Informa??es da Disciplina

Júpiter - Sistema de Graduação

Escola de Comunicações e Artes
 
Música
 
Disciplina: CMU0610 - Didática de Instrumentos II
Instrumental Pedagogy II

Créditos Aula: 2
Créditos Trabalho: 0
Carga Horária Total: 30 h
Tipo: Semestral
Ativação: 01/01/2009 Desativação:

Objetivos
Discutir os aspectos fundamentais necessários para a formação do futuro professor de música, através da análise e aplicação de diversas estratégias de ensino específicas para o seu instrumento.
 
 
 
Docente(s) Responsável(eis)
518095 - Eliane Tokeshi
 
Programa Resumido
Revisão do histórico do instrumento e sua relação com as práticas interpretativas referentes aos períodos Romântico e dos séculos XX/XXI no que se refere tanto aos elementos técnicos quanto interpretativos da execução. Aplicação deste conhecimento no ensino do instrumento através de exercícios práticos e simulações de aulas. Tópicos principais: principais trabalhos de técnica do século XX; leitura à primeira vista; como estudar e ensinar a estudar; aula particular e em grupo; exposição de pesquisas realizadas sobre problemas físicos comuns em instrumentistas causados por tensão e falta de preparo físico; comparação entre as abordagens de pedagogos do instrumento sobre organização do estudo diário e preparo mental, para alunos iniciantes e de nível avançado.
 
 
 
Programa
Revisão do histórico do instrumento e sua relação com as práticas interpretativas referentes aos períodos Romântico e dos séculos XX/XXI no que se refere tanto aos elementos técnicos quanto interpretativos da execução. Aplicação deste conhecimento no ensino do instrumento através de exercícios práticos e simulações de aulas. Tópicos principais: principais trabalhos de técnica do século XX; leitura à primeira vista; como estudar e ensinar a estudar; aula particular e em grupo; exposição de pesquisas realizadas sobre problemas físicos comuns em instrumentistas causados por tensão e falta de preparo físico; comparação entre as abordagens de pedagogos do instrumento sobre organização do estudo diário e preparo mental, para alunos iniciantes e de nível avançado.
 
 
 
Avaliação
     
Método
Além das aulas expositivas o professor solicitará atividades complementares, como apresentações de trabalhos e seminários sobre tópicos determinados.
Critério
A nota final baseia-se na apresentação de trabalho final oral e escrito, na participação em sala de aula, em exercícios aplicados durante o semestre, e freqüência.
Trabalho final:
50% da nota final
Exercícios semanais: 30%
Participação em sala: 20%
Norma de Recuperação
Não há prova de recuperação.
 
Bibliografia
     
AUER, Leopold. Violin Playing: As I Teach It. Nova York: Dover Publications, Inc. 1980.
BACHMANN, J. An Encyclopedia of the Violin. Ed. Albert E. Wier. Nova York: Da Capo Press, 1966.
BAILLOT, Pierre. The Art of the Violin. Ed. e tradução de Louise Goldberg. Evanston: Northwestern University Press, 1835.
BARKER, S. A técnica de Alexander. São Paulo: Summus, 1991.
BOYDEN, David. The History of Violin Playing from its Origins to 1761. Nova York: Oxford University Press, 1990.
CAMPBELL, Margareth. The Great Violinists. Nova York: Doubleday, 1981. GEMINIANI, Francesco. The Art of Playing on the Violin. Londres: 1751.
GERLE, Robert. The Art of Practising the Violin. Londres: Stainer & Bell, 1983.
FISCHER, Simon. Basics: 300 exercises and practice routines for the violin. Londres: Peters, 1997.
FLESCH, Carl. The Art of Violin Playing, vol. 1 e 2. Nova York: Carl Fischer, Inc. 1930.
GALAMIAN, Ivan e Elizabeth A. H. Green. Principles of Violin Playing and Teaching. E. Cliffs: Prentice-Hall, Inc., 1962.
GILL, Dominic, ed. The Book of the Violin. Oxford: Phaidon Press Limited, 1984.
HARNONCOURT, N. O Discurso dos Sons. Rio de Janeiro: Zahar, 1998.
HAVAS, Kató. Stage Fright: its causes and cures. New York: Bosworth, 1973.
________. A New Approach to Violin Playing. Londres: Bosworth, 2001.
LELAND, Valborg. The Dounis Principles of Violin Playing: their meaning and practical application. Londres: The Strad, 1949.
MOZART, Leopold. A Treatise on the Fundamental Principles of Violin Playing. Tradução de Editha Lnocker. Londres: 1951.
PARNCUTT, R. McPHERSON, G., ed. The Science and Psychology of Music Performance: creative strategies for teaching and learning. New York: Oxford, 2002.
PERKINS, Marianne M. A Comparison of Violin Playing Techniques: Kato Havas, Paul Roland and Shinichi Suzuki. Bloomington: ASTA, 1995.
ROSTAL, Max. Handbuch zum Geigenspiel. Bern: Müller & Schade, s.d.
ROTH, H. Violin Virtuosos: From Paganini to the 21st Century. Los Angeles: California Classics Books, 1997.
SADIE, S. e H. BROWN, ed. Performance Practice: Music after 1600. Nova York: W.W. Norton, 1989.
STOWELL, Robin, ed. The Cambridge Companion to the Violin. Cambridge: Cambridge University Press, 1999.
________. Violin Technique and Performance Practice in the Late Eighteenth and Early Nineteenth Centuries. Cambridge: Cambridge University Press, 1985.
STRANGE, Patricia. The Contemporary Violin: extended performance techniques. Berkeley: University of California Press, 2001.
SUZUKI, Shinichi. Nurtured by Love: a new approach to education. Nova York: Exposition Press, 1969.
TARLING, Judy. Baroque String Playing for ingenious learners. Hertfordshire: Corda Music, 2000.
 

Clique para consultar os requisitos para CMU0610

Clique para consultar o oferecimento para CMU0610

Créditos | Fale conosco
© 1999 - 2019 - Superintendência de Tecnologia da Informação/USP