Informações da Disciplina

 Preparar para impressão 

Júpiter - Sistema de Gestão Acadêmica da Pró-Reitoria de Graduação


Faculdade de Educação
 
Metodologia do Ensino e Ed Comparada
 
Disciplina: EDM0407 - Metodologia do Ensino de Francês I
Methodology of the Teaching of French I

Créditos Aula: 4
Créditos Trabalho: 2
Carga Horária Total: 120 h ( Estágio: 90 h )
Tipo: Semestral
Ativação: 01/01/2016 Desativação: 14/07/2018

Objetivos
1.	Oferecer aos licenciandos uma reflexão sobre as concepções a respeito da língua, bem como sobre o modo através do qual elas influenciam a prática docente.
2. Estabelecer bases metodológicas e práticas para o ensino da língua em situações concretas de sala de aula, com enfoque específico para:
a) noções básicas a respeito da aquisição e aprendizagem de línguas;
b) abordagens e métodos de ensino de línguas;
c) objetivos e processos de ensino e aprendizagem;
d) elaboração de currículos e programas;
3. Propiciar discussões sobre a legislação em vigor referente ao ensino de línguas estrangeiras em geral e para o ensino do Francês Língua Estrangeira (FLE) no Ensino Fundamental e Médio.
4. Analisar e discutir objetivos, conteúdos e metodologia de ensino e aprendizagem identificadas em aulas ministradas por outros professores de FLE ao longo do estágio de observação, desenvolvido nos programas de Educação Básica (Ensino Fundamental e Médio).
 
 
 
Docente(s) Responsável(eis)
1859201 - Vera Lucia Marinelli
 
Programa Resumido
A disciplina Metodologia do Ensino de Francês I está situada no currículo da Licenciatura tendo por objetivo estabelecer a integração entre os conteúdos pedagógicos e os específicos (língua francesa), assim como entre as teorias pertinentes à aprendizagem, ao ensino e à produção de conhecimento e as práticas desenvolvidas em sala de aula. Nesse sentido, busca oferecer aos alunos - futuros professores -, oportunidades de estudo e reflexão das teorias, abordagens e métodos de ensino da língua e da sua aplicação no conteúdo educacional. Procura também propiciar discussões sobre as questões didático-pedagógicas identificadas em aulas ministradas por outros professores de FLE ao longo dos estágios de observação.  Tais discussões poderão ser desenvolvidas com o apoio de plataformas educacionais (como o Moodle, entre outras).
 
 
 
Programa
1.	Concepções de línguas e suas conseqüências para o ensino.
2. Aquisição e aprendizagem de francês língua estrangeira (FLE).
3. Processos de ensino e abordagens do processo.
4. Descrição, análise e reflexão sobre as abordagens e/ou métodos de ensino de línguas estrangeiras, especificamente de francês.
5. A legislação e as orientações vigentes para o ensino de línguas estrangeiras. Questões gerais e específicas do ensino de FLE no Brasil.
a) A LDBEN
b) Os PCNs – EF
c) Os PCNs – EM
d) Os centros de línguas e os projetos especiais de ensino de FLE para alunos da Educação Básica.
6. O Quadro Comum Europeu de Referência para as Línguas: aprendizagem, ensino, avaliação. Diretrizes gerais.
7. A delimitação dos objetivos de ensino.
8. Planejamento do ensino de francês língua estrangeira.
 
 
 
Avaliação
     
Método
1. Aulas expositivas dialogadas 2. Discussões e/ou seminários em torno a leituras 3. Micro-aulas práticas e/ou aulas simuladas 4. Relatos de experiências 5. Discussões acerca dos estágios de observação, participação e regência realizados que poderão ser feitas presencialmente ou com uso de recursos tecnológicos (como o Moodle, entre outros).
Critério
1. Freqüência, participação e atuação em classe 2. Freqüência, participação e atuação nos estágios 3. Prova e/ou trabalhos no decorrer do semestre 4. Relatórios escritos dos estágios 5. Realização de seminários 6. Elaboração de planejamento de minicurso 7. Elaboração de plano de monografia/pesquisa
Norma de Recuperação
Prova escrita e/ou trabalho (somente para aqueles que tenham realizado os estágios) Época de realização: conforme calendário oficial da USP
 
Bibliografia
     
ALMEIDA FILHO, José C. Paes de. Quatro Estações no Ensino de Línguas. Campinas, Pontes, 2015.
BARTHLÉMY, F. Professeurs de FLE. : historique, enjeux et perspectives. Paris, Hachette, 2007.
BEACCO, J.C. L’approche par compétences dans l’enseignement des langues. Paris, Didier, 2007.
BERTOCCHINI, P. & COSTANZO, E.  Manuel de formation pratique pour le professeur de FLE. Paris, Cle International, 2008.
BOHN, H.I. & VANDRESEN, P. (org.). Tópicos de Lingüística Aplicada. O ensino de línguas estrangeiras. Florianópolis, UFSC, 1988.
BRASIL. Presidência da República / Casa Civil. Lei 9.394/96.  http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/L9394.htm . Acesso: 20 setembro 2014.
---------. Parâmetros Curriculares Nacionais para o Ensino Fundamental. Língua Estrangeira. Brasília, Ministério da Educação e do Desporto, 1998. 
---------. Parâmetros Curriculares Nacionais para o Ensino Médio. Área Linguagem, Códigos e suas Tecnologias. Brasília, Ministério da Educação e do Desporto, 1988.
CONSEIL DE L’EUROPE - Cadre européen commun de référence pour les langues: apprendre, enseigner, évaluer. Strasbourg, Conseil de l’Europe, Hatier, 2001.
COURTILLON, J.  Élaborer un cours de FLE. Paris, Hachette, 2003.
CUQ, J.  Dictionnaire de didactique du Français: langue étrangère et seconde. Paris, Cle International, 2003.
CUQ, J.P. & GRUCCA, I. Cours de Didactique du français langue étrangère et langue seconde. Grenoble, PUG, 2005.
GERMAIN, C. Évolution de l’enseignement des langues: 5000 ans d’histoire, Paris, Clé International, Collection Didactique des langues étrangères, 1993.
PAIVA, V. L. O. M. – Aquisição de segunda língua. São Paulo, Parábola Editorial, 2014.
PORCHER, L. L’enseignement des langues étrangères. Paris, Hachette, 2004.
PUREN, C. Histoire des méthodologies de l'enseignement des langues, Édition numérisée au format pdf, www.christianpuren.com, décembre 2012, 302 p. Acesso: 20 de setembro de 2017.
--------------  La didactique des langues étrangères à la croisée des méthodes. Essai sur l’écletisme. Paris, Collection Essais, CREDIF/DIDIER, 1994.
ROBERT, J.P. et alii -  Faire classe en FLE – une approche actionnelle et pragmatique.  Paris, Hachette, 2011.
SEVERINO, A.J. Metodologia do Trabalho Científico. São Paulo, Cortez, 2008.

 

Clique para consultar os requisitos para EDM0407

Clique para consultar o oferecimento para EDM0407

Créditos | Fale conosco
© 1999 - 2023 - Superintendência de Tecnologia da Informação/USP