Informa??es da Disciplina

Júpiter - Sistema de Graduação

Escola de Comunicações e Artes
 
Música
 
Disciplina: CMU0560 - Contraponto II
Counterpoint II

Créditos Aula: 4
Créditos Trabalho: 0
Carga Horária Total: 60 h
Tipo: Semestral
Ativação: 01/01/2008 Desativação:

Objetivos
Dando continuidade à disciplina Contraponto I, o Contraponto II visa aprimorar os recursos do contraponto que remontam aos primórdios da polifonia, passando pelas 5 espécies acadêmicas de Fux (1725), agora em exercícios até 4 vozes. O aluno será introduzido logo a seguir já no contraponto tonal, tendo como referência as Invenções de Bach, e, cumprida esta etapa, com a realização de análises e exercícios criativos, o aluno passará a estudar, ao final deste curso, o gênero Fuga, como forma mais avançada da escrita contrapontística, igualmente com a realização de análises e exercícios criativos.
 
 
 
Docente(s) Responsável(eis)
1682511 - Rubens Russomanno Ricciardi
 
Programa Resumido
1) As 5 espécies de contraponto acadêmico de Fux a 4 vozes. 2) Contraponto tonal: o gênero Invenção – análises e exercícios criativos. 3) Contraponto tonal: o gênero Fuga – análises e exercícios criativos.
 
 
 
Programa
1) As cinco espécies de Fux como exercício acadêmico, agora a 4 vozes, e suas regras: 1ª a 5ª espécie (recordação). 2) Introdução às Invenções de Bach. 3) Análises das Invenções de Bach: questões da condução das vozes e contraponto, estrutura e partes, cadências e resoluções típicas, questões harmônicas, incluindo-se as singularidades estilísticas e composicionais. 4) Realização de exercícios criativos a partir das Invenções de Bach. 5) Introdução ao gênero Fuga (que não contempla uma forma fixa). 6) Análises de fugas: elementos formais constantes como sujeito (tema); resposta (o mesmo tema transposto , em tempos tonais exposto na dominante); contra-sujeito (contraponto ao tema) – que vão sendo apresentados numa parte inicial chamada “apresentação”; seguindo-se variavelmente outras partes possíveis como divertimento(s) ou episódio(s), stretto, recursos de uma nota pedal, demais partes livres (incluindo-se às vezes até um novo tema ou sujeito) ou ainda uma codetta ou coda final. 7) Realização de exercícios criativos no gênero Fuga.
 
 
 
Avaliação
     
Método
Provas, exercícios em classe, entrega de trabalhos.
Critério
Desempenho acadêmico em sala de aula.
Norma de Recuperação
Prova de recuperação abrangendo toda a matéria dada no semestre.
 
Bibliografia
     
CARVALHO, Any Raquel (2000). Contraponto modal – manual prático. Porto Alegre, Sagra Luzzatto.CERVENCA, Bruno (1965). Il contrappunto – nella polifonia vocale clássica. Bologna, Bongiovanni.DE SANCTIS (1982). La polifonia nell’arte moderna – spiegata secondo i principi classici. Milano, Ricordi.DIONISI, Renato & ZANOLINI, Bruno (1979). La tecnica del contrappunto vocale nel cinquecento. Milano, Suvini Zerboni.DUBOIS, Theódere (1983). Trattato di contrappunto e fuga. Traduzione di Eugenio de’Guarinoni [do original francês]. Milano, Ricordi. (Edição original 1905).FUX, Joanne Josepho (1725). Gradus ad Parnassum - sive manuductio ad compositionem musicae regularem. Viennae - Austriae, Joannis Petri Van Ghelen. GOMES, André da Silva (1998). Arte Explicada de Contraponto. Edição e apresentação de Régis Duprat, Edílson Vicente de Lima, Márcio Spartaco Landi & Paulo Augusto Soares. São Paulo, Arte & Ciência. [Este tratado remonta aos tempos coloniais].KENNAN, Kent Wheeler (1972). Counterpoint – based on eighteenth-century practice. 2a ed. New Jersey, Prentice-Hall. (1a ed. 1959).MICHELS, Ulrich (2001). dtv-Atlas - Musik. München, Deutscher Taschenbuch & Kassel, Bärenreiter. (1a ed. 1977).MOTTE, Diether de la (1994). Kontrapunkt – ein Lese- und Arbeitsbuch. 5. Auflage. Kassel, Deutscher Taschenbuch & Bärenreiter. (1a ed. 1981).PEPPING, Prof. Ernst (1950). Der polyphone satz (I) - Der cantus-firmus-Satz. Berlin, Walter de Gruyter. (1a ed. 1942).PEPPING, Ernst (1957). Der polyphone satz (II) - Übungen im doppelten Kontrapunkt und im Kanon. Berlin, Walter de Gruyter.RICCIARDI, Rubens Russomano (2007). Apostila de Contraponto Acadêmico. TELEDUC-USP/RP.SCHOENBERG, Arnold (1977). Vorschule des Kontrapunkts. Eingeleitet und kommentiert von Leonard Stein (1961) [introdução e comentários]. Übersetzung aus dem Amerikanischen von Friedrich Saathen [tradução do inglês americano]. Wien, Universal. (Edição original norte-americana 1963) .WEBER, Gottfried (1817-1821). Versuch einer geordneten Theorie der Tonsatzkunst. Volumes I-III. Mainz.WOLF, Erich (1985). Die Lehre vom Kontrapunkt [Volume III da série Die Musikausbildung]. Wiesbaden, Breitkopf & Härtel. (1a ed. 1969).
 

Clique para consultar os requisitos para CMU0560

Clique para consultar o oferecimento para CMU0560

Créditos | Fale conosco
© 1999 - 2019 - Superintendência de Tecnologia da Informação/USP