Informações da Disciplina

 Preparar para impressão 

Júpiter - Sistema de Gestão Acadêmica da Pró-Reitoria de Graduação


Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas
 
História
 
Disciplina: FLH0703 - O Brasil e as Relações Internacionais
Brazil and International Relations

Créditos Aula: 4
Créditos Trabalho: 0
Carga Horária Total: 60 h
Tipo: Semestral
Ativação: 01/01/2002 Desativação:

Objetivos
A disciplina visa analisar o processo histórico que envolveu as questões territoriais, a ação da diplomacia, e o novo equilíbrio de força do país nas relações internacionais do Brasil.
 
 
 
Programa Resumido
A disciplina visa analisar o processo histórico que envolveu as questões territoriais, a ação da diplomacia, e o novo equilíbrio de força do país nas relações internacionais do Brasil.
 
 
 
Programa
Conteúdo:
1 - Primórdios da Colonização: um território disputado.
2 - A Expansão territorial Portuguesa na América do Sul e a delimitação de fronteiras.
3 - A Emancipação política no Brasil e a Geopolítica européia.
4 - A Formação do Estado Nacional e a Diplomacia brasileira.
5 - A Unidade Nacional e a disputa pela hegemonia na região platina: a Guerra do Paraguai.
6 - Imigração e relações Internacionais.
7 - A Segunda Guerra Mundial e a política externa brasileira.
8 - As relações internacionais brasileiras no contexto da guerra fria.
9 - O papel dos Estados Unidos na definição política das relações internacionais do Brasil.
10 - O Brasil na Geopolítica mundial contemporânea.
 
 
 
Avaliação
     
Método
Critério
Norma de Recuperação
 
Bibliografia
     
ALENCASTRE Amilcar. O Brasil e as Relações com o Leste e a URSS. Rio de Janeiro, Gráfica e Editora NAP SP, 1959.

ALVES, Claudia Maria. Exército como Campo de Constituição de Sujeitos Políticos no Império. Tese de Doutorado do Departamento de História da FFLCH-USP, São Paulo, 2000.

ALVES, Maria Helena Moreira. Estado e Oposição no Brasil (1964-1984). Petrópolis, Vozes, 1984.

ANDERSON, Benedict. Nação e Consciência Nacional. São Paulo, Ática, 1989.

ARENDT, Hannah. Homens em Tempos Sombrios. São Paulo, Companhia das Letras, 1987.

_______________ Origens do Totalitarismo. São Paulo, Companhia das Letras, 1989.

ARIAS, Luiz Garcia. Estudios sobre Relaciones Internacionaes y Derecho de Gentes. Madrid, Instituto de Estudios Politicos, 1971.

AVNI, Haim. Argentina y la Historia de la Immigracion Judia (1810-1950). Buenos Aires, Argentina, Editorial Universitária Magnes, Universid Hebrea de Jerusalem. Amia. Comunidad de Buenos Aires, 1983.

BARROS, Jayme de. A Política Exterior do Brasil (1930-1942) 2 ª ed. Rio de Janeiro, Editora Zelio Valverde, 1943.

BENKO, Georges. Economia, Espaço e Globalização na Aurora do século XXI. São Paulo, Hucitec, 1996.

BETHELL, Leslie. e ROXBOROUGH, Ian.(orgs.) A América Latina - Entre a Segunda Guerra Mundial e a Guerra Fria. Rio de Janeiro, Paz e Terra, 1996.

BOSI, Alfredo. Dialética da Colonização. São Paulo, Cia das Letras, 1992.

BOURDIEU, Pierre. A Economia das Trocas Simbólicas. São Paulo, Ed. Perspectiva, 1974.

BRAGA, Leopoldo. O Homem nas Relações Internacionais. Bahia, Escola de Artificies, 1939.

BRAILLARD, Philppe. Théories des Relations Internationales. Paris, Presses Universiteires de France, 1977.

BUENO, Clodoaldo. e CERVO, Amado Luiz. História da Política Exterior do Brasil. São Paulo, Ed. Ática, 1992.

BURNS, E. Bradford - A History of Brazil. New York, Columbia University Press, 1970.

CERVO, Amado Luis. Relações Internacionais dos Países Americanos. Brasília, UNB, 1994.

CHOMSKY, Noam. Camelot - Os Anos Kennedy. São Paulo, Scritta, 1993.

COTLER, Julio. Relaciones Políticas entre América Latina y Estados Unidos. Buenos Aires, Amorrortu Editores, 1974.

CYTRYNOWICZ, Roney. Guerra sem Guerra - A Mobilização e o Cotidiano em São Paulo durante a Segunda Guerra Mundial. São Paulo, Edusp, 2000.

DALLIN, David J. A Verdadeira Rússia Soviética. São Paulo, Cia Editora Nacional, 1946.

DALTON, George. Sistemas Económicos e Sociedade. Lisboa, Ed. Ulisseia, 1974.

DANTAS, San Tiago. Política Externa Independente. Rio de Janeiro, Civilização Brasileira, 1962.

DEBRAY, R. Revolução na Revolução. São Paulo, Latino-americano, s/d.

DIEGUES, Manuel Júnior. Imigração, Urbanização e Industrialização. Rio de Janeiro, CBPE, INEP e MEC, 1964.

DINIZ, Eli. Empresário, Estado e Capitalismo no Brasil: 1930-1945. Rio de Janeiro, Paz e Terra, 1978.

DORO, Norma Marinovic. Imigração Iugoslava no Brasil. Tese de Doutorado da FFLCH - USP, São Paulo, 1987.

DUROSSELLE E RENOUVIN. Introdução à história das relações internacionais. São Paulo, Difusão Européia do Livro, 1967.

EASTMAN, Max. Stalin's Russia and the Crisis in Socialism. New York, 1940.

EBENSTEIN, Willian. Los Ismos Politicos Contemporaneos. Barcelona, Ediciones Ariel, 1961.

EBON, Martin. World Communism Today. New York, Whittlesey House, 1948.

FAUSTO, Boris. Historiografia de Imigração para São Paulo. São Paulo, Sumaré, 1991.

FRANCO, Affonso Arinos de Mello. Pela Solidariedade Continental. Brasília, Ministério das Relações Exteriores - Serviço de Publicações, 1953.

FUKUYAMA, Francis. Trust - The Social Virtues & The Creation of Prosperity. New York, The Free Press, 1995.

GABAGLIA, Fernando A. Raja. O problema da imigração. Rio de Janeiro, Eric, 1945.

HERZOG, Roman e LAMPREIA, Luiz Felipe. Política externa no contexto da globalização. São Paulo, Fundação Konrad Adenauer Stiftung, 1995.
HOBSBAWN, Eric. A Era dos Extremos. 2 ª ed. São Paulo, Cia. das Letras, 2000.

________________. A Era dos Impérios. Rio de Janeiro, Paz e Terra, 1989.

_______________. História do Marxismo. 2 ª ed. Rio de Janeiro, Paz e Terra, vol. 4, 1986.

_______________. A Invenção das Tradições. Rio de Janeiro, Paz e Terra,1984.

HOLANDA, Sérgio Buarque de. (org.) História Geral da Civilização Brasileira, São Paulo, Difusão Européia do Livro, 1967. (nove volumes)

HOWE, Irving. World of our Fathers. New York, Simon and Schuster Agulf - Western Company, 1976.

HROCH, Miroslav. Social Preconditions of the National Revivel in Europa. Cambridge, 1985.

IANNI, Constantino. Homens sem Paz Os Conflitos e Os Bastidores da Imigração Italiana. São Paulo, Difusão Européia do Livro, 1963.

IANNI, Octavio. A era do globalismo. Rio de Janeiro, Civilização Brasileira, 1996.

________________. Descolonização em marcha - Economia e relações internacionais. Rio de Janeiro, Civilização Brasileira, 1972.

IGEL, Regina. Imigrantes Judeus/ Escritores Brasileiros: O Componente Judaico na Literatura Brasileira. São Paulo, Editora Perspectiva, 1997.

KENNAN, George F. American Diplomacy 1990-1950. Chicago, University of Chicago Press,1951.

KENNEDY, Paul. Ascensão e Queda das Grandes Potências. Rio de Janeiro, Ed. Campus,1989.

LAFER, Celso. O Brasil e a Crise Mundial. São Paulo, Ed. Perspectiva,1984.

____________. Argentina y Brasil en el Sistema de Relaciones Internacionales. Ediciones Nueva Visión, 1973

LINCOLN. Aliança para o Progresso. Rio de Janeiro, Faculdade de Ciências Econômicas da Guanabara, s/d.

LOBO, Hélio. O Brasil e seus Princípios de Neutralidade. Rio de Janeiro, Imprensa Nacional, 1914.

MAIO, Marcos Chor. "Marcas do Totalitarismo. 50 Anos sem Olga Benário Prestes". In: D'nai B'rith, Revista Herança Judaica. São Paulo, n º 86, ago. de 1993.

________________. Nem Rotschild e nem Trotsky, O Pensamento Antisemita de Gustavo Barroso. Rio de Janeiro, Imago, 1991.

MALANI, Esteban. J. Comunismo y Judaísmo. Buenos Aires, Editorial La Mazorca, 1944.

MANNING. C. A. W. Relations Internationales. UNESCO, 1954.

MARTINEZ, Pedro Fernando Castro. Fronteras Abiertas: Expansionismo y Geopolítica en el Brasil Contemporáneo. México, Siglo Veintiuno Editores, 1980.

MARTINS, Carlos Estevan. "Brasil-Estados Unidos dos Anos 60 aos 70". Caderno 9 - São Paulo Fundação Cebrap, 1972.

MARTINS, J. S. O Poder do Atraso. São Paulo, Hucitec, 1994.

MATTOS, Carlos de Meira. Política, Relações Internacionais e Estratégia. Cadernos de Pós-Graduação Mackenzie. São Paulo, vol. II, n º 5, set. de 1999.

MEDINA, Manuel. La Teoria de las Relaciones Internacionales. Madrid, Seminarios y Ediciones, 1973.

MELLO, Robespierre de. Democracias Econômicas e a Ditadura da Produção. São Paulo, s/ed.,1948.

MENDELSOHN, Ezra. The Jews of East Central Europe Between the Wars. Indiana, Indiana University Press, Bloomington, 1983.

Ministério das Relações Exteriores. A Diplomacia da Revolução Brasileira. Brasília, Seção de Publicações, 1964.

___________________________.A Política Exterior da Revolução Brasileira. Brasília, Seção de Publicações, 1966.

___________________________.Diplomacia para resultados. Seção de Publicações, Brasília. 1986.

___________________________.Discursos. Brasília, Seção de Publicações, 1963.

__________________________.Documentos de Política externa. vols. III e IV, Seção de Publicações, Brasília, 1970.

_________________________.Gestão do Ministro Lafer na Pasta das Relações Exteriores. Brasília, Departamento de Imprensa Nacional, 1961.

_________________________.Guerra da Europa. Documentos Diplomáticos - Atitude do Brasil. Imprensa Nacional. Rio de Janeiro, 1918.

_________________________.Legislação Internacional do Brasil. vol. II. Rio de Janeiro, Imprensa Nacional, 1929.

_________________________.Reatamento de Relações Diplomáticas entre o Brasil e a União Soviética - 1961. Brasília, Imprensa Nacional, 1962.

________________________.Ruptura de Relações Diplomáticas entre o Brasil e a URSS. Brasília, Serviço de Publicações, 1947.

MOURA, Gerson. Autonomia na Dependência. Rio de Janeiro, Ed. Nova Fronteira, 1980.

____________. Sucessos e Ilusões - Relações Internacionais do Brasil Durante e após a Segunda Guerra Mundial. Rio de Janeiro, Fundação Getúlio Vargas. 1991.

NAPOLEÃO, Aluízio. Rio-Branco e as Relações entre o Brasil e os Estados Unidos. Rio de Janeiro, Ministério das Relações Exteriores, 1947.

NEIVA, Arthur Hehl. "Estudos sobre Imigração Semita no Brasil", p. 215 - 422. Apud Revista de Imigração e Colonização., Rio de Janeiro, Imprensa Nacional, ano V, n º 2, jun. de 1942.

________________. "Getúlio Vargas e o Problema da Imigração e da Colonização". Apud Revista de Iimigração e Colonização, Órgão Oficial do Conselho de Imigração e Colonização. Rio de Janeiro, ano III, n º 1, abril de 1942.

PAES, Maria Helena Simões. A Década de 60 - Rebeldia, Contestação e Repressão Política. 4 ª ed. São Paulo, Ed. Ática, 1997.

PAIVA, O. da C. Caminhos Cruzados: A Imigração para São Paulo e os Dilemas da Construção do Brasil Moderno 1940/1959. São Paulo, Tese Doutorado da FFCLH-USP, 1999.

PEREIRA, Antonio Celso Alves. Os Impérios Nucleares e seus Reféns: Relações Internacionais Contemporâneas. Rio de Janeiro, Ed. Graal, 1984.

PINHEIRO, Paulo Sérgio. Escritos Indignados. São Paulo, Ed. Brasiliense, 1984.

__________________Repressão e Insurreição - Comunistas, Tenentes e Violência do Estado no Brasil, 1922-1935. Tese de Livre Docência do Departamento de Ciências Sociais da FFLCH-USP, São Paulo, 1987, 2 vols.

RENOUVIN, Pierre. Introdução a Historia das Relações Internacionais. São Paulo, Difusão Européia do Livro, 1967.

REZENDE, Maria José de. A Ditadura Militar no Brasil: Repressão e Pretensão de Legitimidade 1964-1984. Tese de Doutorado em Sociologia FFLCH-USP, São Paulo, 1996.

RIDENTI, Marcelo. Em Busca do Povo Brasileiro - Artistas da Revolução, do CPC à era da TV. São Paulo/Rio de Janeiro, Ed. Record, , 2000.

RODRIGUES, José Honório. Uma História Diplomática do Brasil (1531-1945) Rio de Janeiro, Civilização Brasileira, 1995.

SAID, E. Cultura e Imperialismo. São Paulo, Cia das Letras, 1995.

_______. Orientalism. London, Peguim Books, 1995.

SANTOS, Norma Breda dos (org.). Brasil e Israel - Diplomacia e Sociedades. Ed. UnB. Brasília, 2000.

SAYAD, Abdelmalek. A Imigração. São Paulo, Edusp, 1998.

SENKMAN, Leonardo. Argentina, la Segunda Guerra Mundial los Refugiados Indesables, 1933-1945. (Colecion Estudios Políticos y Sociales) Buenos Aires, Grupo Editor Lationoamericano, 1991.

SEYFERTH, Giralda. Imigração e Cultura no Brasil. Brasília, UnB, 1990.

SILVA, G. E. do Nascimento e. A Missão Diplomática. Rio de Janeiro, Companhia Editora Americana. 1971.

SOARES, José Carlos de Macedo. Discursos - Rumos da Diplomacia Brasileira. Rio de Janeiro, José Olympio Editora. 1937.

STORRS, Keith Larry. Brazil's Independent Foreign Policy, 1961-1964. Cornell University, 1973.

SOSNOVSKI, Anatoli. Brasil Rumo à Democracia. São Paulo, Editora Alfa-Omega, 1989.

TODOROV, Tzvetan. Nous et les Autres. Paris, Éditions du Seiul, 1989.

TOTA, A. P. Imperialismo Sedutor - A Americanização do Brasil na Época da Segunda Guerra. São Paulo, Cia das Letras, 2000.

TRINDADE, Antônio Augusto Cançado. O Estado e as Relações Internacionais: O Domínio Reservado dos Estados na Prática das Nações Unidas e Organizações Regionais. Brasília, Editora Universidade de Brasília, 1979.

VIANA, Fernando Murillo. América Latina en los Ochenta. Madrid, Ediciones Cultura Hispanica, 1986.

VIZENTINI, Paulo G. Fagundes. A nova Ordem global. Porto Alegre, Editora da UFRGS. 1996.

__________________________. Da Guerra Fria à Crise (1945-1990). Porto Alegre, Editora UFRGS, 1990.

WARNIER, Jean-Pierre. A Mundialização da Cultura. Bauru, Edusc, 2000.
 

Clique para consultar os requisitos para FLH0703

Clique para consultar o oferecimento para FLH0703

Créditos | Fale conosco
© 1999 - 2020 - Superintendência de Tecnologia da Informação/USP