Informações da Disciplina

 Preparar para impressão 

Júpiter - Sistema de Gestão Acadêmica da Pró-Reitoria de Graduação


Escola de Comunicações e Artes
 
Informação e Cultura
 
Disciplina: CBD0262 - Teoria da Ação Cultural
Theory of Cultural Actions

Créditos Aula: 4
Créditos Trabalho: 0
Carga Horária Total: 60 h
Tipo: Semestral
Ativação: 01/01/2022 Desativação:

Objetivos
O curso pretende levar os alunos a pensar criticamente a questão da cultura, a entender qual o papel da cultura na sociedade atual e a importância das políticas culturais no contexto contemporâneo. A ideia é que a reflexão seja feita sempre em contexto a fim de que os alunos compreendam os conceitos dentro da dinâmica atual. Dessa forma, o curso visa proporcionar o estudo:

• Dos sistemas de produção cultural em geral e na sociedade brasileira em particular. 
• Do papel do Estado e da atuação da sociedade civil diante da cultura e o entendimento dessa relação no contexto atual.
• Dos conceitos e modalidades da ação cultural compatíveis com a realidade brasileira (dentro do contexto global).
 
 
 
Docente(s) Responsável(eis)
2091966 - Lucia Maciel Barbosa de Oliveira
 
Programa Resumido
1. Apresentação do curso e de sua dinâmica ao longo do semestre
2. Sociedade e Cultura em tempos globais
3. Diversidade Cultural e Direitos Culturais
4. Reflexões sobre a Memória e o Patrimônio
5. Políticas culturais no Brasil I
6. Políticas culturais no Brasil II (e experiências externas)
7. Práticas culturais e públicos da cultura
8. Dinâmicas culturais contemporâneas
9. O sistema de produção cultural e outros conceitos; Copyleft e Copyright; Propriedade intelectual
10. Reflexões sobre cultura e representação
11. Biblioteca, Centro de Cultura e Ação Cultural I
12. Biblioteca, Centro de Cultura e Ação Cultural II
13. Cultura e Cidade I
14 Cultura e Cidade II
15. Entrega dos trabalhos finais. Avaliação e fechamento do curso.
 
 
 
Programa
1. Apresentação do curso e de sua dinâmica ao longo do semestre
Exibição de trechos do DVD VivaCulturaViva. Minc/Cenpec, 2010
https://www.youtube.com/watch?v=-BK-RDHrQUA (Episódio2)
https://www.youtube.com/watch?v=57WGVQAz0OY (Episódio 6).
https://www.youtube.com/watch?v=ZRfw6lCQDN0&t=15s
CANCLINI, Néstor García. Introducción. Ciudadanos atrapados. IN: Ciudadanos reemplazados por
algoritmos. México: Calas Maria Sibylla Merian Center, 2020. Acessível em
http://www.calas.lat/sites/default/files/garcia_canclini.ciudadanos_reemplazados_por_algoritmos.pdf
SCOLARI, Carlos. La obsolescencia de las interfaces. CCCBLab. 14/07/2020. Acessível em
http://lab.cccb.org/es/la-obsolescencia-de-las-interfaces/
2. Sociedade e Cultura em tempos globais I 
Texto para a aula: LATOUR, Bruno. Down to Earth: politics in the new climatic regime. Cambridge:
Polity Press, 2018. (Acesso via Moodle-USP à tradução livre para fins didáticos: Descendo à Terra:
política no novo regime climático).
3. Sociedade e Cultura em tempos globais II
Discussão sobre o filme longa metragem Human Flow, direção Ai Weiwei , 2017, 140’ - ao longo de um ano, o diretor Ai Weiwei acompanhou crises de refugiados em 23 países, incluindo França, Grécia, Alemanha, Iraque, Afeganistão, México, Turquia, Bangladesh e Quênia. Ele retrata as causas que levam milhões de pessoas a abandonarem seus países de origem, como a guerra, a miséria e a perseguição política, refletindo sobre as dificuldades encontradas na busca por uma vida melhor. Acessível em https://drive.google.com/drive/folders/1Q-ty2-NFuHMXpFI12bzWyZizorXSOFF2?usp=sharing - Texto para a aula: VIVEIROS DE CASTRO, Eduardo. Posfácio a ideias para adiar o fim do mundo. Coleção Pandemia. São Paulo: n-1 Edições. Acessível em https://n-1edicoes.org/113.
4. Diversidade Cultural e Direitos Culturais
Texto para a aula: MILLER, Toby. "Europa e diversidade – o velho mundo confronta o novo em si mesmo". In: Revista Observatório Itaú Cultural. N. 20 ( jan./jun. 2016). – São Paulo: Itaú Cultural, p.64-80. Acessível em: http://d3nv1jy4u7zmsc.cloudfront.net/wp- content/uploads/2016/05/OBS20_BOOK_AF-ISSUU.pdf.
5. Reflexões sobre a Memória e o Patrimônio
Texto para a aula: BEZERRA DE MENESES, Ulpiano. O campo do patrimônio cultural: uma
revisão de premissas. Conferência magna proferida no I Fórum Nacional do patrimônio Cultural.
IPHAN, 2012. Acessível em http://portal.iphan.gov.br/uploads/publicacao/Anais2_vol1_ForumPatrimonio_m.pdf
Discussão do filme O botão de pérola, de Patricio Guzmán, Chile, 2015, 82'. Acessível em
https://www.youtube.com/watch?v=wWk0YOq7o_M&feature=youtu.be
6. Políticas culturais no Brasil I 
Texto para a aula: FURTADO, Celso. Que somos? In: Ensaios sobre cultura e o Ministério da Cultura. Rio de Janeiro: Contraponto, 2012, p.29-41
7. Políticas culturais no Brasil II (e experiências externas)
Texto para a aula: MOTA, Tárcio e MOREIRA, Osmar. Política Cultural no Brasil: retrocessos,
resistência e reexistência. In: Políticas Culturais em Revista. V.12, n.2 (2019), p.34-49.
Acessível em https://portalseer.ufba.br/index.php/pculturais/article/view/32594/20164
8. Práticas culturais e públicos da cultura
Texto para a aula: TEIXEIRA COELHO. O novo sistema de produção cultural. IN: Com o
cérebro na mão: no século que gosta de si mesmo. São Paulo: Iluminuras/OIC, 2015, p. 17-27.
Acessível em http://d3nv1jy4u7zmsc.cloudfront.net/wp-content/uploads/2016/02/COM-O-
C%C3%89REBRO-NA-M%C3%83O_TEIXEIRA.pdf
Exibição do filme Dinâmicas, flutuações e pontos cegos, 24'.
9. Dinâmicas culturais contemporâneas
Textos para a aula:
Monumentos amanhecem pichados com tinta colorida em SP. http://g1.globo.com/sao-
paulo/noticia/2016/09/monumentos-amanhecem-pichados-com-tintacolorida-em-sp.html
Um antropólogo e um historiador respondem a 3 perguntas sobre a tinta jogada no Monumento às
Bandeira https://www.nexojornal.com.br/expresso/2016/10/07/Um-antrop%C3%B3logo-e-
umhistoriador-respondem-a-3-perguntas-sobre-a-tinta-jogada-no-Monumento-
%C3%A0sBandeiras
https://www1.folha.uol.com.br/mundo/2020/08/na-esteira-global-paises-africanos-mudam-nomes-
de-lugares-que-homenageiam-colonialistas.shtml
O que aconteceria se os museus europeus tivessem que devolver a arte colonial espoliada?
https://brasil.elpais.com/brasil/2019/03/14/cultura/1552575802_167574.html
https://mail.google.com/mail/u/0/?tab=rm&ogbl#label/Din%C3%A2micas+culturais+contempor%
C3%A2neas?projector=1 https://www.youtube.com/watch?v=xoYKhQhahxg&t=22s
10. O sistema de produção cultural e outros conceitos; Copyleft e Copyright; Propriedade intelectual
Texto para a aula: YÚDICE, George. "Os desafios do novo cenário midiático para as  políticas 
públicas". In: Revista Observatório Itaú Cultural. N. 20 ( jan./jun. 2016). – São Paulo: Itaú Cultural, p.87-104. Acessível em: http://d3nv1jy4u7zmsc.cloudfront.net/wp
content/uploads/2016/05/OBS20_BOOK_AF-ISSUU.pdf Exibição do vídeo Artistas ruins copiam. Grandes artistas são roubados. 10’40. Acessível em  https://youtu.be/JKcl9qQSTMw
11. Reflexões sobre cultura e representação 
Texto para aula: HALL, Stuart. O papel da representação. In: Cultura e Representação. Rio de Janeiro: Ed. PUC-Rio: Apicuri, 2016. Discussão do documentário 13ª emenda, dirigido por Ava DuVernay, 2016. Acessível em
<https://www.youtube.com/watch?v=krfcq5pF8u8&list=PLvahqwMqN4M0GRkZY8WkLZMb6Z-
W7qbLA&index=11&t=0s>
12. Biblioteca, Centro de Cultura e Ação Cultural I
Texto para a aula: HONORATO, Cayo. Mediação e Democracia Cultural. Acessível em
http://issuu.com/centrodepesquisaeformacao/docs/media____o_e_democracia_cultural/
13. Biblioteca, Centro de Cultura e Ação Cultural II
Texto para a aula: OLIVEIRA, Lúcia M. B. Sobre conquistas e tensões. IN: Estudos Avançados.
Institutos de Estudos Avançados, n.32 (93), 2018. Acessível em
https://www.scielo.br/pdf/ea/v32n93/0103-4014-ea-32-93-0283.pdf
14. Cultura e Cidade I
Texto para a aula: CALDEIRA, Teresa Pires do Rio. "Qual a novidade dos rolezinhos: espaço público,
desigualdade e mudança em São Paulo". In: Novos Estudos Cebrap. n.98, março 2014. Acessível em http://novosestudos.org.br/v1/files/uploads/contents/content_1553/file_1553.pdf
15. Cultura e Cidade II
Texto para a aula: SENNETT, Richard. Introdução. IN: Construir e Habitar: ética para uma cidade aberta.
Rio de Janeiro: Record, 2018, p.11-29.
EPISÓDIO II CENA INQUIETA, TV SESC. Direção Toni Venturi e Silvana Garcia.
16. Entrega dos trabalhos finais. Avaliação e fechamento do curso.
 
 
 
Avaliação
     
Método
Aulas expositivas. Seminários de discussão de textos. Análise de documentos. Confecção de papers. Exibição de material audiovisual. Trabalho final com exposição final e acompanhamento ao longo do curso.
Critério
Freqüência e participação em classe e leitura dos textos. Participação nos seminários de discussão, nas análises de documentos e na confecção dos papers. Participação na visita externa proposta. Trabalho final, exposição e acompanhamento de suas etapas de realização.
Norma de Recuperação
Apresentação de trabalho escrito sobre tema a ser definido para aqueles que obtiveram mínimo regimental e nota superior a três nas avaliações ao longo do curso, segundo os prazos fixados pelo calendário de atividades acadêmicas.
 
Bibliografia
     
AGAMBEN, Giorgio. O que é o contemporâneo? E outros ensaios. Chapecó: Argos, 2002.
AGAMBEN, Giorgio. Infância e História: destruição da experiência e origem da história. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2012.
ARENDT, Hannah. Entre o passado e o futuro. SP: Perspectiva, 1992, 3ª edição.
BARENBOIM, Daniel e SAID, Edward. Paralelos e Paradoxos: reflexões sobre música e sociedade. SP: Companhia das Letras, 2003.
BARROS, J.M.B e KAUARK, G. Diversidade cultural e desigualdade de trocas: participação, comércio e comunicação/organização. São Paulo: OIC/ODC/Editora PUC Minas, 2011.
BAUMAN, Zigmunt. Confiança e medo na cidade. RJ: Zahar, 2009.
BAUMAN, Zigmunt. Ensaios sobre o conceito de cultura. Rio de Janeiro: Zahar, 2012.
BECK, Ulrich. Qué es la globalización? Barcelona :Paidós, 1998.
BHABBA, Homi. O local da cultura. Belo Horizonte, UFMG, 2007.
BHABHA, H. Nuevas minorías, nuevos derechos: notas sobre cosmopolitismos vernáculos. Buenos Aires: Siglo Veintiuno, 2013.
BOBBIO, Norberto. Estado, governo, sociedade: para uma teoria geral da política. RJ: Paz e Terra, 2004, 11ª edição.
BOLAÑO, César (org). Economia da arte e da cultura. SP: Itaú Cultural, 2010.
BOTELHO, Isaura. As dimensões da cultura e o lugar das políticas públicas. São Paulo em Perspectiva. 15(2), 2001. Acessível em www.centrodametropole.org.br/pdf/Isaura.pdf
CALDEIRA, Teresa Pires do Rio. "Qual a novidade dos rolezinhos: espaço público, desigualdade e mudança em São Paulo". In: Novos Estudos Cebrap. n.98, março 2014. Acessível em http://novosestudos.org.br/v1/files/uploads/contents/content_1553/file_1553.pdf
CANCLINI, Néstor Garcia. A globalização imaginada. SP: Iluminuras, 2003.
CANCLINI, N.G. La sociedad sin relato. Buenos Aires: Katz, 2010.
CANCLINI, Nestor Garcia. Culturas Híbridas. SP: Edusp, 2000, 3ª edição.
CANCLINI, Néstor Garcia. Diferentes, desiguales y desconectados: mapas de la interculturalidad. Barcelona: Gedisa, 2009.
CANCLINI, Néstor García (org). Conflictos interculturales. Barcelona: Gedisa, 2011.
TEIXEIRA COELHO, J. Com o cérebro na mão: no século que gosta de si mesmo. São Paulo: Iluminuras, 2015.
COELHO NETTO, José Teixeira. A cultura e seu contrário. SP: Itaú Cultural Iluminuras, 2008.
COELHO NETTO, José Teixeira (org). A cultura pela cidade. SP: Itaú Cultural/Iluminuras, 2008.
COELHO NETTO, José Teixeira. Dicionário crítico de política cultural. SP: Iluminuras, 1997.
COELHO NETTO, José Teixeira. O que é ação cultural. SP: Brasiliense, Coleção Primeiros Passos, 1989.
COHEN, Jean e ARATO, Andrew. Sociedad civil y teoría política. México: Fondo de cultura económica, 2001.
CUNHA, Manuela Carneiro. Cultura com aspas. São Paulo: Cosac & Naify, 2009.
DANOWSKI, Déborah e VIVEIROS DE CASTRO, Eduardo. Há mundo por vir?. Florianópolis: Cultura e Barbárie/ISA, 2014.
DE CERTEAU, Michel. A cultura no plural. SP: Papirus, 1995.
DONNAT, O. Democratização da cultura: fim e continuação?  Revista Observatório Itaú Cultural: OIC, São Paulo, n.12, p.19-34, 2011. Disponível em:  http://www.itaucultural.org.br/bcodemidias/001829.pdf
EAGLETON, Terry. A idéia de cultura. SP: EditoraUnesp, 2005.
FANON, Franz. Pele negra, máscaras brancas. Salvador: Editora UFBA, 2008.
FURTADO, Celso. Ensaios sobre cultura e o Ministério da Cultura. Rio de Janeiro: Contraponto, 2012.
GAGNEBIN, Jeanne Marie. Lembrar, esquecer, escrever. São Paulo: Editora 34, 2006.
HALL, Stuart. Da diáspora: identidades e mediações culturais. BH: Editora UFMG, 2006.
HALL, Stuart. A identidade cultural na pós-modernidade. 11º edição. RJ: DP&A, 2006.
HALL, Stuart. Cultura e Representação. São Paulo: Apicuri, 2016.
HAN, Byung-Chun. Psicopolítica.
HAN, Byung-Chun. La sociedad del cansacio. 
HOLLANDA, Heloísa Buarque de. Impressões de viagem. CPC, vanguarda e desbunde: 1960/70. RJ: Rocco, 1992.
HOLLANDA, Heloísa Buarque de. Cultura como recurso. Acessível em http://www.heloisabuarquedehollanda.com.br/wp-content/uploads/2013/10/vol_5_holanda.pdf
HONORATO, Cayo. 2014. http://issuu.com/centrodepesquisaeformacao/docs/media____o_e_democracia_cultural/1
IANNI, Octavio. Enigmas da modernidade mundo. RJ: Civilização Brasileira, 2000.
MARTÍN-BARBERO, Jésus. "Diversidade em convergência". In: Matrizes. Revista do programa de Pós-Graduação em Ciências da Comunicação da USP. Vol.8, nº2 (jul./dez.2014) - São Paulo: ECA/USP, p. 15-34. Acessível em http://www.matrizes.usp.br/index.php/matrizes/article/view/603
MBEMBE, Achille. O fardo da raça. São Paulo: N-1 Edições, 2018.
MBEMBE, Achille. Sair da grande noite. Petrópolis: Vozes, 2019.
KOPENAWA, Davi e ALBERT, Bruce. A queda do céu. São Paulo: Companhia das Letras, 2015.
KRENAK, Ailton. Ideias para adiar o fim do mundo. São Paulo: Companhia das Letras, 2019.
MICELI, Sérgio (org). Estado e cultura no Brasil. SP: Difel, 1994.
MILANESI, Luís. A casa da invenção. SP: Ateliê Editorial, 2003, 4ª edição.
MONTESQUIEU, Charles. O Gosto. Posfácio e Tradução de Teixeira Coelho. SP: Iluminuras, 2005.
OLIVEIRA, Lúcia Maciel Barbosa de. Corpos indisciplinados: ação cultural em tempos de biopolítica. SP: Beca, 2007.
OLIVEIRA, Lúcia Maciel Barbosa de. Que políticas culturais? Texto digitado, escrito para palestra proferida no CCSP, junho 2009. Acessível em http://www.centrocultural.sp.gov.br/informativo_holandeses.asp
OLIVEIRA, Lúcia Maciel Barbosa de.  "On arches and stones". In: Transinformação. v.29, n.2, p.203-210. ISSN 2318-0889. http://dx.doi.org/10.1590/2318-08892017000200007
OLIVEIRA, Lúcia Maciel Barbosa de. Sobre conquistas e Tensões. In: Revista Estudos Avançados. V.93. Agosto 2018.
ORTIZ, Renato. Mundialização e cultura. SP: Brasiliense: 2003.
PETIT, Michèle. Os jovens e a leitura. São Paulo: Editora 34, 2008.
POIRRIER, Philippe e COELHO, Teixeira. Cultura e Estado. São Paulo: OIC/Iluminuras, 2012
PROGRAMA DAS NAÇÕES UNIDAS PARA O DESENVOLVIMENTO (PNUD). Relatório do Desenvolvimento Humano 2004: liberdade cultural num mundo diversificado. Lisboa: ONU, 2004. Acessível emhttp://www.pnud.org.br/rdh/
PELBART, Peter Pál. Vida capital: ensaios de biopolítica. SP: Iluminuras, 2003.
REVISTA OBSERVATÓRIO ITAÚ CULTURAL. Acessível em www.itaucultural.org.br/observatorio
RIBEIRO, Gustavo Lins. Outras globalizações - cosmopolíticas pós-imperialistas. Rio de Janeiro: Editora Uerj, 2014.
RUBIM, Antonio Albino (org). Políticas culturais no Brasil. Salvador: EDUFBA, 2007.
SANTOS, Milton. Por uma outra globalização: do pensamento único à consciência universal. RJ: Record, 2001, 7ª edição.
SARR, Felwine. Afrotopia. São Paulo: n-1 edições, 2019.
SEN, Amartya. Desenvolvimento como liberdade. SP: Companhia das Letras, 2000.
SEN, Amartya. Identidad y Violencia: la ilusión del destino. Buenos Aires: Katz, 2008, 2ª reimpressão. 
SOARES, Inês e CUREAU, Sandra. Bens culturais e Direitos Humanos. São Paulo: Edições SESC, 2015.
TOLILA, Paul. Economia e cultura. SP: Iluminuras/OIC, 2007..
UNESCO. Políticas culturais para o desenvolvimento: uma base de dados para a cultura. 2003. Acessível em http://unesdoc.unesco.org/images/0013/001318/131873por.pdf
WILLIAMS, Raymond. Cultura. RJ: Paz e Terra, 2000.
WILLIAMS, Raymond. Palavras-chave. SP: Boitempo, 2007.
WILLIAMS, R. A cultura é de todos. 1958. Tradução Maria Elisa Cevasco. Acessível em https://pt.scribd.com/doc/68474445/A-Cultura-e-Ordinaria1. Acesso em 25/10/2015.
VIVEIROS DE CASTRO, Eduardo. Metafísicas canibais. São Paulo: Cosac & Naify, 2015.
YÚDICE, George. A conveniência da cultura. Belo Horizonte: UFMG, 2006.
YÚDICE, George e MILLER, Toby. Política Cultural. Barcelona: Gedisa, 2002.
 

Clique para consultar os requisitos para CBD0262

Clique para consultar o oferecimento para CBD0262

Créditos | Fale conosco
© 1999 - 2022 - Superintendência de Tecnologia da Informação/USP