Informações da Disciplina

 Preparar para impressão 
Júpiter - Sistema de Graduação

Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas
 
Letras Clássicas e Vernáculas
 
Disciplina: FLC0301 - Literatura Brasileira IV
Brazilian Literature IV

Créditos Aula: 4
Créditos Trabalho: 1
Carga Horária Total: 90 h ( Práticas como Componentes Curriculares = 20 h )
Tipo: Semestral
Ativação: 01/01/2015 Desativação:

Objetivos
A disciplina tem como objetivo o estudo da prosa e da poesia produzidas no Brasil entre as décadas de 1870 e 1910, com ênfase na obra de Machado de Assis, em especial nas relações que ela mantém com a produção do período romântico e com o processo histórico-social do país. A critério do professor ministrante, poderão ser contempladas também obras de outros autores, tais como Aluísio Azevedo, Raul Pompéia, Lima Barreto, Euclides da Cunha, Cruz e Sousa e Augusto dos Anjos. Nesta disciplina, o desenvolvimento de habilidades necessárias para a formação do professor de Letras consolida as funções pedagógicas de disciplinas anteriores de Literatura Brasileira. Ocorre um fortalecimento da capacidade de leitura crítica, motivado por desafios da escrita desse período. São reforçadas as habilidades de expressão escrita e articulação de ideias. FLC 0301 permite a integração de conhecimentos adquiridos em disciplinas anteriores, em favor de uma percepção histórica ampla das transformações da literatura brasileira e de suas relações com a história, o que é muito importante para sua competência profissional.
 
 
 
Docente(s) Responsável(eis)
63943 - Augusto Massi
808762 - Hélio de Seixas Guimarães
 
Programa Resumido
Análise e interpretação de obras de Machado de Assis, Aluísio Azevedo, Raul Pompéia, Euclides da Cunha, Lima Barreto, Cruz e Sousa e Augusto dos Anjos.
 
 
 
Programa
A escolha das obras a serem lidas, a ênfase a ser dada a cada um dos escritores e a inclusão de outros autores e obras do período serão definidas pelo ministrante da disciplina e detalhadas nos programas dos cursos.
 
 
 
Avaliação
     
Método
A disciplina é ministrada em aulas expositivas, podendo incluir seminários, apresentações orais de alunos, leituras orientadas e pesquisa bibliográfica. Poderão eventualmente ser realizadas atividades com o emprego de recursos de tecnologias de informação, como por exemplo consultas a bancos de dados de textos, bibliotecas online, filmes articulados com a disciplina e emprego de softwares didáticos.
Critério
1)Prova de aproveitamento sobre questões relacionadas com a matéria
discutida em classe
2)Trabalhos de aproveitamento
3)Seminários sobre a matéria indicada no programa
4)Resenhas críticas sobre os principais ensaios estudados no curso
Norma de Recuperação
A recuperação se fará mediante trabalho ou prova escrita, em torno do
programa desenvolvido durante o semestre. As avaliações deverão ser
entregues até uma semana antes da data máxima de retificação de
matrículas, prevista para o semestre seguinte.
 
Bibliografia
     
Sobre Machado de Assis
BOSI, Alfredo et al. Machado de Assis. São Paulo, Ática, 1982.
______ Machado de Assis — O Enigma do Olhar. São Paulo: Martins Fontes, 2007.
______ Brás Cubas em três versões. São Paulo: Companhia das Letras, 2006.
CALDWELL, Helen. O Otelo brasileiro de Machado de Assis: um estudo de Dom Casmurro. São Paulo:
Ateliê Editorial, 2002.
CANDIDO, Antonio. Vários escritos. Rio de Janeiro: Ouro sobre Azul, 2007.
FAORO, Raymundo. Machado de Assis: a pirâmide e o trapézio. São Paulo: Globo, 2001.
GLEDSON, John. Machado de Assis: ficção e história. 2ª. ed. Rio de Janeiro, Paz e Terra, 2003.
_____ Machado de Assis: impostura e realismo – uma reinterpretação de Dom Camurro. São Paulo: Companhia das Letras, 1999.
______ Por um novo Machado de Assis. São Paulo: Companhia das Letras, 2006.
GOMES, Eugênio. Machado de Assis. Rio de Janeiro: São José, 1958.
GUIMARÃES, Hélio de Seixas. Os leitores de Machado de Assis – o romance machadiano e o público de literatura no século 19. São Paulo: Nankin/Edusp, 2004.
MEYER, Augusto. Machado de Assis (1935-1958). 4ª ed. Rio de Janeiro: José Olympio, 2008.
––––––– “De Machadinho a Brás Cubas”. In:
PEREIRA, Lúcia Miguel, Machado de Assis (Estudo Crítico e Biográfico), 4ª ed. São Paulo, Gráfica
Editora Brasileira Ltda., 1949.
_______ Prosa de ficção (1870-1920). 2ª ed. Rio de Janeiro: José Olympio, 1957.
SANTIAGO, Silviano. Uma literatura nos trópicos. São Paulo, Perspectiva, 1978.
SCHWARZ, Roberto. Ao vencedor as batatas ____forma literária e processo social nos inícios do romance brasileiro, 5ª ed.. São Paulo, Editora 34, 2000.
________ Um Mestre na Periferia do Capitalismo/Machado de Assis. 4ª ed. São Paulo: Editora 34, 2000.
________ Duas Meninas. São Paulo, Companhia das Letras, 1997.
Teresa – revista de literatura brasileira 6/7. São Paulo: USP/Editora 34/Imprensa Oficial, 2006.

Sobre Aluísio Azevedo
CANDIDO, Antonio. O discurso e a cidade. 4ª ed. Rio de Janeiro: Ouro sobre Azul, 2004.
MÉRIAN, Jean-Yves. Aluísio Azevedo (1857-1913) – O verdadeiro Brasil do século XIX. Rio de Janeiro: Espaço e Tempo; Brasília: INL, 1988.
SÜSSEKIND, Flora. Tal Brasil, qual romance? Rio de Janeiro: Achiamé, 1984.

Sobre Raul Pompéia
ANDRADE, Mário de. Aspectos da literatura brasileira. 6ª ed. Belo Horizonte: Itatiaia, 2002.
BOSI, Alfredo. Céu, inferno – ensaios de crítica literária e ideológica. 2ª ed. São Paulo: Editora 34, 2003.
PERRONE-MOISÉS, Leyla (org.) O Ateneu: retórica e paixão. São Paulo: Brasiliense, 1988.
SCHWARZ, Roberto. A sereia e o desconfiado – ensaios críticos. 2ª ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1982.

Sobre Lima Barreto
BARBOSA, Francisco de Assis. A vida de Lima Barreto. Rio de Janeiro: José Olympio,
BOSI, Alfredo. Literatura e resistência. São Paulo: Companhia das Letras, 2002.
PRADO, Antonio Arnoni. Lima Barreto: o crítico e a crise. São Paulo: Martins Fontes, 1989.
SEVCENKO, Nicolau. Literatura como missão: tensões sociais e criação cultural na Primeira República. São Paulo: Brasiliense, 1983.

Sobre Euclides da Cunha
ANDRADE, Olímpio de Souza. História e interpretação de Os sertões. 4ª. ed. Rio de Janeiro: Academia Brasileira de Letras, 2002.
BERNUCCI, Leopoldo. A imitação dos sentidos. São Paulo: Edusp, 1995.
GALVÃO, Walnice Nogueira. Saco de gatos. São Paulo: Duas Cidades, 1976.
________ Gatos de outros sacos. São Paulo: Brasiliense, 1981.
VENTURA, Roberto. Estilo Tropical. São Paulo: Companhia das Letras, 1991.

Sobre Cruz e Sousa
BOSI, Alfredo. Dialética da colonização. 4ª. ed. São Paulo: Companhia das Letras, 2003.
COUTINHO, Afrânio (org.). Cruz e Sousa. Rio de Janeiro, Civilização Brasileira, Col. "Fortuna Crítica", 1979.
RABELLO, Ivone Daré. Um canto à margem. São Paulo: Nankin/ Edusp, 2006.

Sobre Augusto dos Anjos
ROSENFELD, Anatol. Texto/contexto. São Paulo: Perspectiva, 1973.
HELENA, Lucia. A Cosmo-Agonia de Augusto dos Anjos. Rio de Janeiro: Tempo Brasileiro; João Pessoa: Secretaria da Educação e Cultura, 1984.
COUTINHO, Afrânio e BRAYNER, Sônia (orgs.). Augusto dos Anjos. Textos críticos. Brasília: INL, 1973.
PAES, José Paulo. Gregos e baianos. São Paulo: Brasiliense, 1985.

Bibliografia referente à formação de professores

BOSI, Alfredo. História Concisa da Literatura Brasileira. São Paulo, Cultrix, 1997.
BOSI, Alfredo. Literatura e resistência. São Paulo: Companhia das Letras, 2002.
CANDIDO, Antonio. A literatura e a formação do homem. Ciência e Cultura. 24 (9): 803-809, set, 72.
CANDIDO, Antonio. Na sala de aula. São Paulo: Ática, 1985.
CANDIDO, Antonio. O direito à literatura. In: ___. Vários escritos. Rio de Janeiro: Ouro sobre azul, 2011.
Websites:
http://machadodeassis.net/index.htm
http://www.dominiopublico.gov.br
http://www.literaturabrasileira.ufsc.br
http://www.gutenberg.org
http://bndigital.bn.br/acervo-digital/


Observação: a bibliografia específica será indicada pelo professor ministrante.
 

Clique para consultar os requisitos para FLC0301

Clique para consultar o oferecimento para FLC0301

Créditos | Fale conosco
© 1999 - 2017 - Superintendência de Tecnologia da Informação/USP