Informações da Disciplina

 Preparar para impressão 

Júpiter - Sistema de Gestão Acadêmica da Pró-Reitoria de Graduação


Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas
 
Filosofia
 
Disciplina: FLF0501 - Filosofia Geral IV
General Philosophy IV

Créditos Aula: 4
Créditos Trabalho: 2
Carga Horária Total: 120 h
Tipo: Semestral
Ativação: 15/07/2017 Desativação:

Objetivos
Examinar as concepções e as transformações no pensamento sobre a técnica focando suas relações com as condições sociais, econômicas e políticas em quatro momentos: a Grécia Clássica, a Renascença, o Século XVII e a Filosofia Contemporânea. A abordagem se centrará em autores clássicos e terá como principal objetivo compreender a formulação do conceito de tecnologia.
 
 
 
Docente(s) Responsável(eis)
851685 - Homero Silveira Santiago
1240730 - Marcus Sacrini Ayres Ferraz
1591051 - Pedro Paulo Garrido Pimenta
56055 - Roberto Bolzani Filho
 
Programa Resumido
A partir das concepções de técnica desde a antiguidade até o período moderno, busca-se-á compreender a formulação do conceito de tecnologia. 
 
 
 
Programa
1) A Métis e o Prometeu de Ésquilo: técnica e mito. 
2) O lugar da técnica na sociedade grega clássica (Vernant e Heidegger).
3) O modelo dos dissói logói: a interpretação da tekné por Castoriadis. 
4) Técnica e mímesis em Platão e Aristóteles. 
5) Arte e natureza: a magia natural na Renascença neoplatônica. 
6) Em defesa das artes mecânicas: o discurso renascentista de Varchia. 
7) Bacon e o homo faber fortunae suae. 
8) Galileu e o telescópio. 
9) Descartes e o maquinismo universal. 
10) Técnica e trabalho: Marx sobre a manufatura e a grande indústria. 
11) Da máquina ao autômato: a revolução informática e o novo objeto técnico. 
12) O mundo virtual. 
13) Sociedade do conhecimento: o novo modo de inserção da ciência e da tecnologia no modo de produção capitalista. 
 
 
 
Avaliação
     
Método
Trabalho escrito e/ou seminário.
Critério
A nota final será aquela da atividade de avaliação proposta. Se houver mais de uma atividade, o peso de cada uma será indicado pelo professor responsável pela disciplina.
Norma de Recuperação
Trabalho escrito, versando sobre conteúdos do curso, cuja nota substituirá a da primeira avaliação.
 
Bibliografia
     
Antiguidade greco-romana
ARISTÓTELES. Arte Poética.
_____. Arte Retórica.
_____. Ética a Nicômaco (Livro I).
_____. Metafísica (Livro II).
_____. Política (Livro I).
CÍCERO. Dos ofícios.
GALENO. Textos.
GÓRGIAS. Elogio de Helena.
HESÍODO. O trabalho e os dias.
HIPÓCRATES. Corpus Hippocraticus.
ISÓCRATES. Cinco Discursos.
LUCRÉCIO. Da Natureza (Livro 5).
PLATÃO. Crátilo.
_____. Fedro.
_____. Íon.
_____. O Político.
_____. O Sofista.
_____. Protágoras.
PROTÁGORAS. Da verdade.
VIRGÍLIO. Geórgicas.
XENOFONTE. O econômico.

Renascença
AGRIPPA, Cornelius. Os três livros da Filosofia Oculta.
ALBERTI. Da Pintura.
BRUNO, Giordano. A arte da memória.
_____. A ceia das cinzas.
_____. Da causa, da unidade e do princípio.
_____. Do infinito, do universo e dos mundos.
_____. Os heroicos furores.
CAMPANELLA, Tommaso. A Cidade do Sol.
_____. O sentido das coisas e a magia.
DA VINCI, Leonardo. Tratado de pintura.
DE LA MIRANDOLA, Pico. Da magia natural.
_____. Discurso sobre a dignidade do homem.
DEE, John. A mônada hieroglífica.
_____. Prefácio matemático.
FICINO, Marsiglio. Do amor.
_____. O livro da vida.
_____. Teologia platônica.
FLUDD, Robert. Do macrocosmo e do microcosmo. Metafísica, física e historia da técnica.
MORE, Thomas. Utopia.
PARACELSO. A chave da alquimia.

Modernos
BACON, Francis. Novo organum.
DESCARTES, René. Tratado do Homem.
GALILEI, Galileu. Mensagem das estrelas.
_____. O ensaiador.
HARVEY, David. A circulação do sangue.
HOBBES, Thomas. De Corpore.
_____. Leviatã.
HUYGHENS, Christiaan. O relógio oscilatório (o pêndulo).
KEPLER, Johannes. A harmonia do mundo.
_____. Astronomia nova.
LEIBNIZ, Gottfried W. Discurso de metafísica.
_____. Ensaio de teodicéia.
NEWTON, Isaac. O sistema do mundo.
PALISSY, Bernard. Receita verdadeira.
VESÁLIO, André. A estrutura do corpo.

Sociedade contemporânea
CASTELLS, Manuel. A sociedade em rede. São Paulo: Paz e Terra, 2003.
DAUMAS, Maurice. (org.) Histoire générale de la technique. Paris: PUF, 1962, 5 vol.
ELSTER, Jon. Explaining technical change. Cambridge (EUA): Cambridge University Press, 1983.
FERGUSON, Eugene S. History of technology. Cambridg (EUA): Harvard University Press, 1988.
GILLE, Bertrand. Histoire des techniques. Paris: Gallimard, 1978.
HABERMAS, Jürgen. Técnica e ciência como ideologia. São Paulo: Edunesp, 2014.
HARVEY, David. A condição pós-moderna. São Paulo: Loyola,1992.
HEIDEGGER, Martin. “A questão da técnica”. Scientiae Studia, São Paulo, vol. 5, no 3, 2007.
LAGADEC, Patrick. Le risque technologique majeur. Paris: Pergamon, 1981.
LEROI-GOURHAM, André. Evolução das técnicas. Lisboa: Edições 70, 1984, 2 vol.
MARCUSE, Herbert. O homem unidimensional. Lisboa: Letra Livre, 2011.
MARX, Karl. O Capital (Livro I, capítulos 13: A cooperação, 14: A divisão do trabalho e a manufatura, 15: O maquinismo e a grande indústria). São Paulo: Boitempo, 2013.
RUSSO, François. Introduction à l’histoire des techniques. Paris: Blanchard, 1986. 
SÉRIS, Jean-Pierre. La technique. Paris: PUF, 1994. 
SIMONDON, Gilbert. Du mode dexistence des objets techniques. Paris: Aubier, 1989. 
SINGER, C.; HOLYARD, E.J.; HALL, A. R. A history of technology. Oxford: Oxford University Press, 1958, 5 vol.
STIEGLER, Bernard. La technique et le temps. Paris: Galilée, 1994.
 

Clique para consultar os requisitos para FLF0501

Clique para consultar o oferecimento para FLF0501

Créditos | Fale conosco
© 1999 - 2024 - Superintendência de Tecnologia da Informação/USP