Informações da Disciplina

 Preparar para impressão 

Júpiter - Sistema de Gestão Acadêmica da Pró-Reitoria de Graduação


Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas
 
Antropologia
 
Disciplina: FLA0399 - Cidade e relação
City and relationship

Créditos Aula: 4
Créditos Trabalho: 1
Carga Horária Total: 90 h
Tipo: Semestral
Ativação: 15/07/2016 Desativação:

Objetivos
Interessa-nos tomar as cidades como espécies de contextos totalizantes, assinalados por linhas de força amplamente diversificadas e heterogêneas, em que o enfrentamento etnográfico constitui uma prática decisiva na reconstituição de redes de relações e conexões, dadas a princípio pelos próprios citadinos, em suas relações com equipamentos e artefatos urbanos. Tais práticas etnográficas devem preferencialmente se assentar em uma dada territorialidade ou espacialidade, a partir das quais se consiga investigar, de forma articulada, seus aspectos mais relevantes e recorrentes, que se abrem para aprofundamentos em múltiplas direções, mas com um núcleo relacional que permita acumular saberes resultantes de cruzamentos de recortes, que enfim configuram a cidade, em sua diversidade e densidade constitutivas.
 
 
 
Docente(s) Responsável(eis)
871656 - Heitor Frúgoli Junior
 
Programa Resumido
xxxxx
 
 
 
Programa
Na primeira parte, após breve introdução sobre a prática etnográfica, será feita uma ampla discussão sobre a antropologia urbana brasileira, através do exame de investigações que dialogam com essa tradição. Na segunda parte, serão abordadas questões voltadas (ainda que não exclusivamente) à antropologia da cidade, em debate com autores nacionais e estrangeiros, para uma compreensão mais detida do caráter relacional de modalidades de interação no contexto urbano.
 
 
 
Avaliação
     
Método
Aulas expositivas, seminários, exibição de documentários, eventuais palestras com convidados
Critério
Prova individual, relatório de pesquisa e seminários.
Norma de Recuperação
Nova prova escrita (sobre toda a matéria do curso); a média final será a soma da média obtida no semestre com a nota da recuperação, dividida por dois.
 
Bibliografia
     
- AGIER, M. “El biopoder a prueba de sus formas sensibles”. Política y Sociedad vol. 49, nº 3, 2012, p. 487-495, http://revistas.ucm.es/index.php/POSO/article/view/39320/39566 _________. “Os saberes urbanos da antropologia” in Agier, M. Antropologia da cidade: lugares, situações, movimentos. São Paulo: Terceiro Nome, 2011, p. 59-88. _________. “Rascunhos de cidade” in Agier, M. Antropologia da cidade: lugares, situações, movimentos. São Paulo: Terceiro Nome, 2011, p. 125-139. - ALMEIDA, R.; D’ANDREA, T.; DE LUCCA, D. “Situações periféricas: etnografia comparada de pobrezas urbanas”. Novos Estudos nº 82, nov./2008, p. 109-130, http://www.scielo.br/pdf/nec/n82/06.pdf - ARANTES, A. A. “A guerra dos lugares” in Arantes, A. A. Paisagens paulistanas: transformações do espaço público. Campinas: Ed. da Unicamp, 2000, p. 105-129. _________. “Patrimônio cultural e cidade” in Fortuna, C. e Leite, R. P. (orgs.). Plural de cidade: novos léxicos urbanos. Coimbra: Almedina, 2009, p. 11-24. - CAVALCANTI, M. “Do barraco à casa: tempo, espaço e valor(es) em uma favela consolidada”. Revista Brasileira de Ciências Sociais vol. 24, nº 69, fev./2009, p. 69-81, http://www.scielo.br/pdf/rbcsoc/v24n69/05.pdf - DAMATTA, R. “Trabalho de campo” in DaMatta, R. Relativizando: uma introdução à antropologia social. Petrópolis: Vozes, 1981, p. 143-150. - DAMO, A. S. e OLIVEN, R. G. “A rebeldia festiva” in Damo, A. S. e Oliven, R. G. Megaeventos esportivos no Brasil: um olhar antropológico. Campinas: Armazém do Ipê, 2014, p. 163-185. - DE CERTEAU, M. “Introdução” e “Relatos de espaço” (cap. 9) in De Certeau, M. A invenção do cotidiano: 1. Artes de fazer. Petrópolis: Vozes, 1994 [1980]. - DURHAM, E. R. “A pesquisa antropológica com populações urbanas” [1986] in Thomaz, O. R. (org.). Eunice R. Durham. A dinâmica da cultura: ensaios de antropologia. São Paulo: Cosac & Naify, 2004, p. 357-376. - FELTRAN, G. S. “Periferias, direito e diferença: notas de uma etnografia urbana”. Revista de Antropologia vol. 53, nº 2, 2010, p. 565-610, http://www.revistas. usp.br/ ra/article/view/37711/40440 - FRÚGOLI JR., H. “O urbano em questão na antropologia: interfaces com a sociologia”. Revista de Antropologia vol. 48, nº 1, 2005, p. 133-165, http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S0034-77012005000100004&script=sci_arttext - FRÚGOLI JR., H. e CAVALCANTI, M. “Territorialidades da(s) cracolândia(s) em São Paulo e no Rio de Janeiro”. Anuário Antropológico vol. 2 nº 38, 2013, p. 73-97, http://aa.revues.org/561 - FRÚGOLI JR., H. e SPAGGIARI, E. “Da cracolândia aos noias: percursos etnográficos no bairro da Luz”. Ponto Urbe nº 6, ago./2010, http://pontourbe.revues.org/1870 - HANNERZ, U. Explorando a cidade: em busca de uma antropologia urbana. Petrópolis: Ed. Vozes, 2015 [1980]. - JOSEPH, I. “A respeito do bom uso da Escola de Chicago” [1998] in Valladares, L. P. (org.). A Escola de Chicago: impactos de uma tradição no Brasil e na França. Belo Horizonte e Rio de Janeiro: Ed. UFMG/ IUPERJ, 2005, p. 91-128. - MAGNANI, J. G. C. “A antropologia, entre patrimônio e museus”. Ponto Urbe nº 13, dez./2013, http://pontourbe.revues.org/680 _________. “De perto e de dentro: notas para uma etnografia urbana”. Revista Brasileira de Ciências Sociais nº 49, vol. 17, jun./2002, p. 11-29, http://www.scielo.br/pdf/rbcsoc/v17n49/a02v1749.pdf - MELLO, M. A. S. et al. “Os trabalhos e os dias” in Mello, M. A. S. et al. (orgs.). Quando a rua vira casa. São Paulo: Projeto, 1985, p. 65-110. - PERLONGHER, N. “Territórios e populações” (cap. 3) in Perlongher, N. O negócio do michê: a prostituição viril. São Paulo: Brasiliense, 1987, 2ª ed., p. 108-154. _________. “Territórios marginais” in Green, J. N. e Trindade, R. (orgs.). Homossexualismo em São Paulo e outros escritos. São Paulo: Ed. Unesp, 2005, p. 263-290. http://revistaaskesis.files.wordpress.com/2012/04/revista-askesis-artigo02_p32-45.pdf - ROCHA, A. L. C. e ECKERT, C. Narradores urbanos (Antropologia urbana e etnografia nas cidades brasileiras): Eunice R. Durham, Antonio A. Arantes, José Guilherme G. Magnani (São Paulo). Laboratório de Antropologia Visual, PPGAS, UFRGS, Porto Alegre: 2008-2012. _________. Narradores urbanos (Antropologia urbana e etnografia nas cidades brasileiras): Gilberto Velho, Hélio Silva (Rio de Janeiro). Laboratório de Antropologia Visual, PPGAS, UFRGS, Porto Alegre: 2006-2012. - RUI, T. “ ‘Isso não é um cachimbo’: sobre usuários de crack, seus artefatos e suas relações”. Áskesis v. 1, p. 32-45, 2012, - RUI, T. C.; FRÚGOLI JR., H.; FELTRAN, G. S.; FROMM, D. “‘Braços Abertos’ e ‘Sufoco’: sobre a situação na ‘Cracolândia’”. Carta Maior, 11/2/2014, http://www.cartamaior.com.br/?/Editoria/Direitos-Humanos/Bracos-Abertos-e-Sufoco-sobre-a-situacao-na-Cracolandia-/5/30235 - SILVA, H. R. S. “A situação etnográfica: andar e ver”. Horizontes Antropológicos nº 32, ano 15, jul.-dez./2009, p. 171-188, http://www.scielo.br/pdf/ha/v15n32/v15n32a08.pdf - SIMMEL, G. “A sociabilidade (exemplo de sociologia pura ou formal)” in: Simmel, G. Questões fundamentais da sociologia. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2006 [1917], p. 59-82. _________. “As grandes cidades e a vida do espírito” [1903]. Mana vol. 11, nº 2, out./2005, p. 577-591, http://www.scielo.br/pdf/mana/v11n2/27459.pdf - TOLEDO, L. H. “Quase lá: a Copa do Mundo no Itaquerão e os impactos de um megaevento na socialidade torcedora”. Horizontes Antropológicos ano 19, nº 40, jul.-dez./2013, p. 149-184, http://www.scielo.br/pdf/ha/v19n40/a06v19n40.pdf - VELHO, G. “Observando o familiar” [1978] in Velho, G. Individualismo e cultura: notas para uma antropologia da sociedade contemporânea. Rio de Janeiro: Zahar, 1981, p. 121-132. _________. “Os mundos de Copacabana” in Velho, G. (org.). Antropologia urbana: cultura e sociedade no Brasil e em Portugal. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 1999, p. 11-23. _________. “Patrimônio, negociação e conflito”. Mana vol. 12, nº 1, abr./2006, p. 237-248, http://www.scielo.br/pdf/mana/v12n1/a09v12n1.pdf - WHYTE, W. F. “Sobre a evolução de Sociedade de esquina” in Whyte, W. F. Sociedade de esquina. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2005 [1943], p. 283-363. - ZALUAR, A. “A guerra sem fim em alguns bairros do Rio de Janeiro”. Ciência e Cultura vol. 54, nº 1, 2002, p. 32-38, http://cienciaecultura.bvs.br/scielo.php?pid=S0009-67252002000100019&script=sci_arttext
 

Clique para consultar os requisitos para FLA0399

Clique para consultar o oferecimento para FLA0399

Créditos | Fale conosco
© 1999 - 2020 - Superintendência de Tecnologia da Informação/USP