Informações da Disciplina

 Preparar para impressão 

Júpiter - Sistema de Gestão Acadêmica da Pró-Reitoria de Graduação


Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas
 
História
 
Disciplina: FLH0131 - História Econômica II
Economic History II

Créditos Aula: 5
Créditos Trabalho: 1
Carga Horária Total: 105 h ( Práticas como Componentes Curriculares = 20 h )
Tipo: Semestral
Ativação: 01/01/2015 Desativação:

Objetivos
A disciplina tem como objetivo apresentar as principais questões que marcaram a história econômica e social do Brasil no século XX e início do XXI: agricultura de exportação, o processo de industrialização, o papel do Estado e as implicações sociais do crescimento econômico. Esses temas serão discutidos dentro de uma perspectiva de economia política internacional.
 
 
 
Docente(s) Responsável(eis)
85489 - Vera Lucia Amaral Ferlini
 
Programa Resumido
O curso analisa os princípios e as características da economia e desenvolvimento econômico no Brasil durante o século XX e as primeiras décadas do século, considerando o papel do país no desenvolvimento econômico da América Latina e sua conversão em uma das economias emergentes do mundo na era da globalização. Aborda, na perspectiva histórica, as oportunidades e dificuldades dos diversos setores econômicos no Brasil, dentro de uma visão macroeconômica e multidisciplinar.
 
 
 
Programa
UNIDADE I. Antecedentes: o Nacional-Desenvolvimentismo e a Industrialização do Brasil por Substituição de Importações, 1930-1964
1. A Política Econômica e o Processo de Substituição de Importações
2. Os Impactos do Plano de Metas
TEXTO: BASTOS, Pedro Paulo Zahluth. “A Construção do Nacional-Desenvolvimentismo de Getúlio Vargas e a Dinâmica de Interação entre Estado e Mercado nos Setores de Base”. Revista Economia. Brasília, v.7, n. 4, dezembro, 2006, pp. 239-275.

UNIDADE II. Governo militar: expansão, mudanças estruturais e desequilíbrios externos: 1963-81
1. Planos Trienal e PAEG: crônica inacabada das Reformas Estruturais (1963-1967)
2. O “Milagre Brasileiro” (1967-1973)
3. A crise do “Milagre” e o II PND (1974-1981)
4. Os impactos do II PND e sua controvérsia

TEXTO: LIMA, Saulo de Castro. Da Substituição de Importações ao Brasil potência: Concepções do desenvolvimento 1964-1979. Aurora, vol. 4, n. 1, pp. 34-44, 2010

UNIDADE III. A Crise da Dívida, Estagflação e o Colapso do Nacional-Desenvolvimentismo: 1981-1991
1. A crise da dívida externa e as políticas de ajustamento
2. Crise fiscal e o desequilíbrio do setor púbico
3. A política macroeconômica: a natureza e o combate à inflação: O Plano Cruzado I e II; Plano Bresser; Plano Verão; O Plano Collor I e II

TEXTOS: RAMOS, Fernando Antonio da Cunha. Análise Comparativa dos planos Cruzado e Real. Defesa: 24/09/09. Dissertação. FGV. Rio de Janeiro, 2004; PEREIRA, Luiz Carlos Bresser. Auge e declínio nos anos setenta. Revista de Economia Política, vol. 3, n.2, pp.103-129 , abril-junho,1983


UNIDADE IV. Evolução recente: Reformas Neo-liberais, Estabilização Monetária e Estagnação Econômica: 1991-2006
1. A Abertura Comercial e Financeira
2. Reforma do Estado e o Programa de Privatizações
3. Política Macroeconômica, Estabilização Monetária e Crescimento Econômico
4. O Plano Real e o Primeiro Governo FHC (1993-1998)
5. A Desvalorização do Real e o Segundo Governo FHC (1999-2002)
6. Os Governos Lula da Silva (2003-2010) e Dilma Roussef (2011-2014)
 
 
 
Avaliação
     
Método
Aulas expositivas; Análise de textos; Reflexão historiográfica; Seminários temáticos; Projeções de filmes e slides.
Critério
Serão atribuídas notas a: Prova temática; Fichamentos de leituras; Seminário, em grupo.
Norma de Recuperação
Fichamento e discussão de textos (prova oral).
Prova escrita.
 
Bibliografia
     
ABREU, Marcelo Paiva (org.). A ordem do progresso: cem anos de política econômica
BACHA, E. Plano Real: uma segunda avaliação. In: IPEA. O Plano Real e outras experiências internacionais de estabilização. Rio de Janeiro: IPEA, 1997.
COUTINHO, Luciano. Não foi por falta de aviso. Revista de Economia Política, vol. 3, n.1,pp.81-94, janeiro-março, 1983.
DREIFUSS, René Armand – 1964: A Conquista do Estado Petópolis:Vozes, 1981.
FURTADO, Celso (1966). Subdesenvolvimento e estagnação na América Latina. Rio de Janeiro:Civilização Brasileira, 1968, p. 20-89.
FURTADO, Celso. Perspectivas da economia brasileira. Rio de Janeiro, ISEB, 1958.
GASPARI, Elio - A Ditadura Derrotada, volume 3. Coleção O Sacerdote e o Feiticeiro, São Paulo: Companhia das Letras, 2003.
GASPARI, Elio - A Ditadura Encurralada, volume 4. Coleção O Sacerdote e o Feiticeiro, São Paulo: Companhia das Letras, 2004.
GASPARI, Elio - A Ditadura Envergonhada, volume 1. Coleção As Ilusões Armadas, São Paulo: Companhia das Letras, 2002.
GASPARI, Elio - A Ditadura Escancarada, volume 2. Coleção As Ilusões Armadas, São Paulo: Companhia das Letras, 2002.
GIAMBIAGI, Fábio et.al.. Economia brasileira contemporânea (1945-2004). Rio de Janeiro: Eisevier, 2005.
LESSA, Carlos. Quinze anos de política econômica. São Paulo, Unicamp/Brasiliense, 1975.
LOPES, Herton Castiglioni. A Inflação e os planos cruzados e real: uma análise institucionalista. Defesa 2011. Tese. UFRGS. Porto Alegre, 2011. Disponível em: < http://www.lume.ufrgs.br/bitstream/handle/10183/40253/000822615.pdf?sequence=1>. Acesso em: 14 de Janeiro de 2014.
MALAN, P. et.al Política econômica externa e industrialização no Brasil (1939/52).Rio de Janeiro, IPEA/INPES, 1980.(caps 1-3).
MARQUES, Maria Silvia Bastos. O Plano Cruzado: teoria e prática. In: Revista de Economia Política, vol. 8, n.3, pp.101-130 , julho-setembro, 1988.
MELLO. João Manuel Cardoso de - O Capitalismo Tardio . São Paulo: Brasiliense, 1982.
OLIVEIRA, Fabrício Augusto. Política econômica, estagnação e crise mundial: Brasil, 1980 – 2010. Rio de Janeiro: Azougue, 2012.
OLIVERIA, Gesner. Brasil Real: desafios pós-estabilização na virada do milênio. São Paulo: Editora Mandarim, 1996.
RAMOS, Fernando Antonio da Cunha. Análise Comparativa dos planos Cruzado e Real. Defesa: 24/09/09. Dissertação. FGV. Rio de Janeiro, 2004. Disponível em: < http://bibliotecadigital.fgv.br/dspace/bitstream/handle/10438/334/1729.pdf?sequence=1> . Acesso em: 14 de Janeiro de 2014.
SENADO FEDERAL (Brasil). Comissão de Assuntos Sociais/Subsecretaria de Apoio às Comissões Permanentes/Secretaria de Comissões. Consultoria Legislativa, Eurico A. Gonzalez Cursino dos Santos, 27 de outubro de 2004. ESTUDO REFERENTE AOS PROGRAMAS SOCIAIS GOVERNAMENTAIS EM FUNCIONAMENTO ATUALMENTE.
SINGER, Paul. A crise do Milagre. Rio de janeiro: Paz e Terra, 1976.
SKIDMORE, Thomas E. Brasil : de Getúlio a Castello (1930-64) São Paulo : Companhia das Letras, 2010.
TAVARES, Maria da Conceição. Auge e declínio do processo de substituição de importações no Brasil. In: Da Substituição de importações ao capitalismo financeiro. Rio de Janeiro: Zahar, 1975, pp. 27-124.
VASCONCELLOS, Marco Antonio S.; GREMAUD, Amaury Patrick; JÚNIOR, Rudinei Toneto. Economia Brasileira Contemporânea. São Paulo: Editora Atlas, 3a. Ed., 1999.
VIEIRA, Wilson. Os novos desafios para a construção da nação Brasil após 1964: o diagnóstico estagnacionista de Celso Furtado. 36 Encontro Anual da ANPOCS, 2012. Águas de Lindóia, SP.
VILLELA, Annibal Villanova e SUZIGAN, Wilson. Política do governo e crescimento da economia brasileira 1989-1945. Rio de Janeiro: IPEA/INPES, 1973.
 

Clique para consultar os requisitos para FLH0131

Clique para consultar o oferecimento para FLH0131

Créditos | Fale conosco
© 1999 - 2021 - Superintendência de Tecnologia da Informação/USP