Informações da Disciplina

 Preparar para impressão 

Júpiter - Sistema de Gestão Acadêmica da Pró-Reitoria de Graduação


Escola de Educação Física e Esporte
 
Pedag do Mov do Corpo Humano
 
Disciplina: EFP0115 - Fundamentos da Educação Física Escolar I
Fundaments of School Physical Education I

Créditos Aula: 2
Créditos Trabalho: 0
Carga Horária Total: 30 h ( Práticas como Componentes Curriculares = 10 h )
Tipo: Semestral
Ativação: 15/07/2018 Desativação:

Objetivos
Ao final da disciplina espera-se que o estudante seja capaz de identificar e dissertar sobre os conceitos que fundamentaram e fundamentam a Educação Física na escola a partir de elementos extraídos da história da pedagogia e da educação física, da filosofia, da biologia, da antropologia e da psicologia.
 
 
 
Docente(s) Responsável(eis)
89542 - Edison de Jesus Manoel
 
Programa Resumido
Como a educação física se constituiu como uma atividade na educação formal? O que fundamenta a educação física na escola? Quais foram os elementos que deram sustentação para a proposição de uma educação física ? Essas são as questões que a presente disciplina busca responder. Tomando como marco histórico o surgimento da escola moderna na Europa a partir dos Séculos XVII e XVIII, são identificados e discutidos quatro conceitos que em tese fundamentam a educação física na escola: corpo, desenvolvimento/adaptação, cultura, e conhecimento.
 
 
 
Programa
Significados da educação física na escola: Educação e escola O processo histórico da educação física na escola O conceito de corpo na educação física na escola O conceito de desenvolvimento na educação física na escola O conceito de cultura na educação física na escola I O conceito de conhecimento na educação física na escola Abordagens da Educação Física Escolar As atividades de Prática como Componente Curricular da disciplina serão constituídas de: (1) Visitas a Museus e Exposições acompanhadas de discussão sobre os vínculos entre a experiência estética propiciada e os conceitos; (2) Ida ao Teatro e Cinema com enfoque em obras que possibilitam exercitar um olhar ampliado sobre os conceitos tratados.
 
 
 
Avaliação
     
Método
Aulas expositivas e discussão guiada a partir de questões originadas nas exposições e problemas apresentados pelos estudantes.
Critério
A nota final da disciplina será definida a partir de dois indicadores: • Freqüência – 70%= presença em 21 horas/aula (10 dias de aula) – Presença e participação (peso 2) • Atividades – Prova 1 (peso 3) Dissertação com consulta – Prova 2 (peso 5 ) Dissertação com consulta
Norma de Recuperação
Apresentação de trabalho de acordo com a necessidade de complementação de cada estudante
 
Bibliografia
     
1. Significados e sentidos da educação física na escola Cambi, F. (1996). Historia da pedagogia. São Paulo: EdUnesp. Negrão, R. F. (2008). Origem temporal da expressão educação física e sua trajetória histórica. São Paulo: Plêiade. Savater, F. (2005). O valor de educar. São Paulo: Planeta. 2. O processo histórico da educação física na escola Betti, M. (2009). Educação Física e sociedade. São Paulo: Hucitec. Soares, C. (1998). Educação física: Raízes europeias e Brasil. Campinas: Autores Associados. 3. Conceitos de cultura, de corpo e de desenvolvimento/adaptação na educação física na escola Bunge, M. (1980). The mind-body problem. Oxford: Pergamon Press. Clark, A. (2008). Supersizing the mind: Embodiment, action and cognitive extension. Oxford: Oxford University Press. Daólio, J. (1995). Da cultura do corpo. Campinas: Autores Associados. Daólio, J. Educação física e o conceito de cultura. Campinas: Autores Associados Humphrey, N. (1992). A history of the mind. New York: Copernicus. Plotkin, H. (1995). Darwin machines and the nature of knowledge. London: Penguin Books. Mauss, M. (2003). Sociologia e antropologia. São Paulo: Cosac & Naify. Soares, C. (Org.) (2001). Corpo e história. Campinas: Autores Associados. 4. Conceito de conhecimento na educação física na escola Maturana, H. & Varela, F. (1987). El árbol del conocimiento. Santiago: Universidad de Chile. Tomasello, M. (2003). Origens culturais da aquisição do conhecimento humano. São Paulo: Martins Fontes. Varela, F. (1999). Ethical know-how: Action, wisdom and cognition. Stanford: Stanford University Press. 5. Abordagens de educação física escolar Bracht, V. (1999). A constituição das teorias pedagógicas de educação física. Caderno Cedes, 19 (48): 69-88. Daólio, J. (1997). Educação física brasileira: Autores e atores. Campinas: Papirus. Jewett, A. & Bain, L. (1985). The curriculum development in physical education. New York: MacMillan. Silva, S. A. P. dos S. (Org) (2013). Portas abertas para a educação física: Falando das abordagens pedagógicas. São Paulo: Phorte Editora. Seleção de obras de referência sobre a educação física escolar brasileira: Bracht, V. (1992). Educação física e aprendizagem social. Porto Alegre: Magister. Carvalho, Y. M. (1995). O “mito” da atividade física e saúde. São Paulo: Hucitec. Coletivo de autores (1992). Metodologia do ensino de educação física. São Paulo: Editora Cortez. Freire, J. B. (1989). Educação de corpo inteiro: Teoria e prática de educação física. São Paulo: Scipione. Guedes, D. P. & Guedes, J. E. R. P. (1995). Exercício físico na promoção da saúde. Londrina: Editora Midiograph. Kunz, E. (1991). Educação física: Ensino e mudanças. Ijuí: Editora Unijuí. Nahas, M. (1989). Fundamentos da aptidão física relacionada à saúde. Florianópolis: Editora da UFSC. Tani, G.; Manoel, E. de J.; Kokubun, E. & Proença, J. E. (1988). Educação física escolar: Fundamentos para uma abordagem desenvolvimentista. São Paulo: EDUSP/EPU. Teixeira, H. V. (1999). Educação física e desportos. 4ª. Edição. São Paulo: Editora Saraiva.
 

Clique para consultar os requisitos para EFP0115

Clique para consultar o oferecimento para EFP0115

Créditos | Fale conosco
© 1999 - 2021 - Superintendência de Tecnologia da Informação/USP