Informações da Disciplina

 Preparar para impressão 

Júpiter - Sistema de Gestão Acadêmica da Pró-Reitoria de Graduação


Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas
 
Filosofia
 
Disciplina: FLF0462 - Teoria das Ciências Humanas III
Theory of Human Sciences III

Créditos Aula: 4
Créditos Trabalho: 2
Carga Horária Total: 120 h
Tipo: Semestral
Ativação: 15/07/2016 Desativação:

Objetivos
Aprofundar temas ligados ao pensamento teórico concernente às ciências humanas.
 
 
 
Docente(s) Responsável(eis)
44611 - Ricardo Ribeiro Terra
1803971 - Vladimir Pinheiro Safatle
 
Programa Resumido
Trata-se de aprofundar temas tratados no interior das diversas correntes que se dedicam à teoria e à crítica das ciências humanas. Entre outras correntes, destacam-se os diversos modelos de Teoria Crítica e as diversas variantes do chamado “Pós-estruturalismo”.
 
 
 
Programa
1) Reificação e revolução.
2) Modernização e racionalização.
3) Modernidade e patologias sociais.
4) Conceitos de história.
5) Teoria tradicional e teoria crítica.
6) Dialética do esclarecimento.
7) Indivíduo e sociedade.
8) Sistema e mundo da vida.
9) Reconhecimento e redistribuição.
10) Capitalismo e desterritorialização.
11) Crítica da economia libidinal.
12) Subjetivação e poder.
13) Desconstrução e ciências humanas.
14) Feminismo e identidade de gênero.
 
 
 
Avaliação
     
Método
Aulas expositivas e seminários.
Critério
Seminários e prova.
Norma de Recuperação
Prova.
 
Bibliografia
     
ADORNO, Th. W.; HORKHEIMER, M. Dialética do esclarecimento. Rio de janeiro: Zahar, 1985.
BENHABIB, S. Situating the Self. Nova York: Routledge, 1992.
_____; Cornell, D. (orgs.) Feminismo como crítica da modernidade. Rio de Janeiro: Rosa dos Ventos, 1987.
BENJAMIN, W. “Magia e técnica, arte e política”. In: Obras escolhidas, vol. I. São Paulo: Brasiliense, 1994.
BUTLER, J. Problemas de gênero. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2003.
DELEUZE, G.; GUATTARI, F. O anti-Édipo: capitalismo e esquizofrenia I. São Paulo: Editora 34, 2011.
DERRIDA, J. A escritura e a diferença. São Paulo: Perspectiva, 2011. 
_____. Gramatologia. São Paul: Perspectiva, 2013.
DURKHEIM, E. Da divisão social do trabalho. São Paulo: Martins Fontes, 1999.
FOUCAULT, M. História da sexualidade. São Paulo: Paz e Terra, 2014, 3 vol.
_____. Vigiar e punir. Petrópolis: Vozes, 2015.
HABERMAS, J. O discurso filosófico da modernidade. São Paulo: Martins Fontes, 2000.
HONNETH, A.; FRASER, N. Redistribution or Recognition? Londres, Nova York: Verso, 2003.
HORKHEIMER, M. “Teoria tradicional e teoria crítica”. In: Benjamin, W. et al. Textos escolhidos. Coleção Os Pensadores. São Paulo: várias edições.
LYOTARD, J.-F. Economie libidinal. Paris: Minuit, 1974.
LUKÁCS, G. História e consciência de classe. São Paulo: Martins Fontes, 2003.
MARX, K. Manuscritos econômico-filosóficos. Lisboa: Edições 70, 1989.
_____. O capital. Coleção Os economistas. São Paulo: várias edições, 5 tomos.
WEBER, M. Economia e sociedade. Brasília: Ed. UnB, 1999, 2 vol.
 

Clique para consultar os requisitos para FLF0462

Clique para consultar o oferecimento para FLF0462

Créditos | Fale conosco
© 1999 - 2024 - Superintendência de Tecnologia da Informação/USP