Informações da Disciplina

 Preparar para impressão 
Júpiter - Sistema de Graduação

Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas
 
Letras Modernas
 
Disciplina: FLM0504 - Perspectiva da Crítica Francesa
Perspectives on French criticism

Créditos Aula: 2
Créditos Trabalho: 1
Carga Horária Total: 60 h
Tipo: Semestral
Ativação: 01/01/2009 Desativação:

Objetivos
Colaborar para que o aluno possa:
a) Conhecer as correntes críticas francesas dos séculos XX e XXI.
b) Ler os textos fundamentais dessa crítica.
c) Desenvolver a capacidade de discussão teórica.
 
 
 
Docente(s) Responsável(eis)
2380180 - Claudia Consuelo Amigo Pino
 
Programa Resumido
O curso pretende dar a conhecer ao aluno os principais movimentos e textos críticos franceses dos séculos XX e XXI. A escolha dos textos está guiada pela sua atualidade e relevância para a literatura e a teoria literária contemporâneas. O curso também tem como objetivo estimular a discussão teórica, já que propõe avaliações em que o aluno se coloque em relação a esses textos.
 
 
 
Programa
Jean Paul-Sartre e o ressurgimento da crítica; Blanchot e o desaparecimento da literatura; a crítica temática de Bachelard, Starobinski, Poulet e Richard; estruturalismo e pós-estruturalismo: Barthes, Genette, Todorov, Kristeva, Meschonnic; Glissant e a poética da relação; a crítica genética; novas perspectivas da literatura francesa hoje.
 
 
 
Avaliação
     
Método
Controles de leitura dos textos discutidos em sala de aula e/ou trabalho final.
Critério
Os textos serão avaliados a partir de sua compreensão dos textos base e da capacidade de discussão de um aspecto do texto.
Norma de Recuperação
A recuperação se dará por meio de prova ou trabalho com entrega no período oficial da segunda avaliação.
 
Bibliografia
     
Barthes, Roland. Crítica e Verdade. São Paulo: Editora Perspectiva, 1970.
Barthes, Roland. O grau zero da escritura. São Paulo: Cultrix, 1971.
Barthes, Roland. O prazer do texto.Sao Paulo : Perspectiva, 1977
Blanchot, Maurice. O livro por vir. São Paulo: Martins Fontes, 2005.
Compagnon, Antoine. O demônio da teoria. Literatura e senso comum. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2003.
Dosse, François. História do Estruturalismo. Volume 1 (1945-1966 : O campo do signo), Volume 2 (1967 a nossos dias : O canto do cisne). São Paulo : Ensaio, 1993.
Eagleton, Terry. Teoria Literária : uma introdução. São Paulo : Martins Fontes, 1993.
Genette, Gérard. Figuras. São Paulo: Editora Perspectiva, 1972.
Glissant, Édouard. «Espaço fechado, palavra aberta». São Paulo : Estudos Avançados. Setembro/dezembro 1989, Vol. 3 No 7.
Grésilllon, Almuth. Elementos de crítica genética. Porto Alegre: UFRGs, 2006.
Kristeva, Julia. Introdução à semanálise. São Paulo : Ed. Perspectiva, 1974
Lima, Luiz Costa (Org.) Teoria da literatura em suas fontes.Rio de Janeiro, RJ : Civilização Brasileira, 2002
Perrone-Moisés, Leyla. Falência da crítica. São Paulo : Perspectiva, 1973.
Perrone-Moisés, Leyla. Texto, crítica, escritura. São Paulo : Ática, 1978.
Sartre, Jean-Paul. Situações 1. São Paulo: Cosac & Naify, 2005.
Starobinski, Jean. As máscaras da civilização. São Paulo: Companhia das Letras, 2001.
Tadié, Jean-Yves. A crítica literária no século XX. São Paulo : Bertrand Brasil, 1992.
Todorov, Tzvetan. Estruturalismo e poética . São Paulo: Editora Cultrix, 1976.
Wellek, René. História da crítica moderna. São Paulo: Herder, 1967.
 

Clique para consultar os requisitos para FLM0504

Clique para consultar o oferecimento para FLM0504

Créditos | Fale conosco
© 1999 - 2017 - Superintendência de Tecnologia da Informação/USP