Informa??es da Disciplina

 Preparar para impressão 
Júpiter - Sistema de Graduação

Escola de Comunicações e Artes
 
Jornalismo e Editoração
 
Disciplina: CJE0394 - Critérios de Seleção - Prosa de Ficção
Selection Criteria - Prose Fiction

Créditos Aula: 4
Créditos Trabalho: 2
Carga Horária Total: 120 h
Tipo: Semestral
Ativação: 01/01/2012 Desativação:

Objetivos
Discutir as noções de estética, literatura, poética e crítica literária. Caracterizar os gêneros literários da prosa de ficção. Refletir sobre a matéria, a estrutura e a função da narrativa ficcional. Examinar instrumentos e critérios de avaliação e, portanto, de seleção de textos literários em prosa.
 
 
 
Docente(s) Responsável(eis)
1161792 - José de Paula Ramos Júnior
 
Programa Resumido
Noções de literatura, estética, poética e crítica literária. Gêneros literários em prosa: crônica, conto, novela e romance. Elementos, estrutura e função da narrativa ficcional. Valorização de textos literários em prosa: métodos de leitura crítica. Critérios de seleção para publicação de obras literárias em prosa.
 
 
 
Programa
14.1. Noções de literatura, estética, poética e crítica literária.
14.2. A Poética, de Aristóteles.
14.3. A Carta aos Pisões, de Horácio.
14.4. Poéticas do século XVI.
14.5. Poéticas do século XVII.
14.6. Poéticas do século XVIII.
14.7. Poéticas do século XIX.
14.8. Poéticas do século XX.
14.9. Noção de mito.
14.10. Gêneros literários em prosa: crônica, conto, novela e romance.
14.11. Elementos da prosa de ficção: tema, narrador (foco narrativo), personagem, tempo, espaço e ação (fábula e trama).
14.12. Estrutura e função da narrativa ficcional.
14.13. Valoração de obras literárias: leitura impressionista, fundamentada no gosto; leitura crítica, fundamentada em critérios teóricos; métodos de leitura crítica.
14.14. Critérios de seleção para publicação de obras literárias em prosa: demanda cultural, social e de mercado.
 
 
 
Avaliação
     
Método
Aulas teóricas, com exposição oral do professor; exercícios; seminários ministrados por grupos de alunos; um trabalho individual escrito.
Critério
Alterado. Soma de pontos: autoavaliação (até 2 pontos); exercícios (até 2 pontos); participação nos seminários, com relatório ou fichamento de leitura dos textos determinados (até 2 pontos); trabalho individual escrito (até 4 pontos).
Norma de Recuperação
Para alunos com frequência mínima de 70% e nota mínima 3 (três): prova (com consulta) sobre temas do Programa ou trabalho escrito a ser designado pelo professor.
 
Bibliografia
     
ARISTÓTELES. “Poética”. In: Os pensadores. Trad. de Eudoro de Souza. São Paulo: Abril Cultural, 1973, pp. 443-471, v. IV.
ARISTÓTELES. Retórica. Trad. e notas de Manuel Alexandre Júnior, Paulo Farmhouse Alberto e Abel do Nascimento Pena. 3ª ed. Lisboa: Imprensa Nacional-Casa da Moeda, 2006.
ANDRADE, Ludmila Thomé de & CORRÊA, Priscila Monteiro. “Os critérios dos especialistas para os livros literários a serem lidos na escola”. Disponível em:
http://www.anped.org.br/reunioes/32ra/arquivos/trabalhos/GT10-5871--Int.pdf. Acesso em: 26/02/2010.
AUERBACH, Eric. “Na mansão de la Mole”. In: Mimesis. 3ª ed. São Paulo: Perspectiva, 1994, pp. 405-441.
BENJAMIN, Walter. “O narrador”. In: Os pensadores. São Paulo: Abril, 1975, pp. 63-81, v. XLVIII.
CHKLOVSKI, V. “A construção da novela e do romance”. In: TOLEDO, Dionísio de Oliveira (org.). Teoria da literatura: formalistas russos. 2ª ed. Porto Alegre: Globo, 1976, pp. 205-226.
EDITAL de convocação para inscrição de obras de literatura no processo de avaliação e seleção para o Programa Nacional Biblioteca da Escola – PNBE 2010. Disponível em:
http://www.abrelivros.org.br/abrelivros/01/images/stories/arquivos/antigos/3781.pdf. Acesso em 26/02/2010.
EIKHENBAUM, B. “Sobre a teoria da prosa”. In: TOLEDO, Dionísio de Oliveira (org.). Teoria da literatura: formalistas russos. 2ª ed. Porto Alegre: Globo, 1976, pp. 157-168.
FORSTER, E. M. Aspectos do romance. 4ª ed. rev. São Paulo: Globo, 2005.
FRIEDMAN, Norman. “O ponto de vista na ficção”. Trad. Fábio Fonseca de Melo. In: Revista Usp, no 53. São Paulo, pp. 166-182, março-maio 2002.
GINZBURG, Jaime. “O valor estético: entre universalidade e exclusão”. Disponível em:
http://www.scielo.br/pdf/alea/v10n1/v10n1a07.pdf. Acesso em: 26/02/2010.
GOETHE, Johann Wolfgang von. Memórias: poesia e verdade. Porto Alegre: Ed. Globo, 1971, 2 vol.
GREIMAS, A. J. & COURTÉS, J. Dicionário de semiótica. São Paulo: Contexto, 2008.
HORÁCIO. “Carta aos Pisões”. In: ARISTÓTELES, HORÁCIO & LONGINO. A poética clássica. Trad. Jaime Bruna. 12ª ed. São Paulo: Cultrix, 2005, pp. 53-68.
HUGO, Victor. Do grotesco e do sublime. São Paulo: Perspectiva, s.d. Coleção Elos.
JOLLES, André. Formas simples. São Paulo: Cultrix, 1976.
LIMA, Luiz Costa (org.). Teoria da literatura em suas fontes. Rio de Janeiro: Francisco Alves, 1975.
LUKÁCS, Georg. “Narrar ou descrever”. In: Ensaios sobre literatura. Rio de Janeiro: Ed. Civilização Brasileira, 1965, pp. 43-94.
MUIR, Edwin. A estrutura do romance. Porto Alegre: Globo, s.d.
POE, Edgar Allan. Poemas e ensaios. 2ª ed. Rio de Janeiro: Ed. Globo, 1987.
RAMOS JR., José de Paula. “Ira e amor de Manuelzão”. Revista USP, no 66, São Paulo, jun.-jul.-ago./2005, p. 156-162.
ROSA, João Guimarães. “Uma estória de amor”. In: Corpo de baile. 1ª ed. Rio de Janeiro: José Olympio, 1956, p. 137-245, v. 1.
SCHILLER, Friedrich. Poesia ingênua e sentimental. São Paulo: Iluminuras, 1991.
SCHLEGEL, Friedrich. Conversa sobre a poesia. São Paulo: Iluminuras, 1994.
TEIXEIRA, Ivan. “Anatomia do crítico”. In: CULT, no 11. São Paulo, Lemos Editorial, 1998.
____________. “Retórica e Literatura”. In: CULT, no 12. São Paulo, Lemos Editorial, 1998.
____________. “Formalismo Russo”. In: CULT, no 13. São Paulo, Lemos Editorial, 1998.
____________. “New Criticism”. In: CULT, no 14. São Paulo, Lemos Editorial, 1998.
____________. “Estruturalismo”. In: CULT, no 15, São Paulo, Lemos Editorial, 1998.
____________. “Desconstrutivismo”, In: CULT, no 16. São Paulo, Lemos Editorial, 1998.
____________. “New Historicism”. In: CULT, no 17. São Paulo, Lemos Editorial, 1998.
____________. “Literatura como imaginário: Introdução ao conceito de poética cultural”. In: Revista Brasileira, fase VII, no 37. Rio de Janeiro: Academia Brasileira de Letras, out.-nov.-dez./2003, pp. 43-67.
TODOROV, Tzvetan. As estruturas narrativas. 4ª ed. São Paulo: Perspectiva, 2004.
TOMACHEVSKI, B. “Temática”. In: TOLEDO, Dionísio de Oliveira (org.). Teoria da literatura: formalistas russos. 2ª ed. Porto Alegre: Globo, 1976, pp. 169-204.
TYNIANOV, J. “A noção de construção”. In: TOLEDO, Dionísio de Oliveira (org.). Teoria da literatura: formalistas russos. 2ª ed. Porto Alegre: Globo, 1976, pp. 99-103.
____________. “Da evolução literária”. In: TOLEDO, Dionísio de Oliveira (org.). Teoria da literatura: formalistas russos. 2ª ed. Porto Alegre: Globo, 1976, pp. 105-118.
WELLEK, René & WARREN, Austin. Teoria da literatura. 5ª ed. Lisboa: Publicações Europa-América, s.d.
WELLEK, René. História da crítica moderna. São Paulo: Herder; Edusp, 1972, 4 vol.
____________. Conceitos de crítica. São Paulo: Cultrix, s.d.
WIMSATT JR., W. K. & BROOKS, C. Crítica literária: breve história. Lisboa: Calouste Gulbenkian, 1971.
ZOLA, Emile. O romance experimental e o naturalismo no teatro. São Paulo: Perspectiva, 1979, pp. 23-76. Coleção Elos.
 

Clique para consultar os requisitos para CJE0394

Clique para consultar o oferecimento para CJE0394

Créditos | Fale conosco
© 1999 - 2020 - Superintendência de Tecnologia da Informação/USP