Informações da Disciplina

 Preparar para impressão 
Júpiter - Sistema de Graduação

Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas
 
Línguas Orientais
 
Disciplina: FLO0245 - Literatura Armênia I
Armenian Literature I

Créditos Aula: 2
Créditos Trabalho: 1
Carga Horária Total: 60 h ( Práticas como Componentes Curriculares = 10 h )
Tipo: Semestral
Ativação: 01/01/2015 Desativação: 31/12/2017

Objetivos
Estudar a literatura oral do período pré-cristão: os Cantos de Goghten (lendas; poemas; personagens históricos e mitológicos); apresentar o Século de Ouro da Literatura Armênia e a obra História dos armênios de Moisés Khorenatsi.

O curso visa a fornecer instrumentos práticos para que os profissionais da área de Letras possam analisar e interpretar textos da literatura armênia, capacitando-os a discutir problemas concernentes à narrativa e às relações entre literatura e sociedade.
 
 
 
Docente(s) Responsável(eis)
427308 - Deize Crespim Pereira
 
Programa Resumido
Literatura armênia - Tradição oral: Cantos de Goghten; O Século de Ouro e a História dos armênios de Moisés Khorenatsi.
 
 
 
Programa
1. Armênia: história e cultura (dados gerais).

2. Literatura oral: Cantos de Goghten. Literatura escrita: História dos armênios de Khorenatsi.

2.1 Criações literárias referentes às origens do povo armênio:
2.1.1 Lenda de Hayk, herói fundador da nação armênia
2.1.2 Lenda de Aram
2.1.3 Lenda da rainha Semiramis e seu amor por Ara, o Justo, primeiro soberano do Reino de Urartu (880 a.C.)

2.2 Poemas e textos referentes a personagens históricos:
2.2.1 O rei Ervand (III-II a.C.)
2.2.2 Dinastia dos artáshias (180 a.C.): o rei Artashês, a rainha Satenik e o príncipe Artavazd
2.2.3 O rei Tigran (95 a.C.), rei dos reis
2.2.4 O rei Trdat (287 d.C.)

3 A mitologia armênia
4 A adoção do cristianismo (301 d.C.)
5 A criação do alfabeto (406d.C.) e o Século de Ouro da Literatura Armênia (V)
 
 
 
Avaliação
     
Método

Aulas expositivas, análise de textos e debates
Critério

Resenhas e monografias

Norma de Recuperação

A recuperação se fará mediante trabalho escrito

 
Bibliografia
     
AGATHANGELOS (1976). History of the Armenians. Albany, State University of New York Press. ANANIKIAN, Mardiros H. (1925). The Mythology of All Races. Vol VII: Armenian Mythology. New York, Macmillan Co. Publicação eletrônica disponível em: http://www.archive.org/details/themythologyofal07alexuoft ARLEN, M.J. (1978). Passagem para Ararat. Rio de Janeiro, Paz e Terra. Tradução de Ana Teresa J. Reynaud, p. 15-18 (referentes à origem do povo armênio e ao Reino de Urartu), p. 26-31 (referentes ao período pré-cristão). BRAGA, A.P.A.P. (2001). Movsés Khorenatsi. Armenusp I: Cadernos de Armênio. São Paulo, Humanitas, FFLCH/USP, pp. 63-65. CAMARGO, Y. M (1997). A importância dos Cantos de Goghten para a Cultura Armênia. Revista de Estudos Orientais, no1, março de 1997, p.105-122. http://letrasorientais.fflch.usp.br/sites/letrasorientais.fflch.usp.br/files/REO_01.pdf.pdf CHIAPPETTA, A. (1996). “Não Diferem o Historiador e o Poeta...” O Texto Histórico como Instrumento e Objeto de Trabalho. Língua e Literatura, 22, pp.15-34. CÍCERO DE SÁ, M. (2001). A mulher retratada nos “Cantos de Goghten”. Armenusp I: Cadernos de Armênio. São Paulo, Humanitas, FFLCH/USP, pp. 13-21. DAVIDIAN, Vicente Pe. (1965). Vida de São Judas Tadeu: Apóstolo da Armênia. Impresso por Comissão Especial do Exmo. e Revmo.sr. Dom Manuel Pedro da Cunha Cintra, Bispo de Petrópolis. Petrópolis, R.J. DINIZ, B. (1990). O paganismo na formação cultural da Armênia e suas projeções. In: Berezin, R. (org.). Cultura Oriental e Cultura Ocidental: Projeções. São Paulo, DLO/FFLCH/USP, 1990, p.307-314. EGHISHAE, Saint Vardapet. (d. 480/2005). Storia di Vardan e dei martiri armeni. Introduzione, traduzione e note a cura di Riccardo Pane. Roma: Citta Nuova, 2005. GREPPIN , John A.C. (ed. 1994). Studies in classical Armenian literature. Delmar, N.Y, Caravan Books. HACIKYAN, A.J. (2000a). “Mitologia Armênia”. In: HACIKYAN, A.J. (coord. 2000). The Heritage of Armenian Literature. Volume I: From the Oral Tradition to the Golden Age. Detroit, Wayne State University Press. Cap. 5: “Armenian Mythology”. Tradução de Deize C. Pereira (inédita). HACIKYAN, A.J. (2000b). “A conversão ao cristianismo”. In: HACIKYAN, A.J. (coord. 2000). The Heritage of Armenian Literature. Volume I: From the Oral Tradition to the Golden Age. Detroit, Wayne State University Press. Cap. 6: “The Conversion to Christianity”. Tradução de Deize C. Pereira (inédita). HACIKYAN, A.J. (2000c). “O Alfabeto Armênio”. In: HACIKYAN, A.J. (coord. ed. 2000). The Heritage of Armenian Literature: From the Oral Tradition to the Golden Age. Detroit, Michigan, Wayne State University Press. Cap. 7: “The Armenian Alphabet”. Tradução de Elaine Mathias de Castro (inédita). HACIKYAN, A.J. (2000d). “A Idade de Ouro”. In: HACIKYAN, A.J. (coord. ed. 2000). The Heritage of Armenian Literature: From the Oral Tradition to the Golden Age. Detroit, Michigan, Wayne State University Press. Cap. 8: “The Golden Age”. Tradução de Elaine Mathias de Castro (inédita). HAIRAPETIAN, S. (1995). A History of Armenian Literature: From Ancient Times to the Nineteenth Century. Delmar, NY, Caravan Books. KEROUZIAN, Y.O. (1970). Origens do alfabeto armênio. São Paulo, USP, tese de Doutoramento. KEROUZIAN, Y. O. (1978). Os documentos antigos da poesia armênia. Separata da Revista Língua e Literatura, no. 7. São Paulo, FFLCH/USP, 1978. KHORENATSI, M. (1978). History of the Armenians. Cambridge, Massachusetts; London, England, Harvard University Press. Tradução para o inglês de Robert W. Thomson. KHORENATSI, M. (2012). História dos armênios. São Paulo, Humanitas. Tradução do armênio para o português de Deize C. Pereira. ▪ Capítulos 8 a 11, Parte I, referentes a HAYK ▪ Capítulos 12 a 14, Parte I, referentes a ARAM ▪ Capítulos 15 a 17, Parte I, referentes a ARA E SHAMIRAM ▪ Capítulo 30, Parte I, e Capítulos 37 a 61, Parte II, referentes aos reis YERWAND, ARTASHÊS E ARTAVAZD ▪ Capítulos 24, Parte I, e 14 a 19, Parte II, referentes ao rei TIGRAN II ▪ Capítulos 30 a 34, Parte II, referentes à ADOÇÃO DO CRISTIANISMO/ REI ABGAR ▪ Capítulos 82, 85 e 92, Parte II, referentes ao rei TRDAT III ▪ Capítulos 47, 52, 53, 67, Parte III, referentes à CRIAÇÃO DO ALFABETO/ MESROB MASHDOTS KORIUN, Vardapet (ca. 380-ca. 450/1985) [Vark Mashtotsi- English & Armenian] Vark Mashtotsi/ Koryun. A photo reproduction of the 1941 Yerevan edition ; with a modern translation; and with a new introduction by Krikor H. Maksoudian. Delmar, N.Y., Caravan Books. KORYUN (2005). Vark Mashtotsi / Koryun. Yerevan, Yerevani Hamalsaran. KURKJIAN, Vahan M. (1958). “Mitologia Armênia”. In: KURKJIAN, V. M. (1958). A History of Armenia. Chicago, Armenian General Benevolent Union of America. Capítulo XXXIV: “Armenian Mythology.” Tradução de Deize C. Pereira (inédita). http://penelope.uchicago.edu/Thayer/E/Gazetteer/Places/Asia/Armenia/_Texts/KURARM/34*.html LANG, D.M. (1968). Armenia: Cradle of Civilization. London, George Allen & Unwin Ltd. Cap. IV: “Urartu – Armenia’s First Nation State”, pp. 85-111; Cap. V: “The Forging of the Armenian Nation”, pp. 112-129; Cap. VI: “Triumph and Decline: Tigranes the Great and After”, pp.130-154. LEITE, L.C.M. (2005). O Foco Narrativo. 10ª ed. São Paulo, Ática. LOUREIRO, H.A.C. (2006). Breve História dos Primórdios da Igreja Apostólica Armênia. RHEMA, vol. 13, no. 40. Juiz de Fora, Instituto Teológico Arquidiocesano Santo Antônio. MARCARIAN, M. Nalbandian (2006). “Cristianismo armênio”. Handout do curso de difusão cultural Armênia: 4000 anos de cultura. São Paulo, USP. PATULO, A.A.P. (2001). Mesrob e a criação do alfabeto armênio. In: Armenusp I-Cadernos de armênio. São Paulo, Humanitas/FFLCH/USP, p.23-34. PEREIRA, D. C. (2012). A identidade cultural em História dos Armênios de Moisés Khorenatsi. In: CAVALIERE, A.; ARAÚJO, R.G. (orgs. 2012). Linguagens do Oriente: Territórios e Fronteiras. São Paulo, Targumim, p. 143-162. PEREIRA, D.C. (2016). Introdução: Narrativas tradicionais sobre a origem do cristianismo na Armênia. In: Poesia Armênia Cristã: Grigor Narekatsi, Nersês Shnorhali e outros. São Paulo, Humanitas. SAPSEZIAN, A. (1988). História da Armênia. Rio de Janeiro. Paz e Terra. “Origens”, p. 15-21; “Antiguidade”, p.22-28; “Cristianização”, p.29-36. SAPSEZIAN, A. (1994). Literatura Armênia. Rio de Janeiro, Paz e Terra. “Período Pré-cristão”, pp. 17-20; “Período Clássico”, p.21-33. YEGHIAZARYAN, L. (2006). “O Papel das traduções no desenvolvimento e estruturação da arte literária armênia”. Revista de Estudos Orientais n.5, p.185-194. YEGHIAZARYAN, L. (2012). A peculiaridade da escrita armênia. In: CAVALIERE, A.; ARAÚJO, R.G. (orgs. 2012). Linguagens do Oriente: Territórios e Fronteiras. São Paulo, Targumim, p. 333-349. YEGHIAZARYAN, L. (2013). Um Estudo Etimológico sobre o Antigo Calendário Armênio. Tempo Brasileiro, abril-junho de 2013, Rio de Janeiro, p. 57-66.
 

Clique para consultar os requisitos para FLO0245

Clique para consultar o oferecimento para FLO0245

Créditos | Fale conosco
© 1999 - 2018 - Superintendência de Tecnologia da Informação/USP