Informa??es da Disciplina

 Preparar para impressão 
Júpiter - Sistema de Graduação

Escola de Comunicações e Artes
 
Informação e Cultura
 
Disciplina: CBD0263 - Lingüística Documentária
Documentary Linguistics

Créditos Aula: 4
Créditos Trabalho: 0
Carga Horária Total: 60 h
Tipo: Semestral
Ativação: 01/01/2016 Desativação:

Objetivos
Definir o campo da Lingüística Documentária, analisar sua função e identificar suas relações com a Lingüística, com as teorias da linguagem e com a Terminologia, como base para o entendimento da linguagem nas operações documentárias.
 
 
 
Docente(s) Responsável(eis)
47274 - Marilda Lopes Ginez de Lara
2027956 - Vânia Mara Alves Lima
 
Programa Resumido
Estudo dos princípios da Lingüística Documentária e corpo teórico específico. A Lingüística Documentária fundamenta-se nas teorias da linguagem e da terminologia tendo em vista a proposição de metodologia para o desenvolvimento da linguagem documentária
 
 
 
Programa
1. A linguagem como elemento constitutivo da cultura informacional
2. A linguagem como estrutura simbólica: as noções de valor, estrutura relacional, forma e conteúdo
3. Signos e semiose
4. Linguagem natural, linguagem artificial e linguagem documentária como linguagem de informação
5. Terminologia e linguagem documentária
6. Palavra, termo, conceito, descritor
7. Conceito e sistemas de conceitos
8. Sistemas de conceitos e relações conceituais
9. Relações linguísticas
10. Normas terminológicas e Normas de elaboração de tesauros
11. Terminografia
12. Terminologia e construção de vocabulários: trabalho terminológico
 
 
 
Avaliação
     
Método
Aulas expositivas, discussão de textos, exercícios e elaboração de trabalho final.
Critério
Levará em conta o desempenho individual oral e escrito, bem como o resultado do trabalho final.
Norma de Recuperação
Desenvolvimento de tema específico em trabalho individual.
 
Bibliografia
     
AUSTIN, D. ; DALE, P. Diretrizes para o estabelecimento e desenvolvimento de tesauros monolíngues. Trad. de Bianca Amaro de Melo. Brasília: IBICT; SENAI,1993.
BAITELLO JÚNIOR, N. A sociedade da informação. São Paulo em Perspectiva, v.8, n.4, out.-dez.1994. Disponível em: http://www.seade.gov.br/produtos/spp/index.php?men=res
BARROS, L. A. Curso básico de terminologia. São Paulo: EDUSP, 2004.
BENVENISTE, E. Problemas de Linguística Geral II. Campinas: Pontes, 1989.
BORGES, J.L. Funes, o memorioso. In: ___ Ficções. Porto Alegre: Ed. Globo, 1970. p.89-97.
CABRÉ, M.T. La terminología: teoría, metodologia, aplicaciones. Barcelona : Ed. Antártida ; Empúries, 1993. 
CABRÉ, M.T. La terminología: representación y comunicación. Barcelona : IULA-UPF, 1999.
CABRÉ, M.T. La terminología hoy: concepciones, tendencias y aplicaciones. Ciência da Informação, v.24, n.5, 1995. Disponível em: http://revista.ibict.br/index.php/ciinf/article/view/487
CINTRA, A.M.M.; TÁLAMO M.F.G.M.; LARA, M.L.G. & KOBASHI, N.Y. Linguagens documentárias e terminologia. In: ALVES, I.M. A constituição da normalização terminológica no Brasil. São Paulo: FFLCH/CITRAT. (Cadernos de Terminologia, 1). p.17-22, 1996.
CINTRA, A.M.M.; TÁLAMO, M.F.G.M.; LARA, M.L.G.; KOBASHI, N.Y. Para entender a linguagem documentária. São Paulo: Polis, 2002.
DUBUC, R. Manual práctico de terminología. 3.ed. corr. atualiz.; trad. de Ileana Cabrera. Santiago de Chile : Unión Latina ; Ril Ed., 1999.
ECO, U.. O signo. Lisboa: Presença, 1990.
FELBER, H. Manuel de terminologie. Paris: Unesco/Infoterm, 1987.
FIORIN, J.L., org.. Introdução à linguística, I, Objetos teóricos. São Paulo: Contexto, 2004.
GARZA CUARÓN, B. Lenguaje, cultura, accion y cambio. Investigación Bibliotecológica: Archivonomia, Bibliotecología, e Información, v.11, n.23, p.5018, jul. 1997.
ISO 1087-1:2000. Terminology work - Vocabulary, Part 1: theory and application/Travaux terminologiques - Vocabulaire - Partie 1: théorie and application. Genève : International Standard Organization, 2000.
ISO 704:2000. Terminology work - principles and methods. 2nd ed. Genève : International Standard Organization, 2000.
KRIEGER, M.G.; FINATTO, M.J.B. Introdução à Terminologia: teoria e prática. São Paulo : Contexto, 2004.
LARA, M.L.G. Elementos de terminologia. São Paulo: ECA, 2005. (Apostila para uso didático).
LARA, M.L.G.; TÁLAMO, M.F.G.M. Uma experiência didática na interface Linguistica Documentária e Terminologia. Datagramazero, v. 8, n.5, Artigo 1, 2007. Disponível em: http://dgz.org.br/out07/Art_01.htm
LOPES, E. Fundamentos da linguística contemporânea. São Paulo : Cultrix, 1987.
MUSSALIM, F. & BENTES, A.C. Introdução à linguística, 3: fundamentos epistemológicos. São Paulo: Cortez, 2004.
O PAVEL: curso interativo de terminologia. Disponível em: http://www.termiumplus.gc.ca/didacticiel_tutorial/portugues/lecon1/indexe_p
ORLANDI, E.P.. O que é linguística? São Paulo: Brasiliense, 1990.
PAVEL, S.: NOLET, D. Manual de terminologia. Disponível em: www.fit-ift.org/download/presport.pdf
Sobre o rigor da ciência. Disponível em: http://contramundumcritica.blogspot.com/2010/03/jorge-luis-borges-sobre-o-rigor-na.html
TÁLAMO M.F.G.M & LARA M.L.G. O campo da Linguística Documentária. TransInformação, Campinas, 18(3):203-211, set./dez. 2006 Disponível em: http://revistas.puc-campinas.edu.br/transinfo/viewarticle.php?id=182
TÁLAMO M.F.G.M. Terminologia e documentação. TradTerm: revista do Centro Interdepartamental de Tradução e Terminologia FFLCH/USP, São Paulo, n.7. p.141-151, 2001.
TÁLAMO, M. F. G. M. Linguagem Documentária. São Paulo: APB - Associação Paulista de Bibliotecários, 1997. 25 p.
 

Clique para consultar os requisitos para CBD0263

Clique para consultar o oferecimento para CBD0263

Créditos | Fale conosco
© 1999 - 2019 - Superintendência de Tecnologia da Informação/USP