Informa??es da Disciplina

Júpiter - Sistema de Graduação

Escola de Comunicações e Artes
 
Música
 
Disciplina: CMU0534 - Repertório Orquestral II
Orchestral Repertoire II

Créditos Aula: 2
Créditos Trabalho: 2
Carga Horária Total: 90 h
Tipo: Semestral
Ativação: 01/01/2019 Desativação:

Objetivos
•Fornecer instrumentos para o desenvolvimento das habilidades específicas como cantor/instrumentista ou regente de obras corais no repertório estudado •Contextualizar o repertório e as práticas de interpretação •Auxiliar a compreensão e interpretação de obras do repertório estudado •Apresentar as principais fontes de estudo e pesquisa no repertório estudado •Analisar estudos musicológicos e realizações artísticas referenciais no repertório estudado
 
 
 
Docente(s) Responsável(eis)
1056582 - Fabio Cury
 
Programa Resumido
01- A estética romântica, seu reflexo no repertório orquestral e na pratica de performance. 02- A resposta dos compositores às demandas e desafios do romantismo. 03- Beethoven – surgimento de um mito. 04- Ópera, concertos e compositores. 05- A arte da orquestração. 06- O maestro. 07- Formas principais da música orquestral. 08- Consolidação e expansão da orquestra. 09- A orquestra no século XX. 10- Repertório brasileiro para orquestra sinfônica. 11- A orquestra do século XX como museu. 12- A orquestra estendida; repertório contemporâneo. 13- Debate sobre a situação atual das orquestras no Brasil e no mundo, mapeamento das propostas inovadoras de orquestra no Brasil e no mundo.
 
 
 
Programa
01- A estética romântica, seu reflexo no repertório orquestral e na pratica de performance. 02- A resposta dos compositores às demandas e desafios do romantismo. 03- Beethoven – surgimento de um mito. 04- Ópera, concertos e compositores. 05- A arte da orquestração. 06- O maestro. 07- Formas principais da música orquestral. 08- Consolidação e expansão da orquestra. 09- A orquestra no século XX. 10- Repertório brasileiro para orquestra sinfônica. 11- A orquestra do século XX como museu. 12- A orquestra estendida; repertório contemporâneo. 13- Debate sobre a situação atual das orquestras no Brasil e no mundo, mapeamento das propostas inovadoras de orquestra no Brasil e no mundo.
 
 
 
Avaliação
     
Método
Aulas expositivas, seminários, atividades em grupo, orientação das atividades individuais programadas (leituras, audições, análises e fichamentos)
Critério
O aluno será avaliado durante todo o semestre através de instrumentos como: apresentação de fichamentos e trabalhos escritos, realização de seminários, realização de projetos práticos, avaliações escritas ou orais.
Norma de Recuperação
Não haverá segunda avaliação.
 
Bibliografia
     
ASTER, Mischa. A Orquestra do Terceiro Reich. São Paulo: Perspectiva, 2013. BOMFIM, Camila C. A Música Orquestral, a Metrópole e o Mercado de Trabalho: o declínio das orquestras profissionais subsidiadas por organismos públicos na Região Metropolitana de São Paulo de 2000 a 2016. Tese de Doutorado. São Paulo, 2017. Instituto de Artes, Universidade Estadual Paulista. São Paulo, 2017. BROWN, Clive, The Orchestra in Beethoven’s Vienna, Early Music, fev. 1988. BROWN, Clive. Classical & Romantic Performance Practice (1750-1900). New York: Oxford University Press, 1999. BROWN, Peter. The Symphonic Repertoire. The Eighteenth-Century Symphony, Vol. I. Bloomington: Indiana University Press, 2012. BROWN, Peter. The Symphonic Repertoire. The First Golden Age of the Viennese Symphony: Haydn, Mozart, Beethoven and Schubert, Vol. II. Bloomington: Indiana University Press, 2002. BROWN, Peter. The Symphonic Repertoire. The European Symphony from ca. 1800 to ca. 1930: Germany and the Nordic Countries, Vol. III, parte A. Bloomington: Indiana University Press, 2007. BROWN, Peter. The Symphonic Repertoire. The European Symphony from ca. 1800 to ca. 1930: Great Britain, Russia and France, Vol. III, parte B. Bloomington: Indiana University Press, 2008. BROWN, Peter. The Symphonic Repertoire. The Second Golden Age of the Viennese Symphony: Brahms, Bruckner, Dvorak, Mahler and Selected Contemporaries, Vol. IV. Bloomington: Indiana University Press, 2003. CARSE, Adam. The Orchestra from Beethoven to Berlioz. Cambridge: W. Heffer and Sons Ltd.,1948. CARSE, Adam. The History of Orchestration. New York: Dover Publications, Inc., 1925. CURY, Fábio. Choro para fagote e orquestra de câmara: aspectos da obra de Camargo Guarnieri. São Paulo, 2011. 338f. Tese de Doutorado. Escola de Comunicações e Artes, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2011. GRIFFITHS, Paul. A música moderna: uma história concisa e ilustrada de Debussy a Boulez. Tradução de Clóvis Marques. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editor, 1987. HAYNES, Bruce. The End of Early Music. New York: Oxford University Press, 2007. MINCZUCK, Arcádio. Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo: uma visão de sua história e concepção. Dissertação de mestrado. São Paulo, 2005. Instituto de Artes, Universidade Estadual Paulista. São Paulo, 2005. MINCZUCK, Arcádio. O Contexto Histórico, Político e Econômico de Orquestras Sinfônicas do Brasil. Tese de Doutorado. São Paulo, 2015. Faculdade de História, Pontifícia Universidade Católica. São Paulo, 2017. PEYSER, Joan (Org.). The Orchestra: Origins and Transformations. New York: Billboard Books, 2000. RAYNOR, Henry. The Orchestra: a History. New York: Charles Scribner’s Sons, 1978. SILVA, Flávio (Org.). Camargo Guarnieri: o tempo e a música. Rio de Janeiro: FUNARTE; São Paulo: Imprensa Oficial, 2001. TEPERMAN, Ricardo I. Concerto e desconcerto:
um estudo antropológico sobre a Osesp na inauguração da Sala São Paulo. Tese de Doutorado. São Paulo, 2016. Faculdade de Letras, Filosofia e Ciências Humanas, Universidade de São Paulo, 2016. TARASTI, Eero. Heitor Villa-Lobos: life and works, 1887-1959. Carolina do Norte: Mc Farland & Company, 1995. VERHAALEN, Marion. Camargo Guarnieri: expressões de uma vida. Tradução de Vera Guarnieri. São Paulo: EDUSP, 2001.
 

Clique para consultar os requisitos para CMU0534

Clique para consultar o oferecimento para CMU0534

Créditos | Fale conosco
© 1999 - 2019 - Superintendência de Tecnologia da Informação/USP