Informações da Disciplina

 Preparar para impressão 

Júpiter - Sistema de Gestão Acadêmica da Pró-Reitoria de Graduação


Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas
 
Línguas Orientais
 
Disciplina: FLO1521 - Shûjihô: Estilística e Poemas Clássicos Japoneses
SHÛJIHÔ: JAPANESE STYLISTICS AND CLASSIC POEMS

Créditos Aula: 2
Créditos Trabalho: 1
Carga Horária Total: 60 h
Tipo: Semestral
Ativação: 01/01/2020 Desativação:

Objetivos
Conhecer os recursos estilísticos da língua japonesa – conhecidos como makura kotoba, jo kotoba, kake kotoba e engo – e a sua funcionalidade e, reconhecê-los nos poemas clássicos japonesas.
 
 
 
Docente(s) Responsável(eis)
653242 - Eliza Atsuko Tashiro Perez
56062 - Junko Ota
1560081 - Neide Hissae Nagae
 
Programa Resumido
Estudo linguístico-estilístico dos recursos estilísticos – shûjihô – do japonês. Estudo da sua funcionalidade nos poemas clássicos tanka. IV –
 
 
 
Programa
1) Introdução: língua clássica e literatura em língua clássica japonesa 2) Estudo das características e funcionalidade do makura kotoba, do jo kotoba, do kake kotoba e do engo 3) Estudo dos aspectos linguísticos dos poemas clássicos japoneses 4) Leitura e compreensão dos poemas clássicos tanka (poema de 31 sílabas), com ênfase no estudo da funcionalidade dos recursos estilísticos 5) Tentativas de tradução dos poemas e comparação de traduções III –
 
 
 
Avaliação
     
Método
Aulas expositivas e seminários. Análise dos recursos estilísticos nos poemas clássicos japoneses.
Critério
Prova dissertativa e de análise prática. Média aritmética das notas da prova e do seminário, somada à nota pela entrega de trabalhos escritos ao longo do semestre.
Norma de Recuperação
Prova dissertativa e de análise prática sobre o conteúdo desenvolvido durante o semestre.
 
Bibliografia
     
COELHO, Jaime; HIDA, Yoshifumi. Dicionário Universal Japonês-Português. Tóquio: Shôgakukan, 1998. EGUCHI, Masahiro. Meikai Koten Bunpô. Tóquio, Shobun Shuppan, 1985. FUKASAWA, Lídia Masumi et al. Introdução à gramática da língua japonesa. São Paulo: Centro de Estudos Japoneses da USP, 2001. IKEDA, Tadashi. Classical Japanese Grammar Illustrated with Texts. Tóquio, The Tôhô Gakkai, 1980. INOUE, Muneo; NAKAMURA, Yukihiro. Fukutake Kogo Jiten. Tóquio, Fukutake Shoten.1988. KOMAI, Akira; ROHLICH, Thomas H. An Introduction to Classical Japanese. Tóquio, Bonjinsha, 1991. MAKINO, Seiichi; TSUTSUI, Michio. A Dictionary of Intermediate Japanese Grammar. Tóquio, The Japan Times, 1995. MASUDA, Koh (ed). Kenkyusha’s New Japanese-English Dictionary. Fourth edition Tóquio: Kenkyûsha, 2003. MORALES, Leiko Matsubara (org.) Tópicos da gramática da língua japonesa. São Paulo, Fundação Japão, 2011. NAKAMURA, Yukihiro. Seito no tame no koten dokkai bunpô. Tóquio: Yûbun shoin, 1998. ONO, Susumu; SATAKE, Akihiro; MAEDA, Kingoro. Iwanami Kogo Jiten. ÔBUNSHA (ed). Ôbunsha Hyôjun Kanwa Jiten. Tóquio: Ôbunsha, 2001. Tóquio, Iwanami Shoten, 1989. SAEKI, Umetomo et al. Reikai Kogo Jiten. Tóquio, Sanseido, 1997. SHINMURA, Izuru. (org.) Kôjien. Tóquio: Iwanami, 1995. SHIRANE, Haruo. 2005. Classical Japanese: A Grammar. Nova Iorque: Columbia University Press. ____. 2007. Classical Japanese: Reader and Essential Dictionary. Nova Iorque: Columbia University Press. WAKISAKA, Katsunori (org.). Michaelis: Dicionário Prático Japonês-Português. São Paulo: Aliança Cultural Brasil-Japão/Melhoramentos, 2003.
 

Clique para consultar os requisitos para FLO1521

Clique para consultar o oferecimento para FLO1521

Créditos | Fale conosco
© 1999 - 2021 - Superintendência de Tecnologia da Informação/USP