Informa??es da Disciplina

 Preparar para impressão 
Júpiter - Sistema de Graduação

Escola de Comunicações e Artes
 
Relac.públicas,propaganda e Turismo
 
Disciplina: CRP0460 - Entretenimento e Turismo
Tourism and Entertainment

Créditos Aula: 4
Créditos Trabalho: 1
Carga Horária Total: 90 h
Tipo: Semestral
Ativação: 01/01/2013 Desativação:

Objetivos
Analisar e discutir os aspectos conceituais do lazer e do entretenimento pela ótica do mercado e suas características. Avaliar os aspectos socioculturais, ambientais e econômicos do entretenimento, interpretando, inclusive, os diversos impactos desta indústria no contexto da atividade turística. Diagnosticar as oportunidades e as tendências da indústria do entretenimento na organização dos negócios de viagem e do incremento do produto turístico, através de estudos de caso da realidade em âmbito nacional e internacional.
 
 
 
Programa Resumido
Análise conceitual e crítica do lazer e do entretenimento. O entretenimento e suas relações na dinâmica da oferta e da demanda turística. Abordagens socioculturais, ambientais e econômicas do lazer e da indústria do entretenimento. Tendências e oportunidades. Estudos de caso.
 
 
 
Programa
I- Indústria Cultural e lazer
II- O consumo na sociedade pós-industrial
III- Entretenimento e lazer da sociedade pós-moderna
IV- Pós-Turismo
V- Lazer e segmentação
VI- Tecnologia da informação e o entretenimento
VII- Tipos de entretenimento
VIII- Aspectos socioculturais do entretenimento
IX- Aspectos ambientais do entretenimento
X- Aspectos econômicos do entretenimento
XI- O negócio do entretenimento
XII- Sociedade do espetáculo
XIII- Os parques temáticos e o caso Disney
XIV- Parques temáticos no Brasil
XV- Tendências do entretenimento
 
 
 
Avaliação
     
Método
A avaliação dos alunos será realizada através do método processual.
Critério
- avaliações regulares
- trabalhos de campo e visitas técnicas
- seminários
- fichamentos

Norma de Recuperação
O aluno que não alcançar média mínima para aprovação, será submetido a um exame no valor de 100 pontos. A nota final será resultante da média aritmética entre a nota obtida no semestre e a nota do exame de reavaliação.
 
Bibliografia
     
ADORNO, Theodor. Indústria Cultural e Sociedade. Brasília: Paz e terra, 2002
BACAL, Sarah. Lazer e o universo dos possíveis. São Paulo: Ed. Aleph, 2003.
BOITEUX, Bayard. Promoção, entretenimento e planejamento turístico. São Paulo: Ed. Aleph, 2002.
CANCLINI, Nestor Garcia. Culturas híbridas. México: Editorial Grijalbo, 1989
CANCLINI, Nestor Garcia. Consumidores e cidadãos. Conflitos multiculturais da globalização. Rio de Janeiro: Ed. UFRJ, 1995.
CANEDAY, L. (eds.), 1991. Tourism and Leisure: Dynamics and Diversity. National Recreation and Parks Association, Alexandria, VA, p.53-66. Citado em Stephen W. Litvin. Revisiting Tourism and Understanding”. Annals of Tourism Research. V. 27, issue 2, abril de 2000. p. 526-529.
CARLOS, A. F. A. O lugar no/do mundo. São Paulo: Hucitec, 1996.
CASTELS, Manuel. A sociedade em rede. São Paulo: Paz e Terra, 2000.
CASTROGIOVANI, A. C. & GASTAL, S. Turismo urbano. Porto Alegre: Edição dos Autores.
CENTER FOR ENTERTAINMENT & TOURISM STUDIES. California State University, Fullerton.
COELHO, T. (org) Dicionário crítico de política cultural. São Paulo: Iluminuras, 1997.
DEBORD, Guy. A Sociedade do Espetáculo. SãoPaulo: Contraponto, 1997.
DE MASI, Domenico. A Sociedade pós-industrial. São Paulo: Esfera, 1989
ECO, U. Travels in Hypereality. Londres: Picador.
HUGHES, Howard. Artes, Entretenimento e Turismo. São Paulo: Rocca, 2004.
LIEBERMAN, Al. The entertainment Marketing Revolutoin. Financial Times Prentice Hall, 2002.
LYNCH, K. A imagem da cidade. Lisboa: Presença, 1988.
MOLIMA, Sergio. O Pós-Turismo. São Paulo: Aleph, 2003.
Panosso Netto, Alexandre e ANSARAH, Marilia G. dos R (orgs). Segmentação do mercado Turístico: estudos, produtos e perspectivas. Barueri. Manole, 2007.
SUBIRATS, Eduardo. La cultura como espectáculo. México: Fondo de Cultura Econômica, 1988.
TEIXEIRA COELHO, J. Guerras culturais. São Paulo: Illuminuras, 2000.
THOMPSON, J. B. Ideologia e cultura moderna. Teoria social crítica na era dos meios de comunicação de massa. Petrópolis: Vozes, 1990.
TRIGO, Luis Gonzaga Godói. Entretenimento – uma crítica aberta. São Paulo: Ed. Senac, 2004.
VOGEL, Harold. Entertainment Industry Economics: A guide for financial analisis. Cambridge University Press, 2004.
WOLF, Michael. The Entertainment Economy: How mega-media force are transforming our lives. Three Rivers Press, 2003.
 

Clique para consultar os requisitos para CRP0460

Clique para consultar o oferecimento para CRP0460

Créditos | Fale conosco
© 1999 - 2020 - Superintendência de Tecnologia da Informação/USP