Informações da Disciplina

 Preparar para impressão 

Júpiter - Sistema de Gestão Acadêmica da Pró-Reitoria de Graduação


Escola de Comunicações e Artes
 
Comunicações e Artes
 
Disciplina: CCA0289 - Linguagem Verbal nos Meios de Comunicação II
Verbal Language in Media II

Créditos Aula: 4
Créditos Trabalho: 2
Carga Horária Total: 120 h ( Práticas como Componentes Curriculares = 60 h )
Tipo: Semestral
Ativação: 01/01/2020 Desativação:

Objetivos
A disciplina visa a: a) Ampliar os conceitos abordados e as práticas efetivadas no 1º semestre, sobretudo no que tange ao caráter social da língua e das linguagens da comunicação, enfatizando a construção social do signo ideológico e dos discursos nos meios de comunicação; b) Fornecer instrumental teórico e metodológico no que concerne às possibilidades de uso da linguagem verbal nos meios de comunicação; c) Possibilitar a realização produções verbo-visuais ficcionais destinadas aos meios de comunicação, levando em conta as discussões e pesquisas do semestre, assim como a leitura de textos científicos, literários entre outros de diferentes gêneros.
 
 
 
Docente(s) Responsável(eis)
2139781 - Maria Cristina Palma Mungioli
2099978 - Roseli Aparecida Figaro Paulino
 
Programa Resumido
A disciplina dá continuidade aos estudos de linguagem introduzidos na disciplina Linguagem Verbal nos Meios de Comunicação I. Parte do pressuposto de que a compreensão crítica da língua e da palavra - como signo ideológico – deve se desenvolver sustentada pela reflexão teórica e ser exercitada na produção textos verbo-visuais, em especial da narrativa. Esta irá se construir partindo da interação dos discursos da literatura, da ciência e da mídia, que serão objeto de estudo ao longo do semestre. Tal estudo tem como objetivo subsidiar (1) as discussões em torno da interdiscursividade e da intertextualidade indispensáveis ao processo criativo envolvido na produção de roteiros para os meios de comunicação; (2) a criação e a produção de narrativas ficcionais a partir de roteiro para os meios de comunicação.
 
 
 
Programa
1. Língua e cultura nos meios de comunicação. 2. Linguagem,discurso e estilo nos meios de comunicação. 3. Modos de produção de texto: interdiscursividade/textualidade 4. A produção de texto para os meios de comunicação. 5. A linguagem e os estereótipos nos produtos textuais da mídia. 6. O signo ideológico na produção e na recepção dos discursos. 7. O texto ficcional contemporâneo. 8. O texto ficcional nos meios de comunicação: gêneros e modalidades. 9. O roteiro literário: estrutura e composição. 10. Linguagem oral e escrita: roteiros para os meios de comunicação.
 
 
 
Avaliação
     
Método
Aulas teóricas sistematizadoras. Leituras programadas: discussão dos textos. Painéis. Seminários. Pesquisa de campo. Discussão da adequação dos textos produzidos pelos alunos às técnicas de elaboração de roteiros, sobretudo tendo em vista as características do texto narrativo.
Critério
Participação do aluno nas discussões e atividades de sala de aula, seminários, pesquisas, relatórios e trabalho escrito, que deve ser apresentado ao final da disciplina, podendo também ser aplicada prova escrita, concomitantemente ou em substituição a relatório. Avaliação continuada. O aluno é observado em cada atividade desenvolvida em aula seja pela leitura dos textos recomendados, pelo grau de atenção e interesse demonstrados, pela contribuição oral, pela produção de exercícios escritos, pelas atividades de orientação. Participando da exposição dialogada, discussão, seminários e produção textual estruturada em etapas, sob a forma de laboratório, durante todo o semestre, o aluno é avaliado por um processo que se conclui com o trabalho monográfico ao final do semestre.
Norma de Recuperação
Prova escrita a ser elaborada com base no conteúdo desenvolvido (incluindo teoria e prática) no semestre.
 
Bibliografia
     
ABAURRE. Maria Luiza. Produção de Texto - Interlocução e Generos. Moderna. 2018 BACCEGA, M. A. & CITELLI, A. Retórica da manipulação: os sem-terra nos jornais. In: Comunicação e Artes. São Paulo, (20) 23-29. abril 1999. BECHARA, Evanildo. Gramática fácil. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2014. BRAIT, Beth. A personagem. São Paulo: Contexto, 2017. CANDIDO, Antonio et alii. A pérsonagem de ficção. São Paulo: Perspectiva, 1968 CAMPOS, F. Roteiro de cinema e televisão. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Ed., 2007. COMPARATO, Doc. Da criação ao roteiro: teoria e prática. São Paulo: Summus, 2009. ECO, U. Seis passeios pelos bosques da ficção. São Paulo: Companhia das Letras, 1994. HELLER, A. Sobre preconceitos. In: O cotidiano e a história. Rio de Janeiro, Paz e Terra, 2004. KOCH, I. G. V. Desvendando os segredos do texto. São Paulo: Cortez, 2002. LIPPMANN W. Estereótipos. In: STEIMBERG, Ch. (org.) – Meios de Comunicação Massa. Rio de Janeiro: Cultrix. 1980. MAINGUENEAU, D. Análise de textos de comunicação. São Paulo: Cortez, 2001. MARQUES, G. G. Me alugo para sonhar. Rio de Janeiro: Casa Jorge Editorial, 2001. MARTIN-BARBERO, J. ; REY, G. Os exercícios do ver: hegemonia audiovisual e ficção televisiva. São Paulo: Editora SENAC São Paulo, 2001. McKEE, R. Story : substância, estrutura, estilo e os princípios da escrita de roteiros. Curitiba: Arte & Letra, 2006. MORIN, E. A Indústria Cultural. In: Cultura de massas no século XX: o espírito do tempo 1. Neurose. Rio de Janeiro: Forense. 9ª. edição 2005. MOTTER, M. L. Telenovela: do analfabetismo visual à alfabetização pela palavra. REVISTA USP, São Paulo, n. 66, p. 198-298 junho/agosto 2005. MUNGIOLI, M. C. P.; PELEGRINI, C. Narrativas complexas na ficção televisiva. Revista Contracampo, vol. 26, n. 1, 2013. Niterói: Contracampo, 2013. p. 21-37. Disponível em: ttp://www.uff.br/contracampo/index.php/revista/article/view/308/263 MUNGIOLI, M. C. P. O papel dos autores na constituição da teledramaturgia como sistema simbólico. In: CAMARGO, R. Z. Brasil, múltiplas identidades. São Paulo: Alameda, 2014. p. 125-139 PALLOTINI, R. Dramaturgia de televisão. São Paulo: Moderna, 1998. SANT’ANNA, A. R. Paródia, paráfrase e cia. São Paulo: Ed. Ática, 1998. VANOYE, F. e GOLIOT-LÈTÈ, A. Ensaio sobre a análise fílmica. São Paulo: Papirus, 1994. VOLÓCHINOV, V. Marxismo e Filosofia da Linguagem. Tradução Sheila Grillo. São Paulo: Editora 34, 2017 VOLOCHINOV, V. N. A construção da enunciação e outros ensaios. São Carlos: Pedro & João Editores, 2013. WILLIAMS, R. Televisão: tecnologia e forma cultural. São Paulo: Boitempo; Belo Horizonte, MG: PUC-Minas, 2016.
 

Clique para consultar os requisitos para CCA0289

Clique para consultar o oferecimento para CCA0289

Créditos | Fale conosco
© 1999 - 2020 - Superintendência de Tecnologia da Informação/USP