Informações da Disciplina

 Preparar para impressão 
Júpiter - Sistema de Graduação

Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas
 
Letras Clássicas e Vernáculas
 
Disciplina: FLC0127 - Teatro Grego
Greek Drama

Créditos Aula: 2
Créditos Trabalho: 1
Carga Horária Total: 60 h ( Práticas como Componentes Curriculares = 10 h )
Tipo: Semestral
Ativação: 01/01/2015 Desativação:

Objetivos
Abordar obras e autores da poesia dramática clássica (tragédia e comédia), por meio do estudo das peças em seu contexto literário, histórico e social. Abordar as práticas pedagógicas de compreensão de textos.
 
 
 
Docente(s) Responsável(eis)
2086084 - Adriane da Silva Duarte
640234 - André Malta Campos
2524273 - Christian Werner
44170 - Jose Antonio Alves Torrano
 
Programa Resumido
Leitura e comentário de peças de poetas trágicos (Ésquilo e/ou Sófocles e/ou Eurípides) e do comediógrafo Aristófanes, e discussão das principais correntes críticas sobre as obras e os poetas contemplados. Proporcionar práticas de ensino de peças dramáticas.
 
 
 
Programa
1. A tragédia grega: gênero, momento histórico, origens.
2. A composição da tragédia: o mito e a ação dramática;
3. O teatro e a performance da tragédia.
4. Tragediógrafos: Ésquilo, Sófocles e Eurípides.
5. A comédia antiga: temática e estrutura.
6. A comédia de Aristófanes.
7. O teatro e a performance da comédia.
 
 
 
Avaliação
     
Método
Aulas expositivas e/ou seminários. Uso de recursos audiovisuais e de tecnologia da informação e comunicação.
Critério
Participação nos seminários e/ou provas e/ou trabalhos escritos.
Norma de Recuperação
A avaliação será feita mediante trabalho e/ou prova escrita, a critério do professor, e será realizada até uma semana antes da data máxima estipulada pela faculdade para a entrega das notas de recuperação. A nota de recuperação é autônoma, ou seja, as notas anteriores não entram em sua definição, mas apenas o resultado do aluno na avaliação da recuperação
 
Bibliografia
     
BUSHNELL, R. A companion to tragedy. Malden: Blackewell, 2005.
CARDOSO, Z. de A.; DUARTE, A. S. (orgs.). Estudos sobre o teatro antigo. São Paulo: Alameda, 2010.
DOVER, K. J. Aristophanic comedy. Berkely: University of California Press, 1984.
DUARTE, A. S. O dono da voz e a voz do dono: a parábase na comédia de Aristófanes. São Paulo: Humanitas, 2000.
EASTERLING, P. E.; KNOX, B.W. (ed.). The Cambridge history of classical literature. Volume I: Greek literature. Cambridge: Cambridge University Press, 1990.
__________. (ed.). The Cambridge companion to Greek tragedy. Cambridge: Cambridge University Press, 2001.
__________; HALL, E. (orgs.). Atores gregos e romanos. Trad. R. Fiker. São Paulo: Odysseus, 2008.
FOLEY, H. Female acts in Greek tragedy. Princeton: Princeton University Press, 2001
GREGORY, J. A companion to Greek tragedy. Malden: Blackwell, 2005
HENDERSON, J. The maculate muse. Obscene language in Attic comedy. 2a ed. Oxford: Oxford University Press, 1991.
KITTO, H. D. F. A tragédia grega. Trad. J. M. C. e Castro. Coimbra: Arménio Amado, 1990. 2 vols.
KNOX, B. M. W. Word and action. Essays on the ancient theater. Baltimore: The Johns Hopkins University Press, 1986.
KONSTAN, D. Greek comedy and ideology. Oxford: Oxford University Press, 1995
LESKY, A. História da literatura grega. Trad. M. Losa. Lisboa: Calouste Gulbenkian, 1995.
PARKER, L. P. E. The songs of Aristophanes. Oxford: Clarendon Press, 1997
PEDRICK, V.; OBERHELMAN, S. The soul of tragedy: essays on Athenian drama. Chicago University Press, 2005.
ROMILLY, J. de. A tragédia grega. Trad. I. Martinazzo. Brasília: Ed. UnB, 1998.
SAÏD, S. La faute tragique. Paris: François Maspero, 1978.
SEGAL, E. (ed.). Oxford readings in Greek tragedy. Oxford: Oxford University Press, 1983.
_____. (org.). Oxford readings in Aristophanes. Oxford: Oxford University Press, 1996
_____. The death of comedy. Cambridge: Harvard University Press, 2001.
SILK, M. S. Aristophanes and the definition of comedy. Oxford: Oxford University Press, 2002.
SOUSA E SILVA, M. de F. Crítica do teatro na comédia antiga. Lisboa: 1987
VERNANT, J-P.; VIDAL-NAQUET, P. Mito e tragédia na Grécia antiga. Trad. A. L. do A. Prado e outros. São Paulo: Perspectiva, 1999.
WILSON, P. The Athenian institution of khoregia. Cambridge: Cambridge University Press, 2003.
WINKLER, J.; ZEITLIN, F. Nothing to do with Dionysos? Athenian drama in its social context. Princeton: Princeton University Press, 1990.
WOODARD, R. D. (ed.). The Cambridge companion to Greek mythology. Cambridge: Cambridge University Press, 2007.
 

Clique para consultar os requisitos para FLC0127

Clique para consultar o oferecimento para FLC0127

Créditos | Fale conosco
© 1999 - 2017 - Superintendência de Tecnologia da Informação/USP