Informações da Disciplina

 Preparar para impressão 

Júpiter - Sistema de Gestão Acadêmica da Pró-Reitoria de Graduação


Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas
 
Filosofia
 
Disciplina: FLF0477 - Epistemologia das Ciências Humanas
Epistemology of Human Science

Créditos Aula: 2
Créditos Trabalho: 1
Carga Horária Total: 60 h
Tipo: Semestral
Ativação: 01/01/2006 Desativação:

Objetivos
Trata-se de discutir o problema do regime de objetividade próprio aos fenômenos subjetivos tal como ele aparece em alguns momentos centrais da reflexão epistemológica no século XX. A oscilação entre uma perspectiva dualista e um materialismo reducionista na compreensão dos processos causais em questão nas clínicas da subjetividade servirá como ponto de partida. Isto nos levará a uma questão mais ampla, a saber: a reflexão epistemológica sobre as ciências humanas deve conservar a categoria de sujeito?
 
 
 
Docente(s) Responsável(eis)
1803971 - Vladimir Pinheiro Safatle
 
Programa Resumido
 
 
 
Programa
· Georges Politzer e a Crítica aos fundamentos da psicologia como ponto de inflexão no debate sobre a objetividade dos fenômenos subjetivos. A crítica ao subjetivismo dualista e ao materialismo reducionista através da compreensão do fato psicológico como "drama". O abandono das categorias vinculadas à noção de vida interior em prol da intersubjetividade como parâmetro de racionalidade das clínicas da subjetividade.
· Os desdobramentos do programa de uma psicologia concreta no pensamento francês : a "psicologia" do primeiro Lacan. O problema da "causalidade psíquica" e a tentativa de ultrapassar o dualismo de uma perspectiva somática.
· Algumas tentativas de fundar a racionalidade das clínicas da subjetividade através da noção de auto-reflexão tributária da hermenêutica: entre Ricoeur e Habermas.
· Uma outra crítica aos fundamentos da psicologia: Gilbert Ryle e O conceito de mente. O behaviorismo lógico e a crítica à introspecção. Fatos psicológicos como disposição de comportamento e o problema da descrição de estados intencionais.
· Radicalizando o materialismo reducionista: Daniel Dennet e a defesa da obsolescência do conceito de consciência. Abordando estados intencionais como estados cerebrais.
· É possível pensar a racionalidade das clínicas da subjetividade a partir da irredutibilidade epistêmica da categoria de sujeito? Retorno ao caso Lacan.
 
 
 
Avaliação
     
Método
prova e trabalho
Critério
aulas expositivas e seminários de discussão
Norma de Recuperação
prova escrita e entrevista sobre o conteúdo ministrado no curso
 
Bibliografia
     
DENNET, Daniel, Consciousness explained, Brown, Little, 1991
GRANGER, Gilles-Gaston; Para uma estilísitca das ciências do homem in Filosofia do estilo, São Paulo, Perspectiva, 1974
___ ; Pensée formelle et sciences de l'homme, Paris, Aubier, 1963
GRÜNBAUM, Adolf ; Les fondements de la psychanalyse,Paris : PUF, 2000
HABERMAS, Jürgen; Conhecimento e interesse, Rio de Janeiro, Zahar, 1982
LACAN, Jacques; Autres écrits, Paris,: Seuil, 2001
___ ; Escritos, Rio de Janeiro, Jorge Zahar, 1998
___ ; O seminário II : o eu na teoria de Freud e na técnica da psicanálise, Rio de Janeiro, Jorge Zahar, 1985
___ ; O seminário XI : os quatro conceitos fudamentais da psicanálise, Rio de Janeiro, Jorge Zahar, 1975
POLITZER, Georges, Critique des fondements de la psychologie, Paris, Rieder, 1928
PRADO JR., Bento; Alguns ensaios, São Paulo, Paz e Terra, 2002
RICOEUR, Paul; Le conflit des interprétations, Paris, Seuil, 1969
___ ; De l'interprétation, Paris : Seuil, 1965
RYLE, Gilbert, The concept of mind, Londres, Penguin, 1990
SEARLE, John; A redescoberta da mente, São Paulo, Martins Fontes, 1997
___ ; O mistério da consciência, São Paulo, Paz e Terra, 1998
 

Clique para consultar os requisitos para FLF0477

Clique para consultar o oferecimento para FLF0477

Créditos | Fale conosco
© 1999 - 2021 - Superintendência de Tecnologia da Informação/USP