Informa??es da Disciplina

 Preparar para impressão 
Júpiter - Sistema de Graduação

Escola de Comunicações e Artes
 
Informação e Cultura
 
Disciplina: CBD0297 - Domínios conceituais na Organização do Conhecimento
Conceptual domains in the Knowledge Organization

Créditos Aula: 4
Créditos Trabalho: 0
Carga Horária Total: 60 h
Tipo: Semestral
Ativação: 15/07/2015 Desativação:

Objetivos
Os principais objetivos da disciplina são: introduzir o aluno no campo da formação de conceitos e dos estudos epistemológicos da Organização do Conhecimento; incentivar o desenvolvimento do senso reflexivo, crítico e justificado na abordagem de domínios organizados de saberes científicos e sociais. Os objetivos específicos são: identificar os principais elementos conceituais e históricos do conhecimento organizado; caracterizar as diversas correntes de pensamento que fazem a interlocução entre a Organização do Conhecimento e a Ciência da Informação; analisar iniciativas contemporâneas que apresentem críticas e alternativas aos cânones da organização presentes no pensamento hegemônico.
 
 
 
Docente(s) Responsável(eis)
5504324 - Marivalde Moacir Francelin
 
Programa Resumido
A formação de conceitos e as tipologias das pesquisas epistemológicas no campo da Organização do Conhecimento. Pontos críticos e alternativos dos estudos sobre a formação filosófico-científica do campo, especialmente diante de perspectivas complexas e sociais de construção de conhecimento válido e legitimado.
 
 
 
Programa
I. EPISTEMOLOGIA E FORMAÇÃO DE CONCEITOS.
1. Conceitos e definições nas ciências humanas e nas ciências naturais
2. Evolução histórica: conceitos na organização do conhecimento e na análise dos registros de informação
3. Estudos predominantes no universo histórico, curricular e de tratamento da informação
4. Convergências e divergências conceituais no contexto de desenvolvimento de uma ciência
5. Disciplinaridade, Interdisciplinaridade, transdisciplinaridade e multidisciplinaridade na formação de conceitos
II. DOMÍNIOS CONCEITUAIS NA ORGANIZAÇÃO DO CONHECIMENTO
1. Epistemografia
2. Epistemografia interativa
3. Empirismo
4. 4 Racionalismo
5. Cognitivismo
6. Historicismo
7. Pragmatismo
III. LÓGICAS ANTI-HEGEMÔNICAS NA ORGANIZAÇÃO DOS SABERES
1. A Filosofia da informação, a epistemologia social e os espaços de significação.
2. O pensamento filosófico-científico moderno e pós-moderno nos processos informacionais.
3. Novos campos de interlocução científica, social e cultural para os estudos de informação
4. Contextos locais e globais para compreender o profissional da informação
 
 
 
Avaliação
     
Método
Aulas expositivas.
Discussão dos textos em grupo.
Apresentação de pesquisadores convidados.
Critério
Participação nas discussões. Seminários. Trabalho final.
Norma de Recuperação
Apresentação de trabalho e / ou realização de prova escrita pelos alunos reprovados que obtiveram mínimo regimental e nota superior a TRÊS, segundo os prazos fixados pelo calendário de Atividades Acadêmicas.
 
Bibliografia
     
ALVARENGA, Lídia. A Teoria do Conceito Revisitada em Conexão com Ontologias e metadados no Contexto das Bibliotecas Tradicionais e Digitais. DataGramaZero - Revista de Ciência da Informação, v.2, n.6, Dez. 2001.
ANSI/NISO Z39.19. Guidelines for the construction, format, and management of monolingual controlled vocabularies. Maryland: NISO, 2005.
CAMPOS, Astério. O nascer de uma utopia: ainda e sempre o problema da classificação bibliográfica. Revista de Biblioteconomia de Brasília, v.1, n.1, p.15-19, jan./jun. 1973.
CAMPOS, Maria Luiza de Almeida. Linguagem Documentária: teorias que fundamentam sua elaboração. Niterói: EdUFF, 2001.
DAHLBERG, I. Philosophical foundations of conceptual ordering systems. Advances in Knowledge Organization, n.3, p.102-119, 1991.
DAHLBERG, I. Teoria do conceito. Tradução de Astério Tavares Campos. Ciência da Informação, Rio de Janeiro, v.7, n.2, p.101-107, 1978b. Disponível em:. Acesso em: 17 ago. 2012.
DODEBEI, Vera Lúcia Doyle. Tesauro: linguagem de representação da memória documentária. Rio de Janeiro: Interciência, 2002.
FRANCELIN, Marivalde Moacir. Conceitos, domínios do saber e fronteiras epistemológicas. RDBCI, Campinas, SP, v. 8, n. 2, p.152-165, fev. 2011.
FRANCELIN, Marivalde Moacir. Ordem dos conceitos na organização da informação e do conhecimento. 2010. Tese (Doutorado em Ciência da Informação) - Escola de Comunicações e Artes, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2010.
FRANCELIN, Marivalde Moacir; PINHO, Fábio Assis. Conceitos na Organização do Conhecimento. Recife: Editora Universitária da UFPE, 2011.
GALVÃO, Maria Cristiane Barbosa. Construção de conceitos no campo da ciência da informação. Ciência da Informação, Brasília, v.27, n.1, p.46-52, jan./abr. 1998.
GARCÍA GUTIÉRREZ, Antonio. Cientificamente favelados: uma visão crítica do conhecimento a partir da epistemografia. Transinformação, Campinas, v.18, n.2, p.103-112, maio/ago. 2006.
GARCÍA GUTIÉRREZ, Antonio. Desclasificados: pluralismo lógico y violencia de la clasificación. Barcelona: Anthropos, 2007.
GARCÍA GUTIÉRREZ, Antonio. Una teoría de los conceptos. In:_________. Epistemología de la Documentación. Barcelona: Stonberg, 2011. p.104-198.
GARDIN, Jean-Claude. La logique du plausible: essais d´épistémologie pratique. Paris: E. Maison des Sciences de l´Homme, 1981.
GONZÁLEZ DE GÓMEZ, Maria Nélida. A representação do conhecimento e o conhecimento da representação: algumas questões epistemológicas. Ciência da Informação, v.22, n.3, 217-222, set./dez. 1993.
HJORLAND, Birger. Concept in Knowledge Organization. In:_________. Lifeboat for Knowledge Organization. 2008. Disponível em: http://www.db.dk/bh/lifeboat_ko/CONCEPTS/concept_in_knowledge_organizatio.htm
HJØRLAND, Birger. Concept theory. Journal of the American Society for Information Science and Technology, v.60, n.8, p.1519-1536, 2009.
HJØRLAND, Birger. Empiricism, rationalism and positivism in library and information science. Journal of Documentation, v.61, n.1, p.130-155, 2005.
MARRADI, A. The concept of concept: concept and terms. Knowledge Organization, v.39, n.1, p.29-54, 2012.
MATHEUS, Renato Fabiano. Rafael Capurro e a filosofia da informação: abordagens, conceitos e metodologias de pesquisa para a Ciência da Informação. Perspectivas em Ciência da Informação, Belo Horizonte, v. 10, n. 2, p. 140-165, jul./dez. 2005.
POMBO, Olga. Da classificação dos seres à classificação dos saberes. Leituras – Revista da Biblioteca Nacional de Lisboa, n.2, p.19-33, primavera, 1998.
RABELLO, Rodrigo. História dos conceitos e Ciência da Informação: apontamentos teórico-metodológicos para uma perspectiva epistemológica. Encontros Bibli: revista eletrônica de Biblioteconomia e Ciência da Informação, Florianópolis, n.26, 2º sem. 2008.
RENDÓN ROJAS, Miguel Ángel. Bases teóricas y filosóficas de la bibliotecología. 2.ed. México: UNAM, 2005.
SALDANHA, Gustavo Silva. Tradições epistemológicas nos estudos de organização dos saberes: uma leitura histórico-epistêmica a partir da filosofia da linguagem. Liinc em revista, v. 6, n. 2, p. 300-315, 2010.
SHERA, Jesse H. Epistemologia social, semântica geral e Biblioteconomia. Ciência da Informação, v. 6, n. 1, p. 9-12, 1977.
SMIRAGLIA, R. P.; HEUVEL, C. van den. Classifications and concepts: towards an elementary theory of knowledge interaction. Journal of Documentation, v.69, n.3, 2013.
STOCK, W. G. Concepts and semantic relations in information science. Journal of the American Society for Information Science and Technology, v.61, n.10, p.1951-1969, oct. 2010.
TÁLAMO, Maria de Fátima Gonçalves Moreira; SMIT, Johanna Wilhelmina. Ciência da Informa: a transgressão metodológica. In: PINTO, Virgínia Bentes; CAVALCANTE, Lídia Eugenia; SILVA NETO, Casemiro (Org.). Ciência da Informação: abordagens transdisciplinares gêneses e aplicações. Fortaleza: Edições UFC, 2007.
VICKERY, Brian C. Classificação e indexação nas ciências. Rio de Janeiro: BNG/Brasilat, 1980.
VIULLEMIN, Jules. Conceito. In: ENCICLOPÉDIA EINAUDI. Conceito –Filosofia/Filosofias. Portugal: Imprensa Nacional – Casa da Moeda, 1997.
WEITZ, M. Theories of concepts: a history of the major philosophical tradition. London: Routledge, 1988.
WERSIG, Gernot. Information Science: the study of postmodern knowledge usage. Information Processing & Management, v.29, n.2, p.229-239, 1993.
 

Clique para consultar os requisitos para CBD0297

Clique para consultar o oferecimento para CBD0297

Créditos | Fale conosco
© 1999 - 2019 - Superintendência de Tecnologia da Informação/USP