Informações da Disciplina

 Preparar para impressão 

Júpiter - Sistema de Gestão Acadêmica da Pró-Reitoria de Graduação


Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas
 
Línguas Orientais
 
Disciplina: FLO1476 - Literatura Hebraica VI: Autores Israelenses e o Genocídio (Shoá)
Hebrew Literature VI: Israeli Authors and the Genocide (Shoah)

Créditos Aula: 2
Créditos Trabalho: 2
Carga Horária Total: 90 h
Tipo: Semestral
Ativação: 01/01/2018 Desativação:

Objetivos
este curso visa apresentar aos estudantes a expressão literária hebraica em torno da Shoá (Holocausto), como articulação entre memória e ficção na obra de um sobrevivente como Aharon Appelfeld, que se radicou em Israel, e na obra de autores que tiveram conhecimento indireto daqueles fatos, como Yehudá Amihai, Yoram Kaniuk, David Grossman e outros escritores israelenses que trataram do tema. Será feita uma comparação com a obra de autores, sobreviventes ou não, que permaneceram na Europa ou foram para outras regiões, escrevendo em diferentes idiomas, como Imre Kertész (húngaro) Paul Celan (alemão) e Primo Levi (italiano). Na poesia hebraica, uma grande expressão é a de Dan Páguis. O tema tornou-se um desafio tanto existencial quanto estético para os escritores, que têm de trabalhar com fatos, mitos e convenções que se cristalizaram, com a produção de clichês ideológicos e de linguagem. Romper essa barreira é um desafio constante para romancistas e poetas que optam por lidar com fatos históricos cada vez mais distantes no tempo, mas presentes na memória coletiva judaica. Impacto da Shoá no quadro ideológico israelense.
 
 
 
Docente(s) Responsável(eis)
1101085 - Luis Sergio Krausz
1575640 - Moacir Aparecido Amâncio
 
Programa Resumido
A Segunda Guerra Mundial e o Holocausto (Shoá); a fundação do Estado de Israel, o impacto da catástrofe em Israel; os problemas técnicos ligados à representação da catástrofe; como os diferentes escritores e poetas enfrentam as dificuldades e impedimentos de representação.
 
 
 
Programa
1. Theodor Adorno e a representação da Shoá (Holocausto) 2. A visão da Shoá em Israel; o julgamento de Eichmann em Jerusalém, a participação de Hanna Arendt no julgamento e o impacto trazido por seu trabalho 3. Análise do romance Adam Filho de Cão, de Yoram Kaniuk 4. Análise do poemas Escrito a Lápis no Vagão Selado e Pegadas, de Dan Páguis, e Fuga para a Morte, de Paul Celan 5. Análise dos poemas de Yehudá Amihai sobre a Shoá 6. Análise das novelas Badenheim e Tsili, e do conto A Estrada de Drovna e Drovitch, de Aharon Appelfeld 7. Análise de capítulos do romance Ver: Amor, de David Grossman
 
 
 
Avaliação
     
Método
Aulas expositivas, leituras em grupo e exposição de transparências Avaliação: A avaliação será realizada mediante trabalhos escritos, com temas a serem determinados ao longo das aulas.
Critério
Os alunos serão avaliados através de uma prova escrita e um trabalho de análise de texto literário.
Norma de Recuperação
Prova e trabalho escrito.
 
Bibliografia
     
AGNON, S.I. – Novelas de Jerusalém, São Paulo, Perspectiva, 1966
AGAMBEM, Giorgio, Homo Sacer, Editora da UFMG, 2006
AMÂNCIO, Moacir, Dois Palhaços e uma Alcachofra – sobre o romance A Ressurreição de Adam Stein (Adam Filho de Cão), Nankin, SP, 2001
BEREZIN, R. São Paulo, Federação Isrelita do Estado de São Paulo, 1977
GUINSBURG, J. (org.), Aspectos do Hassidismo, São Paulo, Centro de Estudos Judaicos, 1971
GUINSBUG, J. (org.), Do Estudo e da Oração, São Paulo, Perspectiva, 1966
GUINSBURG, J. (org.), Histórias do Povo da Bíblia, São Paulo, Perspectiva, 1966
GUINSBURG, J. (org.), 4000 Anos de Poesia, São Paulo, Perspectiva, 1966
HOWE, Irving, A Escrita e o Holocausto, Cadernos de Língua e Litertura Hebraica, n. 2, São Paulo, Humanitas, 1999
KERTÉSZ, Imre, Kadish por Uma Criança Não Nascida, Imago, Rio, 2ª. Ed., 2002
LEVI, Primo, É Isto Um Homem?, Rocco, Rio, 1988
MINTZ, Alan, A Carga Desconfortável, em Cadernos, 2, SP, Humanitas, 1999
ROZENCHAN, N. e BEREZIN, R., Poesia e Prosa de Israel, São Paulo, FFLCH, 1977
ROZENCHAN, N. e BEREZIN, R., Antologia de Litertura Hebraica Contemporânea, São Paulo, FFLCH, 1975
SHAKED, Guershon, Quem é Culpado? Ruptura das convenções na observação da temática do Holocausto, idem
YAOZ, Hana, Pontos de Mutação de Gênero na Poesia do Holocausto em Hebraico, idem
WALDMAN, Berta, Linhas de Força – escritos sobre literatura hebraica, São Paulo, Humanitas, 2004
 

Clique para consultar os requisitos para FLO1476

Clique para consultar o oferecimento para FLO1476

Créditos | Fale conosco
© 1999 - 2022 - Superintendência de Tecnologia da Informação/USP