Informações da Disciplina

 Preparar para impressão 
Júpiter - Sistema de Graduação

Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade
 
Economia
 
Disciplina: EAE0526 - Marx: Destruição da Economia Política
Marx : Destruction of Political Economy

Créditos Aula: 4
Créditos Trabalho: 0
Carga Horária Total: 60 h
Tipo: Semestral
Ativação: 01/01/2014 Desativação:

Objetivos
O tema da disciplina é a crítica da economia política, a crítica da ciência da riqueza alienada (mera descrição de uma realidade invertida). O instrumental da crítica é o marxismo, mas não o marxismo corrente e sim um marxismo crítico da razão histórica, da razão sociológica e da positividade científica.
 
 
 
Docente(s) Responsável(eis)
74834 - Paulo de Tarso Presgrave Leite Soares
 
Programa Resumido
A destruição da Economia Política
 
 
 
Programa
1. Considerações sobre a análise marxista predominante: positivista, mecanicista, determinista, fetichizada.
2. Crítica ao modo tradicional de fazer ciência: superfície e semelhança, incompletude da matemática, a quimera do programa de formalização; escola da suspeita.
3. Opressão: duas versões da direita - Nietzsche e Freud
4. Opressão: versão de Marx.
5. O capital: crítica da ciência da riqueza fetichizada.
 
 
 
Avaliação
     
Método
número indeterminado de provas “surpresas” e outros tipos de avaliação do desempenho do aluno.
Critério
Provas
Norma de Recuperação
Média aritmética simples entre a nota da Primeira Avaliação e a nota da Recuperação igual ou superior a 5 (cinco).
 
Bibliografia
     
BENSAÏD, Daniel (1999). Marx: o intempestivo (grandezas e misérias de uma aventura crítica). Rio de Janeiro: Civilização Brasileira.
COLLETTI, Lucio (1977). “Introduction to Early Writings of Karl Marx”, 2a. ed., Middlesex/London: Pelican / New Left Review, 1977 e reproduzida em La cuestión de Stalin y otros escritos sobre política y filosofia, Barcelona: Editorial Anagrama.
FOUCAULT, Michel (1997). Nietszche, Freud & Marx. São Paulo: Princípio.
FOUCAULT, Michel (2008). Nascimento da Biopolítica. São Paulo: Martins Fontes.
FREUD, Sigmund (1996). O futuro de uma ilusão, in Obras psicológicas completas de Sigmund Freud, edição standard brasileira, volume XXI Rio de Janeiro: Imago.
FREUD, Sigmund (1996). O mal-estar na civilização, in Obras psicológicas completas de Sigmund Freud, edição standard brasileira, volume XXI Rio de Janeiro: Imago.
GOLDSTEIN, Rebeca (2008). Incompletude: a prova e o paradoxo de Kurt Gödel. São Paulo: Companhia das Letras.
LUKÁCS, Gyorgy (2007). O jovem Marx e outros escritos de filosofia. Rio de Janeiro: Editora da UFRJ.
NETO, José Paulo (1981). Capitalismo e reificação. São Paulo: Livraria Editora de Ciências Humanas.
NETTO, José Paulo & BRAZ Marcelo (2010). Economia Política: uma introdução crítica. 6ª. Ed. São Paulo: Cortez (Biblioteca básica de serviço social; v. 1).
NIETZSCHE, Friedrich (1998). Genealogia da moral: uma polêmica. São Paulo: Companhia das Letras.
NIETZSCHE, Friedrich (2007) O anticristo e ditirambos de Dionísio, São Paulo: Companhia das Letras.
MARX, Karl (2008). Manuscritos econômico-filosóficos. 2ª. Reimpressão. São Paulo: Boitempo.
MARX, Karl (2007). A ideologia alemã. São Paulo: Boitempo.
MARX, Karl (1975). Capítulo Inédito D´o capital: resultados do processo de produção imediato. Porto: Publicações Escorpião.
MARX, Karl (2006). O Capital: crítica da economia política, Livro I, vol. 1, Rio de Janeiro: Civilização Brasileira.
MÉSZÁROS, István (2006). A teoria da alienação em Marx. São Paulo: Boitempo.
 

Clique para consultar os requisitos para EAE0526

Clique para consultar o oferecimento para EAE0526

Créditos | Fale conosco
© 1999 - 2017 - Superintendência de Tecnologia da Informação/USP