Informações da Disciplina

 Preparar para impressão 

Júpiter - Sistema de Gestão Acadêmica da Pró-Reitoria de Graduação


Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade
 
Contabilidade e Atuária
 
Disciplina: EAC0528 - Teoria das Restrições e a Contabilidade de Ganhos
Theory of Constraints and Throughput Accounting

Créditos Aula: 2
Créditos Trabalho: 0
Carga Horária Total: 30 h
Tipo: Semestral
Ativação: 01/01/2022 Desativação:

Objetivos
APRESENTAÇÃO DA DISCIPLINA: Capacitar os alunos no que diz respeito à compreensão dos aspectos conceituais e práticos da teoria das restrições e sua ligação com a contabilidade gerencial, permitindo uma sólida formação para tomada de decisões de rentabilidade no âmbito das organizações. OBJETIVOS DE APRENDIZAGEM: 1. Ter domínio completo sobre os conceitos necessários para a gestão de rentabilidade em ambiente de restrições. 2. Ter domínio de técnicas necessárias para a gestão de custos fixos no ambiente de negócios. 3. Conhecer o sistema de Custo para Servir. 4. Saber aplicar os conceitos de Custo para Servir no processo de gestão de rentabilidade de canais e clientes. 5. Conhecer os conceitos fundamentais da Teoria das Restrições. 6. Ter domínio sobre a utilização da base conceitual da Teoria das Restrições nas decisões de otimização do lucro dos negócios. 7. Conhecer o impacto dos gargalos comportamentais na gestão de negócios.
 
 
 
Docente(s) Responsável(eis)
214113 - Carlos Alberto Pereira
64919 - Reinaldo Guerreiro
 
Programa Resumido
1. CONCEITOS DE CUSTOS PARA GESTÃO DA RENTABILIDADE 2. GESTÃO DE CUSTOS ESTRUTURAIS E MANUFATURA ENXUTA 3. ANÁLISE DE RENTABIDADE DE CANAIS E CLIENTES 4. TEORIA DAS RESTRIÇÕES
 
 
 
Programa
1. CONCEITOS DE CUSTOS PARA GESTÃO DE RENTABILIDADE 1.1 Custeio Direto 1.2 Margem de Contribuição 1.3 Análise de ponto de equilíbrio 1.4 Decisões de preços de venda 2. GESTÃO DE CUSTOS ESTRUTURAIS E MANUFATURA ENXUTA 2.1 Gestão de custos fixos 2.2 Conceitos e técnicas do Sistema Toyota de produção 3. ANÁLISE DE RENTABILIDADE DE CANAIS E CLIENTES 3.1 Revisão do Sistema Baseado em Atividades 3.2. Custo para Servir 3.3 Gestão de rentabilidade de canais e clientes 4. TEORIA DAS RESTRIÇÕES 4.1 Histórico da teoria das restrições 4.2 Medidas de desempenho na teoria das restrições 4.3 Otimização da produção na teoria das restrições 4.4 Modelo de decisão da teoria das restrições 4.5 Teoria das restrições e a contabilidade de custos 4.6 Gargalos comportamentais
 
 
 
Avaliação
     
Método
METODOLOGIA: Para ensino de todos os tópicos da disciplina serão utilizados métodos como: 1. Aulas expositivas; 2. Leitura e discussão de capítulos de livros; 3. Discussões em sala de aula de casos práticos; 4. Atividades individuais: exercícios, quizzes e provas; 5. Atividades em grupo: exercícios, quizzes, resolução de casos. HABILIDADES E ATITUDES DESENVOLVIDAS: Espera-se que os métodos de ensino-aprendizagem utilizados desenvolvam no aluno capacidade de aprender a utilização de conceitos e técnicas aplicadas para otimização de resultados em ambiente de restrições. Espera-se ainda o desenvolvimento de atitudes positivas no relacionamento com os pares.
Critério
Os critérios de avaliação são: a) O aluno será considerado aprovado na disciplina se obtiver nota média final maior ou igual a 5,0 (cinco) e frequência igual ou superior a 70% (setenta por cento). b) O aluno será considerado reprovado na disciplina se obtiver nota média final menor que 3,0 (três) e/ou frequência inferior a 70% (setenta por cento).
Norma de Recuperação
a) O aluno poderá participar do processo de reavaliação (recuperação) na disciplina caso obtenha nota média final maior ou igual a 3,0 (três) e menor que 5,0 (cinco) e frequência igual ou superior a 70%. b) A média para aprovação com reavaliação será obtida por meio da média aritmética simples da média final + nota obtida na reavaliação, que deverá ser igual ou superior a 5,0 (cinco).
 
Bibliografia
     
BIBLIOGRAFIA PRINCIPAL: GUERREIRO, Reinaldo. Estruturação de sistemas de custos para a gestão da rentabilidade. 1. ed. São Paulo: Atlas, 2010. BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR: NOREEN, E.; SMITH, D.; MACKEY, J. T. The theory of constraints and its implications for management accounting. Great Barrington: The North River Press Publishing Corporation, 1995. CORBETT Neto, T. Contabilidade de ganhos: a nova contabilidade gerencial de acordo com a teoria das restrições. São Paulo: Nobel, 1997. GHINATO, P. Elementos fundamentais do sistema Toyota de produção. In: ALMEIDA, A. T.; SOUZA, F. M. C. Produção e competitividade: aplicações e inovações. Recife: UFPE, 2000. p. 31-59. GOLDRATT, E. M. A síndrome do palheiro: garimpando informação num oceano de dados. São Paulo: Educator, 1991. JONES, T. C; DUGDALE, D. Theory of constraints: transforming ideas? British Accouting Review, v. 30, n. 1, p. 73-91, 1998.
 

Clique para consultar os requisitos para EAC0528

Clique para consultar o oferecimento para EAC0528

Créditos | Fale conosco
© 1999 - 2022 - Superintendência de Tecnologia da Informação/USP