Informa??es da Disciplina

 Preparar para impressão 
Júpiter - Sistema de Graduação

Faculdade de Educação
 
Metodologia do Ensino e Ed Comparada
 
Disciplina: EDM0669 - Brinquedos e Brincadeiras na Educação Infantil
EDM0669 2 Toys and Games in Pre-School Education

Créditos Aula: 4
Créditos Trabalho: 0
Carga Horária Total: 60 h
Tipo: Semestral
Ativação: 01/01/2019 Desativação:

Objetivos
1. Discutir a relevância dos jogos na educação infantil 3. Identificar as concepções e os tipos de jogos apropriados à educação infantil 4. Analisar brinquedos e brincadeiras em diferentes contextos: escola, brinquedoteca, rua, família, parques. 5. Discutir as relações entre o brinquedo, linguagem, gênero, etnia e classe social; 6. Observar a criança brincando para organizar registros e portfólios para o planejamento das práticas pedagógicas. 7. Identificar propostas pedagógicas que incluem o brincar. 8. Vivenciar práticas lúdicas
 
 
 
Docente(s) Responsável(eis)
40749 - Tizuko Morchida Kishimoto
 
Programa Resumido
O curso pretende sensibilizar o professor para o uso de brinquedos e brincadeiras na educação infantil, o que requer a discussão de conceitos sobre a temática relacionando-os às concepções de criança e de educação infantil. A adoção dos jogos na educação implica na análise das formas de organização de experiências para propiciar ao mesmo tempo o lúdico, a expressão, o encantamento e a construção do conhecimento pela criança. O uso de instrumentos de observação é fundamental para avaliar a pertinência do lúdico na educação infantil. Compreender que o brincar cria o envolvimento da criança e, em decorrência, possibilita o planejamento das condições para aprendizagem e desenvolvimento de melhor qualidade requer que o adulto em formação vivencie o lúdico e desenvolva a atitude lúdica. Constituem atividades de Prática como Componente Curricular: elaboração de projetos de investigação com coleta, organização e análise de dados obtidos em instituições de educação infantil; análise de materiais utilizados com as crianças, com explicitação de bases conceituais que sustentam sua utilização.
 
 
 
Programa
• Conceitos de jogo , brinquedo e brincadeira e suas relações com a criança e a educação infantil • Propostas curriculares e o brincar. • O brincar e suas teorias • Brinquedos e brincadeiras em diferentes contextos: escola, brinquedoteca, rua, família, parques • Brinquedo e diversidade: linguagem, gênero, etnia, tecnologia e classe social; • Observação do brincar da criança • Vivências lúdicas
 
 
 
Avaliação
     
Método
Leituras previstas, elaboração de “ papers”, seminários de pesquisa, mapas conceituais sobre teorias e práticas e relatório final sobre construção de brinquedos e vivências lúdicas com as crianças.
Critério
Participação nas atividades propostas, produção de papers, pesquisas sobre concepções e práticas de brincadeiras , relatório final de práticas lúdicas com portfólio das vivências.
Norma de Recuperação
Após a divulgação das notas o aluno em recuperação deverá discutir com o professor um projeto de recuperação.
 
Bibliografia
     
ABRAMOWICZ,A.; VANDENBROECK, M. (Orgs). Educação infantil e diferença. Campinas: Papirus, 2013
ARIÈS, P.. A história social da criança e da família. R.J.:Ed. Guanabara, 1981.
BENJAMIN, W. Reflexões: a criança, o brinquedo, a educação, São Paulo: Summus Editorial, 1984.
BROUGÈRE, .G.. Brinquedo & Companhia. São Paulo: Cortez, 2005
_____ Brinquedo e Cultura. São Paulo: Cortez, 1995.
_____ Jogo e Educação. São Paulo: Artmed, 1994.
BRUNER, J. S. Escola e Cultura. Porto Alegre: Artes Médicas, 2002.
_____ Juego, Pensamiento y lenguaje. In: Perspectivas, 16(1): 79-86, 1986.
_____ Realidades mentais Mundos possíveis. Porto Alegre: Artes Médicas, 2002.
_____ . Atos de significação. Porto Alegre: Artes Médicas,1997.
CASCUDO,Luis da Câmara,Literatura Oral no Brasil, 3a. ed., Belo Horizonte:Ed. Itatiaia, São Paulo:Ed. da Universidade de São Paulo,1984
CORSARO, W. A. A Reprodução Interpretativa no brincar ao faz-de-conta das crianças. Educação, Sociedade e Cultura, Porto, n. 17, p. 113-134, 2002.
EDWARDS; GANDINI; FORMAN ( orgs.). As Cem Linguagens da Porto Alegre : Artmed, 1999.
DEWEY, J. Como Pensamos: como relacionar o pensamento reflexivo com o processo educativo: uma reexposição. SP: Companhia Editorial Nacional. 3ª ed. 1959.
_____ . Interesse e esforço. São Paulo: Melhoramentos, 1979.
______ . Democracia e educação. Trad. Godofredo Rangel e Anísio Teixeira. 3 ed.
São Paulo: Editora Nacional, 1959.
______ Experiência e educação. Trad. Anísio Teixeira. 3ed. São Paulo. Editora
Nacional. 1979.
_____ .El nino y El programa escolar: mi credo pedagógico. 4. Ed., Buenos Aires: Losada, 1959.
ELKONIN,D.B.,Psicologia del juego, Ciudad de la Habana:Editorial Pueblo y Educación,.1984.
FERNANDES,F. As "trocinhas" do Bom Retiro ,Revista do Arquivo Municipal,ano XII,vol.CXIII,mar-abr.1947,p.10-124.
FROEBEL, F. La Education del Hombre. [s/l]. 1913.
GOLDSCHMIED, E. JACKSON. S. Educação de 0 a 3 anos. O atendimento em creche. Porto Alegre: Artmed, 2006.
HOHMANN; WEIKART. Educar a criança. Lisboa:Fundação Calouste Gulbenkian, 1995.
HUIZINGA, J.. Homo Ludens: o jogo como elemento da cultura. São Paulo: Ed. Perspectiva.1971.
KISHIMOTO, T,M. (org.) O brincar e suas teorias. São Paulo: Thompson, 1998.
_____ Jogos Infantis. Petrópolis: Vozes,2004
______ Introdução à obra Brincadeiras para crianças de todo o mundo. São Paulo: CISV;AMBAR, UNESCO, MINC, 2007 p.11-33.
______ (Org.)Jogo, Brinquedo, brincadeira na educação infantil. São Paulo: Cortez, 14ª ed. 2011.
______ ; OLIVEIRA-FORMOSINHO. (orgs.) Em busca da Pedagogia da Infância. Pertencer e Participar. Porto Alegre: Penso, 2013.
MOYLES, Janet R e col. A excelência do brincar. Porto Alegre: Artmed, 2006.
OLIVEIRA-FORMOSINHO, J.; KISHIMOTO, T.M, PINAZZA, M.A.(orgs.) Pedagogia (s) da Infância. Dialogando com o Passado Construindo o Futuro, Porto Alegre: Artmed, 2007.
OLIVEIRA-FORMOSINHO, J. (org.). Modelos Curriculares para a Educação de Infância. Porto: Ed. Porto, 1996, p.52-85.
PIAGET,J. O julgamento Moral na Criança. Trad. por Elzon Lenardon, São Paulo:Editora Mestre Jou, 1977.
______ A formação do símbolo na criança,R.J.:Zahar,1975..
POST;HOHMANN. Educação de bebés em infantários. Cuidados e Primeiras Aprendizagens. Lisboa Calouste Gulbenkian, 2003.
PUIG, J. MA E TRILHA, J.. A pedagogia do ócio. Porto alegre: Artes Médicas, 2004
Revista EDUCAÇÃO CULTURA E SOCIOLOGIA DA INFÂNCIA. A CRIANÇA EM FOCO. São Paulo: Editora Segmento, 2013.
SINGER, D.G. SINGER, J.L. Imaginação e jogos na era eletrônica. São Paulo: Artmed, 2007.
VYGOTSKY, L.S. El desarrollo de los processos psicológicos superiores. Barcelona: Crítica, 2000.
______ La imaginación y el arte en la infancia. Madri, Akal Editor, 1982.
______ ; LURIA; LEONTIEV. Linguagem, Desenvolvimento e Aprendizagem. S.P. Ícone/USP, 1988 ( Os princípios psicológicos da brincadeira).
WALLON, H.. A evolução psicológica da criança. Rio de Janeiro:Imago, 1976.
______ Do Acto ao Pensamento, Lisboa:Portugalia Editora,1966,p.183-225
WINNICOTT, D.W. O brincar e a realidade. Rio de Janeiro: Imago, 1975.
WITTGENSTEIN,L. Investigações filosóficas, São Paulo: Abril Cultural,1975,p. 13-45.
 

Clique para consultar os requisitos para EDM0669

Clique para consultar o oferecimento para EDM0669

Créditos | Fale conosco
© 1999 - 2020 - Superintendência de Tecnologia da Informação/USP