Informações da Disciplina

Júpiter - Sistema de Gestão Acadêmica da Pró-Reitoria de Graduação


Escola de Comunicações e Artes
 
Jornalismo e Editoração
 
Disciplina: CJE0597 - Especialização em Jornalismo: Livro- Reportagem
Specialization in Journalism: Non-fiction Novel

Créditos Aula: 2
Créditos Trabalho: 2
Carga Horária Total: 90 h
Tipo: Semestral
Ativação: 01/01/2001 Desativação:

Objetivos
Os fundamentos da Teoria da Reportagem I se situam no âmbito do Jornalismo enquanto produção simbólica da Atualidade. Remetem-se às seguintes vertentes:
· Aprofundamento intuitivo-sintético pela via da sensibilização e subjetivação do real imediato, através dos contatos dialógicos com os protagonistas das situações sociais contemporâneos e com as próprias situações coletivas;
· Aprofundamento lógico-analítico ao mobilizar a racionalidade sistematizadora perante as idéias e conceitos em jogo no fato jornalístico, a fim de delinear diagnósticos e prognósticos;
· Aprofundamento motor-operacional pela via da reportagem e suas estratégias de trabalho de campo, intervenção do observador, do redator e do editor.
A grande reportagem, enquanto prática e enquanto teoria, se fundamenta, pois, numa ação, num esforço analítico e numa sensibilidade criativa.
1. Sensibilizar no produtor de sentidos da atualidade para a leitura cultural, profunda e sutil, das situações imediatas que comparecem à pauta jornalística.
2. Estimular a racionalidade analítica no sentido da competência sistematizadora das informações e sobretudo no sentido da capacidade de armar os nexos de tempo e espaço do fato jornalístico.
3. Desenvolver estratégias de reportagem tanto no domínio da observação e observação participante, quanto no domínio das formas de pesquisa dos antecedentes da pauta, quanto no Domínio das formas dialógicas com os protagonistas da ação social.
4. Motivar uma oficina permanente de construção de estilo capaz de dar conta do relato humanizado da atualidade.
 
 
 
Docente(s) Responsável(eis)
2094872 - Eugênio Bucci
 
Programa Resumido
Unidades temáticas: Deconstrução de pauta e delineamento de pré-pauta. A leitiura cultural e a busca dos sentidos subjacentes. Construção de personagem. Histórias de vida. Produção simbólica e desafios narrativos: atitudes do narrador. Desafios narrativos: precisão, clareza, fluência. Desafios narrativos: a construção estrutural. Jornalismo e intervenção na atualidade. Projeto de trabalho: leituras artísticas e leitura cultural no Jornalismo. Leituras reflexivas - bibliografia especializada.
 
 
 
Programa
Unidades Temáticas
1. Proposta de uma observação plena e consistente, através da interregulagem do hemisfério esquerdo e do hemisfério direito.
2. Desconstrução de pauta e delineamento da pré-pauta. A leitura cultural e a busca dos sentidos subjacentes.
3. Construção de personagens, histórias de vida, relação sujeito-sujeito.
4. A arte de tecer o presente: contextos e nexos de significados.
5. A arte de tecer o presente: dimensões temporais.
6. A arte de tecer o presente: correntes de idéias, conceitos, diagnósticos e prognósticos. Polifonia e polissemia.
7. Produção simbólica e desafios narrativos: atitudes do narrador.
8. Desafios narrativos: precisão, clareza, fluência.
9. Desafios narrativos: a construção estrutural.
10. Desafios narrativos: frase, a micro-estilística.
11. Jornalismo e intervenção na atualidade.

Projeto de Trabalho
1. Leituras artísticas e leitura cultural no Jornalismo.
2. Leituras reflexivas - bibliografia especializada.
3. Realização de uma grande reportagem, cuja pauta será escolhida em oficina pedagógica.
 
 
 
Avaliação
     
Método
1. Laboratórios semanais.
2. Exposição de sistematização ou de proposição de linhas de pesquisa.
3. Debates no estúdio de rádio com convidados especiais (em g
Critério
1. Produção semanal: laboratórios, fichamentos bibliográficos, preparação de pauta e exercícios de reportagem.
2. Seminários de leituras culturais.
3. Grande
Norma de Recuperação
Como se trata de disciplina cuja avaliação do aprendizado depende de participação em equipes de produção, não é possível a recuperação (prevista na Resolução CoG 3583, de 29.09.89, nos termos de seu artigo 3º, parágrafo 1º)
 
Bibliografia
     
BAKHTIN, Mikhail (Volochinov). Marxismo e Filosofia da Linguagem, São Paulo. Hucitec, 1977.
BELTRÃO, Luís. Jornalismo Interpretativo, Porto Alegre, Livraria Sulina Editora, 1976.
BERGER, John. Modos de Ver, São Paulo, Livraria Martins Fontes Editora, 1982.
CANCLINI, Néstor, As culturas populares no capitalismo, São Paulo, Brasiliense, 1986.
CÂNDIDO, Antônio. Literatura e Sociedade, mesa redonda, in: Literatura & Sociedade: a Tradição do Novo, Revista Letra, nº 2, Rio de Janeiro, Faculdade de Letras da Universidade Federal do Rio de Janeiro, 2º semestre, 1984.
DORFLES, Gillo. Símbolo, communicación y consumo, Barcelona, Lumem, 1968.
GRECO, Milton. A Aventura Humana entre o Real e o Imaginário, São Paulo, Ed. Klaxon, 1984
KOTSCHO, Ricardo. A Prática da Reportagem, São Paulo, Ática 1986.
LEANDRO, Paulo Roberto e MEDINA, Cremilda. A Arte de Tecer o Presente, Edição esgotada, ECA, 1973.
LIMA, Edvaldo Pereira. Páginas Ampliadas - O livro-reportagem como extensão do Jornalismo e da Literatura, Campinas, Ed. da Unicamp, 1993.
MEDINA, Cremilda. "Jornalismo e a epistemologia da complexidade", Novo Pacto da Ciência 1, ECA, 1992.
MELO, José Marques de. A Opinião no Jornalismo Brasileiro, Petrópolis, Vozes, 1985.
 

Clique para consultar os requisitos para CJE0597

Clique para consultar o oferecimento para CJE0597

Créditos | Fale conosco
© 1999 - 2020 - Superintendência de Tecnologia da Informação/USP