Informações da Disciplina

 Preparar para impressão 
Júpiter - Sistema de Graduação

Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas
 
Letras Modernas
 
Disciplina: FLM0497 - Introdução à Tradução do Francês

Créditos Aula: 2
Créditos Trabalho: 1
Carga Horária Total: 60 h
Tipo: Semestral
Ativação: 01/01/2010 Desativação:

Objetivos
A disciplina vem, por um lado, complementar a aquisição da língua francesa e os seus conhecimentos culturais por uma reflexão prática e teórica sobre as diferenças e semelhanças entre as duas línguas e culturas, e, por outro, introduzir o aluno a uma prática complexa que visa a abrir novas formas de exercício profissional.

 
Docente(s) Responsável(eis)
458133 - Adriana Zavaglia
 
Programa Resumido
Contraste de originais e traduções nas duas direções lingüísticas, do português para o francês e vice-versa. A descrição das línguas, os procedimentos analíticos e a utilização de dicionários e da Internet permitirão introduzir o aluno na busca de possíveis soluções na prática tradutória.
 
Programa
Enunciação e tradução. A determinação, a modalidade, o aspecto e a diátese. Léxico e campo semântico; sintaxe e hipersintaxe. Colocações. Provérbios e expressões idiomáticas. Norma e registros de língua. Fenômenos da oralidade.

 
Avaliação
     
Método
Aulas expositivas, exercícios de aplicação.
Critério
Participação, trabalhos práticos, prova escrita final.
Norma de Recuperação
Critérios: os mesmos utilizados no item acima; Época: até a primeira semana letiva do semestre subseqüente da reprovação.
 
Bibliografia
     
ARCAINI, E. Analisi linguistica e traduzione. Bologna: Patron Editore, 1991.
ARRIVE, M., GALMICHE, M. La Grammaire d´aujourd´hui. Paris : Flammarion, 1992.

ARROJO, R. Oficina de tradução: a teoria na prática. São Paulo: Ática, 1986.
AUBERT, F. H. Modalidades de tradução: teoria e resultados. TradTerm 5.1. São Paulo, CITRAT/FFLCH/USP, 1998.
AUROUX, S. Du nom au verbe: la grammaire générale de Port-Royal à Destutt de Tracy. Modèles linguistiques, Paris, v. 6, fasc.1, p.11-21, 1984.
AZENHA JUNIOR, J. Tradução técnica e condicionantes culturais: primeiros passos para um estudo integrado. São Paulo: Humanitas; FFLCH-USP, 1999.
BARBOSA, H. G. Procedimentos técnicos da tradução: uma nova proposta. Campinas: Pontes, 1990.
BALLARD, M. (org). L´oralité en traduction. Arras : Artois Presses Université, 2001
BENJAMIN, W. La tâche du traducteur. In: ______. Oeuvres: mythe et violence. Tradução e prefácio de Maurice de Gandillac. Paris: Les Lettres Nouvelles, 1971. p. 261-275.
BENVENISTE, E. Problèmes de linguistique générale. Paris: Gallimard, v.1, 1966.
______. Problèmes de linguistique générale. Paris: Gallimard, v.2, 1974.
BIDERMAN, M.T.C. Léxico e vocabulário fundamental. Alfa, Araraquara, v. 40, p.27-46, 1997.
BORBA, F. S. Uma gramática de valências para o português. São Paulo: Editora Ática, 1996.
______ (Coord.). Dicionário gramatical de verbos do português contemporâneo do Brasil. São Paulo: Editora UNESP, 1991.
CARREIRA, A. M-H. ; BOUDOY, M. Le portugais de A à Z, édition 2003, Hatier.
CHEVALIER, J.-C.; DELPORT, M.-F. Problèmes linguistiques de la traduction: l’horlogerie de Saint-Jérôme. Paris: L’Harmattan, 1995. (Sémantiques).
CORÔA, B. O tempo nos verbos do português: uma introdução à sua interpretação semântica. Brasília: Thesaurus, 1985.
CULIOLI, A. Pour une linguistique de l’énonciation: opérations et représentations. 2. ed. rev. Paris: Ophrys, v.1, 2000.
______. Un point de vue énonciatif sur la traduction: propos recueillis par Jean-Luc Goester. Le français dans le monde – recherches et applications: retour à la traduction. Collection Recherche, août/sept. 1987. p. 4-10. Numéro spécial.
DESLILE, J. L’analyse du discours comme méthode de traduction: initiation à la traduction française de textes pragmatiques anglais – théorie et pratique. 2. ed. Ottawa: Editions Université d’Ottawa, 1982. (Les cahiers de traductologie).
FUCHS, C.; VICTORRI, B. La polysémie: construction dynamique du sens. Paris: Hermès, 1996.
GOESTER, J.-L. Reconnaître, représenter. Le français dans le monde – recherches et applications: retour à la traduction. Collection Recherche, août/sept., 1987. p. 26-32. Numéro spécial.
GREVISSE, M. Le bon usage. 13. ed. Paris ; Louvain-la-Neuve : DeBoeck-Duculot, 1993-1997.
GUILLEMIN-FLESCHER, J. Linguistique contrastive et traduction. Paris : Ophrys, 1994.
LADMIRAL, J.-R. (Org.) La traduction. Langages, Paris, Didier / Larousse, n.28, déc. 1972.
MOUNIN, G. Les problèmes théoriques de la traduction. Paris: Gallimard, 1963.
______. Os problemas teóricos da tradução. Tradução de Heloísa de Lima Dantas. São Paulo: Editora Cultrix, 1975.
______. Les belles infidèles. Paris: Cahiers du Sud, 1955.
MOURA NEVES, M.H. Gramática de Usos do Português. São Paulo: Editora Unesp, 2000.
PERGNIER, M. Les fondements sociolinguistiques de la traduction. 2. ed. Paris: Honoré Champion, 1980.
PICOCHE, J. Deux dictionnaires à six siècles de distance. Quaderni del CIRSIL, 4, 2005, p.1-8.
PLAZA, J. Tradução intersemiótica. São Paulo: Perspectiva/CNPq, 1987. (Coleção Estudos).
REISS, K. Comprender un texto: qué significa para el traductor? In: MATTOS, D. (Ed.) Estudos de tradutologia I. Brasília: Kontakt, 1981. p.33-49.
REY-DEBOVE, J. Léxico e dicionário. Traduction de Clóvis Barleta de Morais. Alfa, 28, 1984, p. 45-69.
RIEGEL, PELLAT, RIOUL. Grammaire méthodique du français. Paris : Puf, 1994.
WHORF, B. L. Language, thought and reality. Londres: Chapman & Hall, 1958.

OBSERVAÇÕES: São exigidos conhecimentos de francês.
 

Clique para consultar os requisitos para FLM0497

Clique para consultar o oferecimento para FLM0497

Créditos | Fale conosco
© 1999 - 2017 - Superintendência de Tecnologia da Informação/USP