Informações da Disciplina

 Preparar para impressão 
Júpiter - Sistema de Graduação

Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas
 
História
 
Disciplina: FLH0114 - História Social das Idéias Políticas na América Colonial
Social History of Political Ideas in Colonial America

Créditos Aula: 5
Créditos Trabalho: 1
Carga Horária Total: 105 h
Tipo: Semestral
Ativação: 01/01/2012 Desativação:

Objetivos
Nesta disciplina, será discutido um conjunto de textos que propõem e/ou discutem formas de organização social, econômica, política e administrativa da sociedade colonial. Uma atenção especial será dada aos escritos que apresentam as justificativas de ordem histórica, jurídica e teológica da escravidão indígena e africana. A perspectiva de estudo é eminentemente comparativa, destacando semelhanças e diferenças existentes entre os textos produzidos nas Américas de colonização portuguesa e espanhola, entre os séculos XVI e XVII, bem como à circulação de ideias e conceitos entre estes espaços e o continente europeu, destacando os empréstimos e as adaptações determinados pelos contextos em que foram produzidos e circularam. Um espaço especial será reservado à leitura de imagens produzidas na e sobre as sociedades coloniais americanas.
 
 
 
Docente(s) Responsável(eis)
362384 - Carlos Alberto de Moura Ribeiro Zeron
 
Programa Resumido
 
 
 
Programa
Aula 1: Apresentação do curso.
Aula 2: Francisco de Vitória: De indis recentis inventis et de iure belli Hispaniorum in bárbaros (1537-1539).
Aula 3: Manuel da Nóbrega: Diálogo sobre a conversão do gentio (1556-1557) e Carta a Miguel de Torres (1558).
Aula 4: José de Acosta: De procuranda indorum salute, Proêmio e livro III, c. XVI-XIX (1576).
Aula 5: Pedro Taques de Almeida Paes Leme: Expulsão dos Jesuítas e causas que tiveram para ela os Paulistas desde o ano de 1611 até o de 1640, em que os lançaram fora de toda a capitania de São Paulo e São Vicente. Textos complementares: Jacinto Carvalhais, Certidão sobre a expulsão dos Padres da Cia. de Jesu da Capitania de Sam Vicente por causa da publicação da bula que passou Sua Santidade acerca da liberdade dos Indios Orientais e Ocidentais; Relación de lo sucedido en el Rio de Janeiro con la publicación de la bullas. 1640; Resposta a uns capítulos, ou libelo infamatório, que Manuel Jerônimo procurador do Conselho na cidade do Rio de Janeiro com alguns apaniguados seus fez contra os Padres da Companhia de Jesus da Província do Brasil, e os publicou em juízo e fora dele, em Junho de 640.
Aula 6: Francisco Suárez. De legibus, livro VII (1612).
Aula 7: Gabriel Pereira de Castro, Monomachia (1614) e/ou Juan de Solórzano Pereira: De Indiarum Iure, livro III, c. VII (1629).
Aula 8: Bernardo Pereira de Berredo, Anais históricos do Estado do Maranhão, livros XIV-XVI (1749).
Aula 9: Jacob Rolland, Apologia pro paulistis (1684).
Aula 10: Antonio Vieira. Voto sobre as dúvidas dos moradores de São Paulo acerca da administração dos índios (1694).
Aula 11: Jorge Benci. Economia cristã dos senhores no governo dos escravos (1705).
Aula 12: Pontos principais a que se reduzem os abusos com que os Religiosos da Companhia de Jesus têm usurpado os Domínios da América Portuguesa e Espanhola (anterior a 1757).
Aula 13: excursão didática à região das missões (Rio grande do Sul, Argentina e Paraguai).
Aula 14: Leitura e interpretação de imagens sobre a relação entre a missão, índios, negros e trabalho compulsório.
Aula 15: Avaliação final.
 
 
 
Avaliação
     
Método
Elaboração de uma resenha crítica sobre um dos textos selecionados para discussão, e realização de uma prova, a ser realizada em sala de aula, com direito a consulta de materiais impressos e manuscritos.
Critério
Na prova individual como na elaboração das resenhas, o aluno deverá demonstrar sua capacidade de ler e analisar fontes primárias e/ou textos historiográficos, de contextualizá-los e, se necessário, de relacioná-los entre si.
Norma de Recuperação
A recuperação consistirá em uma prova oral individual sobre qualquer um dos textos e/ou temas discutidos em sala de aula. Só poderão fazer recuperação os alunos que tiverem entregado todas as avaliações (prova e resenha), que obtiverem notas entre 3,0 e 4,9 na média entre a resenha e a prova, e com presença mínima de 70%.
 
Bibliografia
     
Acosta, José de. De procuranda indorum salute. Madrid: C.S.I.C., 1984-1987.
Andreoni, João Antonio (João André Antonil). Cultura e opulência do Brasil. Paris: I.H.E.A.L., 1968 (ou Lisboa: Comissão Nacional para as Comemorações dos Descobrimentos Portugueses, 2001).
Benci, Jorge. Economia cristã dos senhores no governo dos escravos (1705). 2a. edição, preparada, prefaciada e anotada por Serafim Leite. Porto: Livraria Apostolado da imprensa, 1954.
Berredo, Bernardo Pereira. Anais históricos do Estado do Maranhão, em que se dá notícia do seu descobrimento, e tudo o mais que nele tem sucedido desde o ano em que foi descoberto até o de 1718 (Lisboa, 1749). 4ª. Edição. Rio de Janeiro: Tipo editor Ltda., 1988.
Carneiro, Francisco. “Resposta a uns capítulos, ou libelo infamatório, que Manuel Jerônimo procurador do Conselho na cidade do Rio de Janeiro com alguns apaniguados seus fez contra os Padres da Companhia de Jesus da Província do Brasil, e os publicou em juízo e fora dele, em Junho de 640”. In: Leite, Antonio Serafim. História da Companhia de Jesus no Brasil. Lisboa: Portugália, 1954, vol. 6, p. 572-588.
Carvalhais, Jacinto de. “Certidão sobre a expulsão dos Padres da Cia. de Jesu da Capitania de Sam Vicente por causa da publicação da bula que passou Sua Santidade acerca da liberdade dos Indios Orientais e Ocidentais”. In: Leite, Antonio Serafim. História da Companhia de Jesus no Brasil. Lisboa, Portugália, 1950, vol. 6, p. 253-263 e 416-421.
“Diretório dos índios”. In: Almeida, Rita Heloísa de. O Diretório dos Índios. Um projeto de “civilização” no Brasil do século XVIII. Brasília: ed. UnB, 1997, apêndice.
Leme, Pedro Taques de Almeida Paes. “Expulsão dos Jesuítas e causas que tiveram para ela os Paulistas desde o ano de 1611 até o de 1640, em que os lançaram fora de toda a capitania de São Paulo e São Vicente”. Revista do Instituto Histórico e Geográfico de São Paulo, vol. III, São Paulo, Typographia de “El Diario Español”, 1898, p. 35-123.
Pontos principais a que se reduzem os abusos com que os Religiosos da Companhia de Jesus têm usurpado os Domínios da América Portuguesa e Espanhola (anterior a 1757).
Rocha, Manoel Ribeiro da. Ethiope resgatado, empenhado, sustentado, corrigido, instruido e libertado. Discurso theologico-juridico, em que se propõe o modo de commerciar, haver e possuir validamente, quanto a um e outro foro, os pretos cativos africanos e as principais obrigações que correm a que delles se servir. Lisboa: 1758 (Ed. Lara, Silvia Hunold. Cadernos do Instituto de Filosofia e Ciências Humanas. N. 21. Campinas: Unicamp, 1991. Ed. Suess, Paulo. Petrópolis: Vozes; São Paulo: CEHILA, 1992).
Roland, Jacob. Apologia pro Paulistis (1684). Revista Clio. 27/1. Recife: UFPE, 2009, p. 362-416.
Sepp, Antonio. Viagem às missões jesuíticas e trabalhos apostólicos. São Paulo: Livraria Martins editora, 1943.
Solórzano y Pereira, Juan de. De indiarum iure (liber III: De retentione indiarum). Madrid: C.S.I.C., 1994.
Suárez, Francisco de, S.J. De Legibus. 8 vols. Madrid: C.S.I.C., 1967 (ou Madrid: Instituto de Estúdios Políticos, 1968).
Toledo, Francisco de (1515-1582). Disposiciones gubernativas para el Virreinato del Perú. 2 vols. Introd. Guillermo Lohmann Villena; transcr. Maria Justina Sarabia Viejo. Sevilla: Escuela de Estudios Hispano-Americanos, Consejo Superior de Investigaciones Científicas, Monte de Piedad y Caja de Ahorros de Sevilla, 1986-1989.
Tomás de Aquino. “De regno sive de regimine principum ad Regem Cypri”. Opuscula omnia necnon opera minora. Tomus primus: opuscula philosophica. Paris: P. Lethielleux, 1949 (trad. franc. “Sur le gouvernement du Prince, au Roi de Chypre”. Opuscules de Saint Thomas d’Aquin. Paris: Librairie Louis Vivès éditeur, 1857).
Tomás de Aquino. Comentario a la Política de Aristóteles. Pamplona: EUNSA, 2001.
Vasconcelos, Simão de. Crônica da Companhia de Jesus do Estado do Brasil (com as Notícias curiosas e necessárias das cousas do Brasil) (1663). 3ª. ed. Petrópolis: Vozes, 1977.
Vieira, Antonio. Obras escolhidas. vol. V (obras várias em defesa dos índios). Lisboa: Sá da Costa, 1951.
Vieira, Antonio. Cartas do Padre António Vieira. Coordenadas e anotadas por J. Lúcio de Azevedo. 3 vols. Coimbra: Imprensa da Universidade, 1928.
Vieira, Antonio. Sermões. 15 vols. Lisboa: Livraria Lello e Irmão, 1945-1948.
Vitoria, Francisco de. De indis recentis inventis et de iure belli Hispaniorum in bárbaros. Salamanticae: s.ed., 1557 (trad. franç.: Leçons sur les Indiens et sur le droit de guerre. Genève: Droz, 1966; trad. esp.: Relectio de indis. Madrid: C.S.I.C., 1989 e Relectio de iure belli o paz dinámica. Madrid: C.S.I.C., 1981).
 

Clique para consultar os requisitos para FLH0114

Clique para consultar o oferecimento para FLH0114

Créditos | Fale conosco
© 1999 - 2017 - Superintendência de Tecnologia da Informação/USP