Informações da Disciplina

 Preparar para impressão 
Júpiter - Sistema de Graduação

Escola de Comunicações e Artes
 
Jornalismo e Editoração
 
Disciplina: CJE0585 - Ciências da Linguagem: Das Narrativas
Language Science: from Narratives

Créditos Aula: 4
Créditos Trabalho: 1
Carga Horária Total: 90 h
Tipo: Semestral
Ativação: 01/01/2017 Desativação:

Objetivos
1) Introduzir os alunos às reflexões sobre linguagem que levaram diversos campos do conhecimento a uma interação. 2) Introduzi-los às grandes linhas de análise semiótica. 3) Apresentar recursos metodológicos para análise das narrativas. 4) Apresentar condições para a produção hipertextual em plataforma wiki.
 
 
 
Docente(s) Responsável(eis)
1357765 - Mayra Rodrigues Gomes
2068372 - Rosana de Lima Soares
 
Programa Resumido
Introduzir os alunos às reflexões sobre linguagem que levaram diversos campos do conhecimento a uma interação. Introduzi-los às grandes linhas de análise semiótica. Apresentar recursos metodológicos para análise das narrativas. Apresentar condições para a produção hipertextual em plataforma wiki.
 
 
 
Programa
1) Linguagem ou uma segunda natureza do homem: natureza da operação lógica sobre a qual repousa a ordem simbólica. 2) Linguagem e laço social: o espaço público no jornalismo. 3) A estratégia realista, ou referencial, do jornalismo: a inserção no cotidiano e o conceito de fait divers. 4) Introdução a teorias do signo: a semiologia de Ferdinand de Saussure e a semiótica de Charles Sanders Peirce. 5) Narrativa; a conversão dos fatos em processo comunicativo. 6) Narração, narratividade, narratologia. 7) O narrador e a enunciação. 8) Análise estrutural da narrativa: de Propp a Greimas. 9) A jornada do herói. 10) A jornada do escritor. 11) Narrativas orais. 12) Narrativas verbais. 13) Narrativas audiovisuais. 14) Narrativa e representações sociais. 15) Wiki: a produção de trabalhos em hipertexto.
 
 
 
Avaliação
     
Método
1) Aulas expositivas.
2) Seminários.
3) Discussão de textos.
4) Seminários.
5) Trabalhos escritos (individuais e em grupo).
6) Exercícios de leitura e compreensão de texto.
Critério
1) Participação comprovada nos trabalhos propostos
2) Realização de um trabalho no meio e outro no final do semestre
Norma de Recuperação
Trabalho programado pelo professor e entregue em data subseqüente
 
Bibliografia
     
BARTHES, Roland. Elementos de semiologia. São Paulo, Cultrix, 1989.
BARTHES, Roland. “El efecto de realidad”, in Lo verosímil. Buenos Aires, Editorial Tiempo Contemporáneo, 1970.
BARTHES, Roland. “Estrutura da notícia” in Crítica e verdade. São Paulo, Perspectiva, 1970.
BARTHES, Roland. "Introdução à análise estrutural da narrativa" in Análise estrutural da narrativa.. Petrópolis, Vozes, 1976.
BARTHES, Roland. Mitologias. Rio de Janeiro, Bertrand Brsi8l, 2001.
BARTHES, Roland. Novos ensaios críticos. O grau zero da escritura. São Paulo, Cultrix, 1974.
BENJAMIN, Walter. "O narrador" in Magia e técnica, arte e política. São Paulo, Brasiliense, 6ª edição.
BENVENISTE, Émile. Problemas de lingüística geral I. São Paulo, Pontes, 1995.
BOURDIEU, Pierre. O poder simbólico. Rio de Janeiro, Bertrand Brasil, 2001.
BURKE, Peter. A arte da conversação. São Paulo, Unesp, 1995.
CALLIGARIS, Contardo. “Para que servem as ficções?” In Folha de S. Paulo, 18 de janeiro de 2007.
CAMPBELL, Joseph. O Herói de Mil Faces. São Paulo: Cultrix, 1992.
CAMPBELL, Joseph. Para viver os mitos. São Paulo: Cultrix, 2000.
CAMPBELL, Joseph. O Voo do Pássaro Selvagem -- Ensaios sobre a universalidade dos mitos. São Paulo: Rosa dos Tempos, 1997.
CANEVACCI, Massimo.“Cabeças Decepadas” in Antroplogia da comunicação visual. São Paulo, Brasiliense, 1990.
DELEUZE, Gilles. Conversações. São Paulo, Editora 34, 1998.
DELEUZE, Gilles. Différence et répétition. Paris, Presses Universitaires de France, 1968.
DELEUZE, Gilles. “O ato de criação” in Folha de S. Paulo, Caderno Mais 5/5, 27 de junho de 1999.
DERRIDA, Jacques. A escritura e a diferença. São Paulo, Perspectiva, 1995.
DERRIDA, Jacques. A farmácia de Platão. São Paulo, Iluminuras, 1997.
DERRIDA, Jacques. De la grammatologie. Paris, Éditions Minuit, 1968.
DERRIDA, Jacques. Margens da filosofia. Porto, Rés-Editora, s.d.
ECO, Umberto. A estrutura ausente. São Paulo, Perspectiva, 1997.
ECO, Umberto e SEBEOK, Thomas. O signo de três. Dupin, Holmes, Peirce. São Paulo, Perspectiva, 1991.
ECO, Umberto. Sobre os espelhos e outros ensaios. Rio de Janeiro, Nova Fronteira, 1989
ECO, Umberto. Viagem na irrealidade cotidiana. Rio de Janeiro, Nova Fronteira, 1984.
FRAZER, James George. Ramo de ouro. Rio de Janeiro, 1982.
FREUD, Sigmund. O mal-estar na civilização. In: “Os Pensadores”, São Paulo, Abril Cultural, 1978.
FREUD, Sigmund. Psicologia de grupo. Edição Standard Brasileira Vol. XVIII. Rio de Janeiro, Imago, 1972.
FOUCAULT, Michel. A ordem do discurso. São Paulo, Loyola, 1996.
FOUCAULT, Michel. As palavras e as coisas. São Paulo, Martins Fontes, 1995.
FOUCAULT, Michel. História da sexualidade. Vol. I A vontade de saber. Rio de Janeiro, Graal, 1997.
FREITAS, Jeanne Marie Machado de. Comunicação e psicanálise. São Paulo, Escuta, 1992.
GOMES, Mayra R. Jornalismo e ciências da linguagem. São Paulo, Edusp e Hacker Editores, 2000.
GOMES, Mayra R. Repetição e diferença nas reflexões sobre comunicação. São Paulo, Annablume, 2001.
GOMES, Mayra R. Poder no jornalismo. São Paulo, Edusp e Hacker Editores, 2003.
GINZBURG, Carlo. "Sinais: raízes de um paradigma indiciário". In: Mitos, emblemas e sinais: morfologia e história. São Paulo: Cia. da Letras, 1989. p. 143-179.
GREIMAS, A. J. e COURTÉS, J. Dictionnaire raisonné de la théorie du langage. Paris, Hachette, 1979.
JAKOBSON, Roman. Lingüística e comunicação. São Paulo, Cultrix, 1989.
KRISTEVA, Julia. História da linguagem. Lisboa, Edições 70, 1974.
LÉVY, Pierre. A inteligência coletiva. São Paulo, Loyola, 1998.
LÉVY, Pierre. As tecnologias da inteligência: o futuro do pensamento na era da informática. Rio de Janeiro, Editora 34, 1993.
LÉVI-STRAUSS, C. Introdução à obra de Marcel Mauss Ensaio sobre a dádiva. Lisboa, Edições 70, 1950.
McLUHAN, Marshall. Os meios de comunicação como extensões do homem. São Paulo, Cultrix, 1974.
McLUHAN, Marshall. “Visão, som e fúria”. in Teoria da cultura de massa. Rio de Janeiro, Ed. Saga, s/d.
MARTINEZ, Monica. Jornada do Herói -- estrutura narrativa mítica na construção de histórias de vida em jornalismo. São Paulo, Annablume/Fapesp, 2008.
MOSCOVICI, Serge. Representações sociais. Investigações em psicologia social. Petrópolis, Vozes, 2003.
PEIRCE, Charles Sanders. Semiótica. São Paulo, Perspectiva, 1977.
PLATÃO. Fedro. Lisboa, Guimarães Editores, 2000.
PROPP, Vladimir. Morfologia do conto maravilhoso. Rio de Janeiro, Forense Universitária, 1984.
RICOEUR, Paul. Tempo e narrativa. Campinas, Papirus, 1994.
SAUSSURE, Ferdinand de. Curso de lingüística geral. 12ª ed. São Paulo, Cultrix, s/d.
SEBEOK, Thomas A. Signs: an introduction to semiotics. Canadá, University of Toronto Press, 1994.
SOARES, Rosana de Lima. Imagens veladas: Aids, imprensa e linguagem. São Paulo, Annablume, 2001.
SOARES, Rosana de Lima. “Da comunicação à linguagem: o discurso como laço social”. Revista Estudos em Jornalismo e Mídia. Florianópolis: UFSC, v. IV, n. 2, 2º. semestre de 2007.
SOARES, Rosana de Lima. Margens da comunicação. Discurso e mídias. São Paulo, Fapesp/Annablume, 2009.
SODRÉ, Muniz & FERRARI, Maria Helena. Técnica de reportagem. Notas sobre a narrativa jornalística. São Paulo: Summus, 1986.
TODOROV, Tzvetan. As estruturas narrativas. São Paulo, Perspectiva, 2003.
TODOROV, Tzvetan. Estruturalismo e poética. São Paulo, Cultrix,
TORERO, José Roberto. “A jornada do herói”. Folha de S. Paulo, Esporte (D7), 09/06/2000.
VERISSÍMO, Luis Fernando. Ed Mort e outras histórias. São Paulo: Círculo do Livro, s/d.
VILCHES, Lorenzo. Teoria de la imagen periodística. Barcelona, Paidós, 1987.
VOGLER, Christopher. A jornada do escritor: estruturas míticas para escritores. Rio de Janeiro, Nova Fronteira, 2006.
WITTGENSTEIN, Ludwig. Investigações filosóficas. Petrópolis, Vozes, 1996.

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS PARA A FERRAMENTA WIKI
BEIGUELMAN, Giselle. Interatividade. Acesso em 30 de agosto de 2004. Disponível em:
http://www.itaucultural.org.br/index.cfm?cd_pagina=2125&cd_materia=888.
BEIGUELMAN, Giselle. O livro depois do livro. São Paulo: Peirópolis, 2003.
BOLTER, Jay David. The computer hypertext, and the History of Writing. Hillsdale, NJ, EUA: Lawrence Erlbaum Associates, 1991.
CHARTIER, Roger. A aventura do livro: do leitor ao navegador. São Paulo: Unesp/Imprensa Oficial do Estado de São Paulo, 1998.
MACEDO, Alessandra Alaniz. Explorando tecnologia hipermídia e de trabalho cooperativo em um ambiente de apoio ao ensino. São Carlos, 1999.
Mediawiki. Disponível em http://wikipedia.sourceforge.net/ e acessado em 13 de junho de 2005.
SASSERON, Fábio. Metawiki. Trabalho de Conclusão de Curso. Departamento de Jornalismo e Editoração, ECA/USP, 2005.
 

Clique para consultar os requisitos para CJE0585

Clique para consultar o oferecimento para CJE0585

Créditos | Fale conosco
© 1999 - 2017 - Superintendência de Tecnologia da Informação/USP