissional do Bibliotecário no Brasil. Brasília, DF: Conselho Federal de Biblioteconomia, 2009. p. 43-64. Disponível em: Acesso em: 05 fev. 2019. GARCÍA GUTIÉRREZ, A. Desclassification in knowledge organization: a post-epistemological essay. TransInformação. Campinas, 23(1):5-14, jan./abr., 2011. p. 5-14. Disponível em: . Acesso em: 05 fev. 2019 GUIMARÃES, J. A. C. et al. Aspectos éticos em organização e representação do conhecimento (OCR): uma análise preliminar de valores e problemas a partir da literatura internacional da área. Enc. Bibli: R. Eletr. Bibliotecon. Ci. Inf.. Florianópolis, n. 25, 1º sem., 2008a. p. 124-135. Disponível em: . Acesso em: 05 fev.2019 GONZÁLEZ DE GÓMEZ, Maria Nélida; CIANCON, Regina de Barros. (Organizadoras). Ética da informação: Perspectivas e desafios. Niterói: PPGCI/UFF, 2017. 260p. E-book. FUGAZZA,G.Q; SALDANHA, G.S. Privacidade, ética e informação: uma reflexão filosófica sobre os dilemas no contexto das redes sociais. Bibli: revista eletrônica de biblioteconomia e ciência da informação, v. 22, n.50, p. 91-101, set./dez., 2017. Acesso em: 07 fev.2021 4) JESUS, D.L.; CUNHA, M.B. Produtos e serviços da web 2.0 no setor de referência das bibliotecas. Perspec. cienc. inf., v.17, n.1, p.110-133, jan./mar. 2012. NOVELLI, V.; HOFFMANN, W.A.M.; GRACIOSO, L.S. Mediação da Informação em websites de Bibliotecas Universitárias Brasileiras: Referencial Teórico. Informação & Informação, Londrina, v. 4 16, n.3, p. 142-166, 2011. FINNEMANN, Niels Ole. Research libraries and the internet. On the transformative dynamic between institutions and digital media. Journal of Documentation. v. 70, n.2, 2014, PP. 202-220. GOMES, H.F.; SANTOS, R.do R. Bibliotecas universitárias e a mediação da informação no ambiente virtual: informações, atividades e recursos de comunicação disponíveis em sites . X ENANCIB (GT3), João Pessoa, PB,2009. SILVA, J. L. C.; FARIAS, M. G. G. Abordagens conceituais e aplicativas da mediação nos serviços de informação. InCID: Revista de Ciência da Informação e Documentação, [S. l.], v. 8, n. 2, p. 106-123, 2017. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/incid/article/view/122628. Acesso em: 11 abr. 2020. 5) BRAYNER, Aquiles Alencar . Curadoria Digital: redimensionando o papel das bibliotecas na era da informação. Palestra com o Dr.Aquiles Alencar Brayner. 20 out. 2014. Disponível em :. Acesso em : 16 jan. 2016. Entrevista com Dr.Aquiles Alencar Brayner. I ENCONTRO INTERNACIONAL CONEXÕES ITAÚ CULTURAL – MAPEAMENTO DA LITERATURA BRASILEIRA NO EXTERIOR (2008). 19 dez.2008. Disponível em : ; ; SALES, Luana Farias; SAYÃO, Luis Fernando. CURADORIA DIGITAL: um novo patamar para preservação de dados digitais de pesquisa. Inf. & Soc.:Est., João Pessoa, v.22, n.3, p. 179-191, set./dez. 2012. Disponível em: . Acesso em : 16 jan. 2016. VITORINO, Elizete; PIANTOLA, Daniela Dimensões da competência informacional (2). Ci. Inf., Brasília, DF, v. 40 n. 1, p.99-110, jan./abr., 2011. . Acesso em: 11 abr. 2020. SOUSA, M. M.; FUJINO, A. A função educativa do bibliotecário no século XXI: visão brasileira. Encontro Nacional de Pesquisa em Ciência da Informação, v. 15, 2014. 7) CUNHA, M.B. A biblioteca universitária na encruzilhada. DataGramaZero, Rio de Janeiro, v.11, n.6, dez.2010. GOMES, Sandra Lúcia Rebel. Biblioteca virtual: um novo território para a pesquisa científica no Brasil. DataGramaZero - Revista de Ciência da Informação - v.5 n.6 dez/04. Disponível em < http://www.dgz.org.br/dez04/Art_05.htm >. Acesso em : 16 jan. 2018. BOLANÕ, Cesar R. S.; KOBASHI, Nair; SANTOS, Raimundo N. M. A lógica econômica da edição científica certificada. Rev. Eletrônica de Bibliotec. e Ciência da Informação. v. 10, n. esp., 2006. BUFREM, Leilah e PRATES, Yara.O saber científico registrado e as práticas de mensuração da informação. Ci. Inf. [online]. 2005, vol.34, n.2, pp. 9-25. ISSN 1518-8353. Disponível em: < http://www.scielo.br/pdf/ci/v34n2/28551> Acesso em : 16 jan. 20169 AGUIA-USP. Indicadores de pesquisa.
 

Clique para consultar os requisitos para CBD0129

Clique para consultar o oferecimento para CBD0129

Créditos | Fale conosco
© 1999 - 2022 - Superintendência de Tecnologia da Informação/USP