Informações da Disciplina

 Preparar para impressão 
Júpiter - Sistema de Graduação

Escola de Comunicações e Artes
 
Comunicações e Artes
 
Disciplina: CCA0315 - Música: Comunicação e Experiência Estética
Music: Communication and Aesthetical Experience

Créditos Aula: 4
Créditos Trabalho: 0
Carga Horária Total: 60 h
Tipo: Semestral
Ativação: 01/01/2009 Desativação:

Objetivos
O curso aborda a comunicação a partir da experiência estética e suas formas de discurso. Expressando e ao mesmo tempo sendo expressão das visões de mundo que norteiam as culturas humanas, a música é relacionada com outras linguagens artísticas e outros saberes, como a filosofia, a história, a literatura, o cinema, o teatro etc.
O curso é composto de temas nucleares que vão sendo paulatinamente contrapostos, comparados e conectados, permitindo reflexões baseadas não apenas no conhecimento cumulativo, mas no estabelecimento criativo de sinapses e redes significativas.
 
 
 
Docente(s) Responsável(eis)
79270 - Eduardo Seincman
 
Programa Resumido
A disciplina CCA 315 - Música: Comunicação e Experiência Estética é notadamente interdisciplinar: tendo como ponto de partida a música enquanto experiência (estética e cultural), visa o estabelecimento de interfaces significativas entre as várias formas de comunicação e conhecimento. Por não ter um viés estritamente técnico, permitirá a participação e interação de uma grande gama de alunos da ECA e de outras unidades, propiciando-lhes um diálogo mais intenso e reflexões com horizontes mais amplos. Pretende igualmente oferecer aos alunos da ECA uma ponte entre as suas diversas áreas de atuação.
 
 
 
Programa
• Comunicação e experiência estética
• Trágico, lírico e épico: questões de tempo e de espaço
• História e mito: tempo cíclico, tempo evolutivo, eterno retorno
• Memória e esquecimento: proximidade e distanciamento
• O hiato e a criação
• Certeza e ambigüidade
• Formalismo, conteudismo, relativismo
• Conflito e harmonia dos opostos: o sublime e o grotesco
• Paradoxos: o sinistro, o estranho, o duplo
• Condensações, deslocamentos, simultaneidades, fusões
• Apolo/Dionísio, Parmênides/Heráclito, Aristóteles/Platão
• Queda e ressurreição, caos e ordem
• Música, drama, imagem e poesia
• A poética do silêncio
• Óticas discursivas: classicismo, romantismo, modernismo
• Transcendência, imanência, niilismo: o aquém e o além
• Direção, transformação e paralisia
 
 
 
Avaliação
     
Método
Aulas com audição de músicas, leitura de textos, apresentação de filmes etc.
Critério
Participação em aula, resenhas, trabalho final.
Norma de Recuperação
Leituras e trabalhos suplementares entregues antes do início do novo semestre. Caso contrário, matrícula na mesma disciplina quando for oferecida.
 
Bibliografia
     
BIBLIOGRAFIA (serão adotados estes ou outros livros de acordo com a dinâmica do curso)
1. Filosofia
AGOSTINHO, Sto. “Confissões” in: Sto. Agostinho - Os Pensadores, Abril Cultural, São Paulo, 1980.
BERGSON, H. “Introdução à Metafísica”, in: Bergson, Bachelard - Os Pensadores, Abril Cultural, são Paulo, 1974.
.“O Pensamento e o Movente”, in: Bergson, Bachelard - Os Pensadores, Abril Cultural, São Paulo, 1974.
BORGES, J. L. História da eternidade, Globo, Rio de Janeiro, 1982.
MARCONDES, D. Textos básicos de filosofia – dos pré-socráticos a Wittgenstein, Rio de Janeiro: Zahar, 2000.
MATOS, O. C. F. A escola de Frankfurt – luzes e sombras do iluminismo, São Paulo, Moderna, 2001
POPPER, K. Autobiografia intelectual, Cultrix/Edusp, São Paulo, 1977.
SCHÜLER, D. Heráclito e seu (dis)curso, Porto Alegre, L&PM, 2000.
STRAUSS, L. “A Ciência do Concreto”, in: O pensamento selvagem, São Paulo: Papirus, 1989.
. Antropologia estrutural, Rio de Janeiro, Tempo Brasileiro, 1996, 5ª Ed.
. De perto e de longe, São Paulo, CosacNaify, 2005.
TRINGALI, D. Introdução à retórica, São Paulo, Duas Cidades, 1988.
2. Estética
ALBRIGHT, D. Untwisting the serpent - modernism in music, literature, and other arts, London, University of Chicago Press, 2000.
BAKHTIN, M. Problemas da poética de Dostoievski, Rio de Janeiro, Forense Universitária, 1997.
BOSI, A. O ser e o tempo da poesia, Cultrix/Edusp, São Paulo, 1977.
BOUCOURECHLIEV. A. Beethoven, Antoni Bosch, Barcelona, 1980.
CHEKHOV, M. Para o ator, Martins Fontes, São Paulo, 1986.
DEWEY, John. Art as experience, London: Penguin (Perigee), 1934 (2005);
EINSENSTEIN, S. “O Princípio Cinematográfico e o Ideograma”, in: Ideograma, Haroldo de Campos (org.), Edusp, São Paulo, 1994.
GOETHE, J. W. Escritos sobre arte (“Sobre Laocoonte”), Humanitas/Imprensa Oficial, 2005.
HUGO, V. Do grotesco e do sublime, Perspectiva, São Paulo, s.d.
JAMESON, F. As marcas do visível, Rio de Janeiro, Graal, 1995.
KUNDERA, M. A arte do romance, Nova Fronteira, Rio de Janeiro, 1988.
LESSING, G. E. Laocoonte ou sobre as fronteiras da pintra e da poesia, São Paulo, Iluminuras, 1998.
LOBO, L. Teorias poéticas do romantismo (em especial: “Da Literatura”, 1800, Mme Staël), Porto Alegre, UFRJ/Mercado Aberto, 1987
PAREYSON, L. Os problemas da estética, São Paulo, Martins Fontes, 1989
POE, E. A. “A Filosofia da Composição”, in: Poemas e ensaios, Globo, Rio de Janeiro, 1985.
PAZ, O. Claude Lévi-Strauss ou o novo festim de Esopo, São Paulo, Perspectiva, 1977.
ROSENFELD, A. Texto/Contexto, São Paulo, Perspectiva, 1976.
. O teatro épico, São Paulo, Buriti, 1965.
SEINCMAN, E. Estética da Comunicação Musical, São Paul, Via Lettera, 2008.
STEINER, G. “O Poeta e o Silêncio”, in: Linguagem e silêncio - ensaios sobre a crise da palavra, Cia. das Letras, São Paulo, 1988.
SCHORSKE, C. E. Viena fin-de-siecle – política e cultura (“Política e Psique: Schnitzler e Hofmannsthal, São Paulo/Campinas, Cia das Letras/Edunicamp, s.d.
TRINGALI, D. A arte poética de Horácio, São Paulo, Musa, 1994.
 

Clique para consultar os requisitos para CCA0315

Clique para consultar o oferecimento para CCA0315

Créditos | Fale conosco
© 1999 - 2017 - Superintendência de Tecnologia da Informação/USP