Informações da Disciplina

 Preparar para impressão 

Júpiter - Sistema de Gestão Acadêmica da Pró-Reitoria de Graduação


Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto
 
Enf Psiquiátrica e Ciências Humanas
 
Disciplina: ERP0140 - Pensar Crítico e Reflexivo em Enfermagem: Construindo Habilidades
Critical and Reflective Thinking in Nursing: Building Skills

Créditos Aula: 3
Créditos Trabalho: 0
Carga Horária Total: 45 h
Tipo: Semestral
Ativação: 01/01/2014 Desativação:

Objetivos
A disciplina tem como objetivo contribuir para o desenvolvimento das habilidades de expressão oral e escrita, da estrutura do raciocínio e do rigor da argumentação de alunos de graduação em enfermagem.
 
 
 
Docente(s) Responsável(eis)
3359295 - Ronildo Alves dos Santos
 
Programa Resumido
O pensamento crítico apresenta-se como uma estratégia importante para o processo de ensino e aprendizagem na graduação em enfermagem. Além disso, estruturar um raciocínio lógico e expressá-lo com clareza é condição fundamental para a prática profissional do enfermeiro, o qual deve “ser capaz de diagnosticar e solucionar problemas de saúde, de comunicar-se, de tomar decisões, de intervir no processo de trabalho, de trabalhar em equipe e de enfrentar situações em constante mudança” (Diretrizes Curriculares Nacionais do Curso de Graduação em Enfermagem/2001).
 
 
 
Programa
1. Que é pensamento crítico; 2. As três operações da inteligência: intuição, juízo e raciocínio; 3. Os instrumentos da razão: definição, enunciação e argumentação; 4. A estrutura dos argumentos; 5. Avaliando argumentos científicos; 6. Falácias; 7. Pensamento crítico na enfermagem.
 
 
 
Avaliação
     
Método
A disciplina será ministrada através de aulas expositivas e dialogadas, seminários, leitura, interpretação e discussão de textos afins - sendo o desempenho do aluno avaliado constantemente e discutido no final da disciplina.
Critério
Será aprovado o aluno que obtiver nota igual ou superior a 5,0 (cinco) e freqüência mínima de 70%. O aluno que não obtiver nota mínima de 3,0 (três) ou freqüência de 70% será reprovado.
Norma de Recuperação
A recuperação será feita através de trabalho escrito sobre tema desenvolvido em sala de aula, para os alunos com nota inferior a 5,0. O período de recuperação será de acordo com o divulgado no Calendário da Unidade. Será aprovado o aluno que obtiver nota igual ou superior a 5,0 (cinco).
 
Bibliografia
     
ALFARO-LEFEVRE, R. Pensamento crítico em enfermagem: um enfoque prático. Porto Alegre: Artmed, 1996.
ARONDEL-ROHAUT, M. Exercícios filosóficos. São Paulo: Martins Fontes, 2000.
CARNIELLI, W.A.; EPSTEIN, R.L. Pensamento crítico: o poder da lógica e da argumentação. São Paulo: Rideel, 2009.
COTTRELL, S. Critical thinking skills: developing effective analysis and argument. New York: Palgrave Macmillan, 2005.
FOLSCHEID, D.; WUNENBURGER, J.-J. Metodologia filosófica. São Paulo: Martins Fontes, 2002.
HEIDEGGER, M. Que significa pensar? Madrid: Trota, 2008.
IDE, P. A arte de pensar. São Paulo: Martins Fontes, 2000.
KELLER, V.; BASTOS, C.L. Aprendendo lógica. Petrópolis: Vozes, 2002.
PLUTARCO. Como ouvir. São Paulo: Martins Fontes, 2003.
SAGAN, C. O mundo assombrado pelos demônios. São Paulo: Companhia das Letras, 2006.
SCHON, D.A. Educando o profissional reflexivo. Porto Alegre: Artmed, 2000.
SCHOPENHAUER. A arte de escrever. Porto Alegre: L&PM, 2005.
SEVERINO, A.J. Metodologia do trabalho científico. São Paulo: Cortez, 2007.
STARKEY, L. Critical thinking skills succes. New York: Learning Express, 2004.
VIEIRA C.T. Pensamento crítico na educação cientifica. Lisboa: Instituto Piaget, 1997.
WESTON, A. A arte de argumentar. Lisboa: Gradiva, 2005.
WILSON, J. Pensar com conceitos. São Paulo: Martins Fontes, 2002.
 

Clique para consultar os requisitos para ERP0140

Clique para consultar o oferecimento para ERP0140

Créditos | Fale conosco
© 1999 - 2022 - Superintendência de Tecnologia da Informação/USP