Informações da Disciplina

 Preparar para impressão 

Júpiter - Sistema de Gestão Acadêmica da Pró-Reitoria de Graduação


Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas
 
Línguas Orientais
 
Disciplina: FLO1295 - Literatura Japonesa I
Japanese Literature I

Créditos Aula: 2
Créditos Trabalho: 2
Carga Horária Total: 90 h ( Práticas como Componentes Curriculares = 10 h )
Tipo: Semestral
Ativação: 01/01/2018 Desativação:

Objetivos
Apresentar um conjunto de obras representativas da literatura japonesa moderna com especial enfoque na prosa.
 
 
 
Docente(s) Responsável(eis)
4991226 - Koichi Mori
1560081 - Neide Hissae Nagae
2059865 - Shirlei Lica Ichisato Hashimoto
 
Programa Resumido
Estudo diacrônico da literatura pós Restauração Meiji e tecer reflexões sobre as produções literárias do período moderno de meados do século XIX ao início do século XX.
 
 
 
Programa
1) Panorama das principais obras literárias dos períodos Meiji (1868-1912). 2) Estudar as principais correntes literárias tais como os denominados “Romantismos” e “Realismos” no Japão que promoveram uma vasta tradição literária japonesa num período em que foram introduzidos o pensamento ocidental e suas literaturas por meio de traduções de obras literárias sobretudo ocidental-europeias. 3) Estudos monográficos à eleição do docente: Futabatei Shimei, Tsubouchi Shôyô; Ozaki Kôyô, Kôda Yohan, Higuchi Ichiyô; Shimazaki Tôson, Tayama Katai; Tokuda Shûsei, Kassai Zenzô, Izumi Kyôka; Mori Ôgai e/ou Natsume Sôseki.
 
 
 
Avaliação
     
Método
Aulas expositivas, seminários e debates.
Critério
Provas trabalhos escritos, seminários.
Norma de Recuperação
Monografia com tema indicado pelo docente responsável.
 
Bibliografia
     
ASAI Kiyoshi & HAYAMI Hiroshi. Nihon Bungakushino Matome. Tóquio, Meiji Shoin, 1989. HASEGAWA, Izumi. Kindai Nihongu Bungaku Hyōronshi. (História da Crítica Literária Japonesa Moderna). Tóquio, Yūseidō, 1958. _______. Kindai Nihon Bungaku Shichōshi. (História das Correntes de Pensamento da Literatura Japonesa Moderna). Tóquio, Shibundō, 1974. ITŌ Sei. Shōsetsu no Hōhō (Método do Romance). Tóquio, Kawade Shobō, 1951. KARATANI, Kōjin. Nihon Kindai Bungaku no Kigen. (Origens da Literatura Japonesa Moderna). Tóquio, Kōdansha, 1988. KEENE Donald. Modern Japanese Literature: from 1868 to presente day. Rutland, Vermont & Tokyo, Japan, Charles E. Tuttle Company, 1956. _______. Dawn to the West: a history of Japanese Literature, Volume 3. Japanese Literature of the Modern Era – Fiction. New York, Columbia University Press. 1984. _______. A History of Japanese Literature, volume 4. Dawn to the West - Japanese Literature of Modern Era - Poetry, Drama, Criticism. New York, Columbia University Press. ______. Nihon Bungaku no Rekishi 14 Kindai/Gendai-hen 5 (História da Literatura Japonesa 14 Volume moderno e contemporâneo 5). Tradução para o Japonês de Tsunoji Yukio. Tóquio, Chūō Kōronsha, 1996. KATÔ Shûichi. Nihon Bungaku-shi Josetsu - Jo & Ge. Tóquio, Chikuma Shobô, 1975-80. MATSUDA Osamu (org.). Nihon Bungaku Shinshi - Kinsei. Tóquio, Shibundô, 1990. NAKAMURA, Mitsuo. Nihon no Kindai Shōsetsu (Romance Moderno Japonês). Tóquio, Iwanami Shoten. 1954a. ________. Nihon no Gendai Shōsetsu (Romance Contemporâneo Japonês). Tóquio, Iwanami Shoten, 1954. TOYAMA, Shigeki. Meiji Ishin to Gendai (Restauração Meiji e o Período Atual). Tóquio: Ed. Iwanami, 1971. YAMAMURA Kozo. The Cambridge History of Japan. NY, Cambridge University Press, 1990. PARÓDIA E INTERTEXTUALIDADE HUTCHEON, Linda. Uma teoria da paródia: ensinamentos das formas de arte do século XX. Tradução de Tereza Louro Pérez. Lisboa, Edições 70, 1985. SAMOYAULT, Tiphaine. A intertextualidade. Tradução de Sandra Nitrini. São Paulo: Aderaldo & Rothschild, 2008. Linguagem e Cultura 4. SANT’ANNA, Affonso Romano de. Paródia, paráfrase & cia. 3. Ed. São Paulo, Ática, 1988. Série Princípios. - e outra bibliografia específica para obras eleitas a serem estudadas no semestre.
 

Clique para consultar os requisitos para FLO1295

Clique para consultar o oferecimento para FLO1295

Créditos | Fale conosco
© 1999 - 2021 - Superintendência de Tecnologia da Informação/USP