Informa??es da Disciplina

 Preparar para impressão 
Júpiter - Sistema de Graduação

Escola de Comunicações e Artes
 
Informação e Cultura
 
Disciplina: CBD0164 - Introdução à Organização de Arquivos
Introduction to Archival Organization

Créditos Aula: 4
Créditos Trabalho: 0
Carga Horária Total: 60 h
Tipo: Semestral
Ativação: 01/01/2019 Desativação:

Objetivos
Proporcionar uma visão geral dos fundamentos teóricos e atividades exercidas nos arquivos, por meio da organização e gestão documental.
 
 
 
Docente(s) Responsável(eis)
466491 - Cibele Araujo Camargo Marques dos Santos
 
Programa Resumido
• Ampliar o conhecimento em relação às bases técnico-científicas e tecnológicas da Arquivologia, permitindo aos alunos conhecerem os conceitos principais da área: documento de arquivo, informação arquivística, tipologia documental em arquivos, classificação e descrição arquivísticas e gestão documental. Identificar as características e a aplicação dos diferentes instrumentos de gestão documental: plano de classificação (arquivos correntes e intermediários), quadro de arranjo (arquivos permanentes), tabela de temporalidade/destinação, guias, inventários e catálogos de acervo e bases (de dados) arquivísticas. Apresentar as formas de classificação, indexação e descrição de documentos de arquivo em acervos físicos e digitais.
 
 
 
Programa
• Conceitos de Arquivologia: o documento e a informação arquivística, o arquivo, os princípios arquivísticos (procedência, ordem original). • A teoria das três idades e a arquivística integrada. • Diplomática Clássica e Contemporânea: histórico, elementos intrínsecos e extrínsecos do diploma e do documento, análise diplomática, análise tipológica, Diplomática e documentos digitais. • Gestão documental. Tipologia documental. Classificação e Avaliação. • Os instrumentos de gestão documental: plano de classificação, quadro de arranjo, tabela de temporalidade/destinação. • Instrumentos de controle e instrumentos de pesquisa: a norma nacional NOBRADE e internacionais ISAD G e ISAAR CPF. • A descrição e o arranjo arquivístico: nos arquivos permanentes. • SIGAD, E-Arq e RDC-Arq. Conceito e norma para a gestão documental brasileira.
 
 
 
Avaliação
     
Método
Aulas expositivas e dialogadas, exercícios online em ambiente de apoio (AVA) e atividades presenciais, leitura de textos, e visitas técnicas.
Critério
Avaliação continuada das atividades discentes.
Norma de Recuperação
Apresentação de trabalho e / ou realização de prova escrita pelos alunos reprovados que obtiveram mínimo regimental e nota superior a TRÊS, segundo os prazos fixados pelo calendário de Atividades Acadêmicas.
 
Bibliografia
     
ARQUIVO NACIONAL (Brasil). Dicionário Brasileiro de Terminologia Arquivística. Rio de Janeiro: Arquivo Nacional, 2005. ARTIÉRES, Philippe. Arquivar a Própria Vida. Estudos Históricos, Rio de Janeiro, v. 11, n. 21, p. 9-34, 1998. ASSOCIAÇÃO DOS ARQUIVISTAS HOLANDESES. Manual de arranjo e descrição de arquivos. 2. ed. Rio de Janeiro: Arquivo Nacional, 1973. BELLOTTO, Heloisa L. Arquivos Permanentes: Tratamento Documental. Arquivos permanentes: tratamento documental. 2a. ed. Rio de Janeiro: Fgv, 2004. BELLOTTO, Heloísa Liberali. Como fazer análise diplomática e análise tipológica em arquivística: reconhecendo e utilizando o documento de arquivo. São Paulo: Associação de Arquivistas de São Paulo Arquivo do Estado, 2002. DELMAS, B. Arquivos para que? : textos escolhidos. São Paulo: Instituto Fernando Henrique Cardoso, 2010. DURANTI, Luciana. Registros documentais contemporâneos como provas de ação. In: Estudos Históricos. Rio de Janeiro, v. 7, nº 13, 1994. Disponível em www.cpdoc.fgv.br/revista/arq/135.pdf HAGEN, Acacia M.M. Algumas considerações a partir do processo de padronização da descrição arquivística. Disponível em http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-19651998000300007 HEREDIA-HERRERA, A. Achivística General: Teoría y Practica. Sevilla: Diputación Provincial, 1993. ISAAR (CPF): norma internacional de registro de autoridade arquivística para entidades coletivas, pessoas e famílias, adotada pela Comissão ad hoc de Normas de Descrição, Paris, França, 15-20 de novembro de 1995, versão final aprovada pelo CIA. Rio de Janeiro: Arquivo Nacional, 1998. 30 p. Disponível em: http://www.conarq.arquivonacional.gov.br/Media/publicacoes/isaar_cpf.pdf ISAD (G): norma geral internacional de descrição arquivística, adotada pelo Comitê de Normas de Descrição, Estocolmo, Suécia, 19-22 de setembro de 1999. 2. ed. Rio de Janeiro: Arquivo Nacional, 2001. 119 p. Disponível em: http://www.arquivonacional.gov.br. LOPEZ, A. P. A. Arquivos pessoais e as fronteiras da arquivologia. Gragoatá, Niterói, n. 15, p. 69-82, jul./dez. 2003. NOBRADE. Conselho Nacional de Arquivos. NOBRADE: Norma Brasileira de Descrição Arquivística. Rio de Janeiro: Arquivo Nacional, 2006. Disponível em www.portalan.arquivonacional.gov.br/Media/nobrade.pdf PAES, M. L. Arquivo: teoria e prática. 3. ed. Rio de Janeiro: Fundação Getúlio Vargas, 1997. PAZIN, Márcia. Arquivos de organizações privadas: funções administrativas e tipos documentais. São Paulo: Associação de Arquivistas de São Paulo, 2012. ROUSSEAU, Jean-Yves ; COUTURE, Carol. Os fundamentos da disciplina arquivística. Glossário. Lisboa: Publicações Dom Quixote, 1998 SANTOS, Vanderlei Batista dos (Org.). Arquivística: temas contemporâneos: classificação, preservação digital, gestão do conhecimento. Brasília: SENAC, 2007 SCHELLENBERG, Theodore, R. Arquivos Modernos: princípios e técnicas. Rio de Janeiro: FGV, 1974. SCHMIDT, Clarissa Moreira dos Santos. Arquivologia e a construção do seu objeto científico: concepções, trajetórias, contextualizações. 2012. Tese (Doutorado em Cultura e Informação) - Escola de Comunicações e Artes, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2012. Disponível em: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/27/27151/tde-02072013-170328 SILVA, Armando B. Malheiro da. A gestão da informação arquivística e suas repercussões na produção do conhecimento científico. Disponível em www.conarq.arquivonacional.gov.br/Media/publicacoes/ibericas/a_gesto_da_informao_arquivstica.pdf SILVA, Eliezer Pires da. O conceito de informação arquivística. Rio de Janeiro (RJ), XI ENANCIB (GT1), 2010. Disponível em http://www.enancib.ibict.br/index.php/xi/enancibXI/paper/downloadSuppFile/53/5‎ SILVA, Rubens. ANDRADE, Ricardo S. Aspectos teóricos e históricos da descrição arquivística e uma nova geração de instrumentos arquivísticos de referência. Disponível em http://www.portalseer.ufba.br/index.php/revistaici/article/viewFile/3211/2335 THOMASSEM, T. Uma primeiro introdução à Arquivologia. Arq. & Adm., Rio de Janeiro, v. 5, n. 1, p. 5-16. jan./jun. 2006.
 

Clique para consultar os requisitos para CBD0164

Clique para consultar o oferecimento para CBD0164

Créditos | Fale conosco
© 1999 - 2019 - Superintendência de Tecnologia da Informação/USP