Informações da Disciplina

 Preparar para impressão 

Júpiter - Sistema de Gestão Acadêmica da Pró-Reitoria de Graduação


Escola de Enfermagem
 
Enfermagem Médico-cirúrgica
 
Disciplina: ENC0185 - Reabilitação na Lesão Medular
Rehabilitation in Spinal Cord Injury

Créditos Aula: 2
Créditos Trabalho: 0
Carga Horária Total: 30 h
Tipo: Semestral
Ativação: 15/07/2018 Desativação:

Objetivos
- Conhecer os aspectos etiológicos e epidemiológicos do trauma raquimedular. - Discutir os conceitos de Deficiência, Incapacidade, Atividade e Participação segundo a Classificação Internacional de Funcionalidade (OPAS/OMS, 2003, Brasil). -Discorrer sobre as alterações físicas e psicossociais decorrentes da lesão medular. - Identificar a atuação da equipe multiprofissional na assistência à pessoa com lesão medular e seu cuidador familiar, pautada na reabilitação e na qualidade de vida.
 
 
 
Docente(s) Responsável(eis)
2356599 - Paula Cristina Nogueira
 
Programa Resumido
Conhecer os principais aspectos da reabilitação na lesão medular e discorrer sobre a importância do trabalho da equipe multiprofissional.
 
Current concepts regarding rehabilitation: impairment, incapacity, activity and participation. Clinical and epidemiological aspects of spinal cord injury. Physical and psychosocial alterations resulting from spinal cord injury. Nursing intervention and procedures in the rehabilitation of individuals with spinal cord injuries: preventing pressure ulcers, reeducation for urinary and bowel elimination, autonomic dysreflexia, male and female sexual dysfunction.
 
 
Programa
-Conceitos atuais em reabilitação: deficiências, incapacidades, atividade e participação. -Aspectos clínicos e epidemiológicos da lesão medular. -Alterações físicas e psicossociais decorrentes da lesão medular. -Intervenções e procedimentos de enfermagem na reabilitação da pessoa com lesão medular: prevenção de lesão por pressão, reeducação da eliminação urinária e intestinal, disrreflexia autonômica, disfunção sexual masculina e feminina. -Assistência da equipe multiprofissional à pessoa com lesão medular.
 
 
 
Avaliação
     
Método
Aulas expositivas e dialogadas, demonstração/simulação de intervenções e procedimentos.
Critério
Atividades discentes: participação nas discussões em sala de aula e elaboração de trabalho escrito. participação nas discussões em sala de aula; leitura dos textos recomendados e entrega de trabalho escrito conforme tema proposto pela docente.
Norma de Recuperação
não está previsto recuperação.
 
Bibliografia
     
Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Ações Programáticas Estratégicas. Diretrizes de Atenção à Pessoa com Lesão Medular. 2ª ed. Brasília:Ministério da Saúde, 2015. Disponível em: http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/diretrizes_atencao_pessoa_lesao_medular_2ed.pdf Faro, ACM. Aspectos de Reabilitação. In: Sousa, RMC et al. Atuação no trauma uma abordagem para a enfermagem. São Paulo : Atheneu; 2009. p. 509-17. Faro, ACM. Aspectos de Reabilitação em situações de emergência que envolvam o adulto e o idoso. In: Calil, AM; Paranhos, WY. O enfermeiro e as situações de emergência. São Paulo: Atheneu; 2007. p. 749-57. Faro, ACM. Traumatismo raquimedular-bases teóricas e intervenções de enfermagem. In: Koizumi, MS; Diccini, S. Enfermagem em neurociência – fundamentos para a prática clínica. São Paulo; Atheneu ; 2006. p. 233-50. Faro ACM; Ferreira GR. A enfermagem e o controle da dor no contexto da lesão medular. In: Leão ER; Chaves LD. Dor 5º sinal vital, reflexões e intervenções de enfermagem. São Paulo:Editora Maio, 2004, p.225-234. Fernandes, AC; Ramos, ACR; Morais Filho, MC; Ares, MJJ. AACD Medicina e Reabilitação - Príncipios e Prática. 2ª ed. São Paulo:Manole, 2015. Greve JMD’A; Casalis MEP; Barros Filho TEP de. Diagnóstico e tratamento da lesão da medula espinhal. São Paulo:Editora Roca, 2001. Vall, J. Lesão Medular - Reabilitação e Qualidade de Vida. 1ª ed. SãoPaulo:Atheneu, 2014. Aquarone, R.L.; Faro, A.C.M. E; Nogueira, P.C. Central neuropathic pain: implications on quality of life of spinal cord injury patients. Revista Dor, v.16, p.280 - 284, 2015. Assis GM, Faro ACM. Autocateterismo vesical intermitente na lesão medular. Rev Esc Enferm USP. 2011; 45(1):289-93. Bruni, DE; Strazzieri, KC; Gumieiro, MN; Giovanazzi, R; Sá, VG; Faro, ACM. Aspectos fisiopatológicos e assistenciais de enfermagem na reabilitação da pessoa com lesão medular. São Paulo. Rev Esc Enf USP. 2004; 38(1):71-9. Campoy, LT; Rabeh, SAN; Nogueira, PC; Vianna, PC; Miyazaki, MY. Práticas de autocuidado para funcionamento intestinal em um grupo de pacientes com trauma raquimedular. Acta Fisiatrica (USP). 2012; 19: 228-232, 2012. Cucick CD. Desenvolvimento de vídeo educativo para a aprendizagem do autocateterismo vesical intermitente. 2016. Dissertação (Mestrado em Mestrado acadêmico) - Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto da USP. Faro ACM. Enfermagem em Reabilitação: ampliando os horizontes, legitimando o saber. Rev Esc Enf USP, São Paulo, 40(1): 128-33, 2006. Furlan ML; Caliri MH; Defino H. Intestino Neurogênico – Guia pratico para pessoa com lesão medular. COLUNA/COLUMNA. 2005; 4(3):113-168. Moroóka M; Faro ACM, A técnica limpa do autocateterismo vesical intermitente: descrição do procedimento realizado por pacientes com lesão medular. Rev Esc Enf USP, 36(4): 324-321, 2002. National Pressure Ulcer Advisory Panel (NPUAP). NPUAP Pressure Injury Stages. 2016. Disponível em: . Acesso em: 30 jun. 2017. National Pressure Ulcer Advisory Panel (NPUAP); European Pressure Ulcer Advisory Panel (EPUAP); Pan Pacific Pressure Injury Alliance (PPPIA). Prevention and Treatment of Pressure Ulcers: Clinical Practice Guideline; Haesler, E., Ed.; Cambridge Media: Perth, Australia, 2014. Nogueira, PC; Rabeh, SAN; Caliri, MHL; Dantas, RAS. Health-Related Quality of Life among caregivers of individuals with spinal cord injury. The Journal of Neuroscience Nursing. 2016, 48: 28 - 34. Nogueira, PC; Godoy, S; Mendes, IAC; Roza, DL. Conhecimento dos cuidadores de indivíduos com lesão medular sobre prevenção de úlcera por pressão. Aquichan (Bogotá). 2015; 15: 183 - 194. Nogueira, PC; Rabeh, SAN; Caliri, MHL; Haas, VJ. Cuidadores de indivíduos com lesão medular: sobrecarga do cuidado. Revista da Escola de Enfermagem da USP (Impresso). 2013; 47: 607-614. Nogueira, PC; Rabeh, SAN; Caliri, MHL; Dantas, RAS; Haas, VJ. Burden of care and its impact on health-related quality of life of caregivers of individuals with spinal cord injury. Revista Latino-Americana de Enfermagem. 2012; 20: 1048-1056. Nogueira, PC; Caliri, MHL; Haas, VJ. Perfil de pacientes com lesão traumática da medula espinhal e ocorrência de úlcera de pressão em um hospital universitário. Rev. Latino-Am. Enfermagem. 2006; 14( 3 ): 372-377. Nogueira, PC; Rabeh, SAN; Caliri, MHL. Funcionamento intestinal e a relação com a independência funcional de indivíduos com lesão medular. Coluna/Columna. 2013; 12:153-156. OPAS/OMS, Classificação Internacional de Funcionalidade e Saúde. EDUSP, São Paulo, 2003. Sousa EPD, Araujo OF, Sousa CLM, Muniz MV, Oliveira IR, Freire Neto NG. Principais complicações do Traumatismo Raquimedular nos pacientes internados na unidade de neurocirurgia do Hospital de Base do Distrito Federal. Com. Ciências Saúde. 2013; 24(4): 321-330.
 

Clique para consultar os requisitos para ENC0185

Clique para consultar o oferecimento para ENC0185

Créditos | Fale conosco
© 1999 - 2022 - Superintendência de Tecnologia da Informação/USP